Operação prende seis pessoas em investigação de fraudes na Assembleia

JBelmont

17Set2018

Por Belmont às 13h28

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta segunda-feira (17) a operação Canastra Real. O objetivo é apurar o desvio de pelo menos R$ 2.440.335,47 em um esquema envolvendo servidores fantasmas.

A operação conta com o apoio da Polícia Militar. Participam da ação 28 promotores de Justiça, 26 servidores do MPRN e 70 policiais militares. Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Natal, Espírito Santo, Ipanguaçu e Pedro Velho.

A operação permanecerá em sigilo pelo MPRN até o término do cumprimento dos mandados.

A principal envolvida no esquema é a chefe de gabinete do Presidente da Assembéia, Ana Augusta Simas Aranha Teixeira de Carvalho..

Deixe seu comentário
Insira os caracteres conforme a imagem acima.