Blog do Jbelmont

Em nota, Associação dos Oficiais Militares faz duras críticas ao Governo e cobra pagamento do 13º de 2017

JBelmont

08Ago2018

Por Belmont às 12h17

A Associação dos Oficiais Militares emitiu hoje (quarta-feira) uma nota pública fazendo duras críticas ao Executivo e cobrando o pagamento do décimo terceiro salário.

No comunicado, a ASSOFME relata que ocorreram várias reuniões, mas apenas promessas foram feitas. “O atraso do décimo terceiro salário é a prova inconteste do modus operandi imposto pelo Executivo para os abnegados funcionários do nosso Estado”, diz um trecho da nota.

Leia a nota na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO AO GOVERNO DO ESTADO

A Associação dos Oficiais Militares do Rio Grande do Norte externa a toda sociedade potiguar seu mais irrestrito repúdio e indignação com a irresponsabilidade do Governo do Estado. Há oito meses a tropa aguarda o pagamento do décimo terceiro salário referente ao ano de 2017, quando, pela legislação, a data limite seria 20 de dezembro de 2017.

Reuniões com representantes do Executivo foram as mais diversas, promessas muitas. Mas o Governo não pagou e se fecha para o diálogo. A notícia mais recente que chega é que de está “sem previsão” para quitação do benefício.

As notícias veiculadas pelos órgãos oficiais do Governo afirmando que o salário “está em dia” significam uma grande afronta aos servidores públicos do Rio Grande do Norte. O atraso do décimo terceiro salário é a prova inconteste do modus operandi imposto pelo Executivo para os abnegados funcionários do nosso Estado.

A ASSOFME ecoando toda revolta dos nossos associados expõe para toda comunidade do nosso Estado a situação deplorável e insustentável que o Governo do Estado impõe, nas próximas horas juntos as demais associações de militares, iremos deliberar medidas urgentes para reagir a esse despautério.

Associação dos Oficiais Militares do RN

Deixe seu comentário
Insira os caracteres conforme a imagem acima.