É tetra! Estados Unidos passam por cima da Holanda e conquistam a Copa do Mundo

07 Jul2019

Por Jbelmont às 16h45

Com gols de Rapinoe e Lavelle, americanas superam boa marcação inicial, martelam europeias no segundo tempo e ampliam vantagem para Alemanha em títulos mundiais

As campeãs com justiça 

Os Estados Unidos levaram o tetra da Copa do Mundo feminina de 2019. Esse resultado você talvez já esperasse, mas o roteiro não foi assim tão previsível. No início de jogo, a Holanda mudou a disposição tática de três jogadoras, se fechou na defesa e impôs dificuldades ao setor de criação norte-americano. Quando os EUA arranjavam espaço, lá estava Van Veenendaal para evitar os gols.

Equipe dos Estados Unidos levanta a taça da Copa do Mundo feminina (Foto: Reuters) 


Mas, no segundo tempo, não houve jeito. O pênalti de Van der Gragt em Morgan, convertido por Rapinoe, quebrou o equilíbrio da partida. Lavelle marcou o segundo sete minutos depois, e aí foi um verdadeiro ataque contra defesa. A Holanda se jogou ao ataque e se expôs na defesa. Só não houve mais gols porque, novamente, lá estava Van Veenendaal. As americanas martelaram até o apito final, quando, enfim, levantaram o tão sonhado título, o quarto de sua história. As holandesas ficaram com o vice, em sua melhor participação em Copas.

Quadro de títulos da Copa do Mundo
4 títulos: Estados Unidos (1991, 1999, 2015 e 2019)

2 títulos: Alemanha (2003 e 2007)

1 título: Noruega (1995) e Japão (2011)

Relembre a tabela completa da Copa do Mundo e confira abaixo os melhores momentos da grande final

G1 

Deixe seu comentário

Últimos anos de João Gilberto foram marcados por disputas familiares

07 Jul2019

Por Jbelmont às 11h37

Os últimos anos de vida do cantor e compositor João Gilberto, morto neste sábado, 6, no Rio de Janeiro, foram marcados por disputas entre seus familiares, problemas de saúde e dívidas que chegaram a R$ 9 milhões.

Dois de seus três filhos, João Marcelo e Bebel Gilberto, travaram guerra judicial contra Claudia Faissol, mãe de sua filha mais nova. Na Justiça, Bebel pediu em 2017 a interdição do pai para que ele não fosse induzido a assinar documentos com força legal sem saber o que estava fazendo.

Ao jornal O Estado de S. Paulo, João Marcelo afirmou, em 2018, que João Gilberto não tinha mais controle de suas finanças: “Ele me pedia há um tempo para descobrir como estão suas finanças, me perguntava com frequência sobre os cheques que sumiam em sua casa, se eu tinha ideia para onde iam. Isso porque se sentia insatisfeito e sem o controle da situação, como sempre gostou de ter. Uma vez, me pediu para telefonar para a Claudia Faissol para eu poder entender algumas coisas que estavam acontecendo, sobre contratos e finanças.”

Em 2013, o banco Opportunity comprou 60% dos direitos sobre os quatro primeiros discos do cantor, considerados alguns dos mais importantes da música brasileira. Na época, João Marcelo acusou Claudia de receber por fora algo entre 5% e 10% desse montante.

Em 2017, João Gilberto foi interditado judicialmente por Bebel, que afirmou que seu pai estaria passando por “absoluta penúria financeira”. Nesse mesmo ano, o Estado tentou encontrar o músico em sua residência, em um prédio que fica a dois quarteirões da praia, mas nem mesmo os moradores sabiam de sua situação. “Você está aqui procurando o João Gilberto? Desiste! Nunca ouvi nem um violãozinho e moro há 30 anos no prédio”, contou uma moradora.

João Gilberto morreu aos 88 anos, recluso e sem ter visto a guerra travada entre seus familiares pacificada.

Estadão Conteúdo

Deixe seu comentário

João Gilberto, pai da bossa nova, morre aos 88 anos

06 Jul2019

Por Jbelmont às 21h32

Um dos nomes mais importantes da música brasileira, cantor morreu em sua casa no Rio de Janeiro.



João Gilberto em show — Foto: Reprodução

João Gilberto morreu neste sábado (6) aos 88 anos. O músico, um dos criadores da bossa nova, morreu em casa, no Rio de Janeiro. Ele enfrentava problemas de saúde há alguns anos. A informação foi confirmada ao G1 pelo seu filho, João Marcelo Gilberto, que mora nos Estados Unidos.

Além de Marcelo, ele deixa outros dois filhos, Bebel e Luisa.

Recluso, João foi interditado judicialmente pela filha, Bebel Gilberto, no fim de 2017. A interdição motivou uma disputa familiar entre Bebel e João Marcelo, que são meio-irmãos.

Em nota divulgada na época, a advogada de Bebel disse que a intervenção foi motivada por problemas de saúde e complicações financeiras do cantor.

Pai da bossa nova
João Gilberto Prado Pereira de Oliveira concluiu em 1961 a trilogia de álbuns fundamentais que apresentaram a bossa nova ao mundo: "Chega de saudade" (1959), "O amor, o sorriso e a flor" (1960) e "João Gilberto" de 1961.

O álbum que marcou o início do gênero em 1959, "Chega de saudade", traz a música de mesmo nome composta por Tom Jobim (1927-1994) e Vinicius de Moraes (1913-1980).

A canção havia sido apresentada em um LP em abril de 1958 por Elizeth Cardoso (1920-1990), mas a versão mais conhecida, com a voz de João, foi lançada em agosto do mesmo ano.



Capa de edição estrangeira de disco de João Gilberto — Foto: Reprodução / Internet

João Gilberto nasceu em Juazeiro, na Bahia, em 10 de junho de 1931. O governo do estado declarou três dias de luto pela morte.

Depois de alguns anos morando em Aracaju (SE), onde passou a tocar na banda escolar, voltou à sua cidade-natal e, aos 14 anos, ganhou o primeiro violão do pai.

Depois da consagração, lançou criações próprias e seguiu com shows e discos que se tornaram obras de arte, como é o caso de "Amoroso”, álbum gravado nos Estados Unidos entre 1976 e 1977 sob o selo Warner Music.

O álbum foi relançado no Brasil em formato longo durante os festejos dos 60 anos da Bossa Nova. O álbum celebra o encontro harmonioso do artista brasileiro com o maestro alemão Claus Ogerman (1930 – 2016).

A produção de João foi objeto de uma disputa judicial em 2018. A defesa do cantor pedia uma revisão no valor de uma indenização da gravadora EMI Records, hoje controlada pela Universal Music. Em 2015, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) proibiu a empresa de vender os discos do artista sem seu consentimento. A Universal não comenta o caso.

João Gilberto é clicado em post de Sofia Gilberto — Foto: Reprodução

Começo de carreira
Por volta dos 16 anos de idade, abandonou os estudos para se dedicar à música após se mudar para Salvador (BA). Anos depois vai para o Rio de Janeiro, ao ser convidado para fazer parte do grupo Garotos da Lua.

Ao deixar o grupo, chegou a gravar alguns singles, ainda antes de criar a batida característica da bossa nova, mas não conseguiu sucesso.

Depois de algum tempo dedicado ao estudo de harmonia na música, percebe que ao cantar mais baixo e manter a batida poderia adiantar ou atrasar o canto. Esse novo tempo criado foi o responsável por encantar o compositor Roberto Menescal, que o apresentou a pessoas como o produtor musical Ronaldo Bôscoli.

Tom Jobim viu neste novo estilo uma forma de modernizar o samba ao simplificar seu ritmo, e resolveu apresentar o João uma música que tinha escrito com Vinicius de Moraes mas que estava encostada, "Chega de Saudade".

G1

Deixe seu comentário

Mega-Sena 2166 ACUMULOU: veja os números sorteados neste sábado, 6 de julho

06 Jul2019

Por Jbelmont às 21h09

O concurso 2166 da Mega-Sena não teve acertadores nos seis números sorteados neste sábado: 03, 19, 34, 44, 56 e 58.

Assim, o prêmio ficou acumulado para o concurso 2167, a ser realizado na próxima terça-feira, dia 9, quando a estimativa é de um prêmio de R$ 6 milhões.

Neste sábado (6), a Quina (5 números acertados) teve 44 apostas ganhadoras, com R$ 39.121,73 para cada uma delas.

Já a Quadra, com 4 números acertados, registrou 3.749 apostas ganhadoras, cabendo a cada uma delas R$ 655,92.

As informações são do site da Caixa Econômica Federal.

Agência Brasil

Deixe seu comentário

Maia confia em aprovação da reforma com “boa margem de votos”

06 Jul2019

Por Jbelmont às 19h47

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil 


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) se reuniu na manhã de hoje (6) com líderes partidários e os articuladores do governo e disse estar confiante na aprovação da reforma da Previdência “com uma boa margem de votos”. Maia trabalha para que o quórum de deputados seja alto e, terminado o debate, seja possível entrar no processo de votação do texto entre terça-feira (9) e quarta-feira (10).

“O importante é ganhar. Vamos ganhar com uma boa margem para uma matéria que há um ano atrás era muito difícil chegar nesse momento com perspectiva de vitória”, disse ao deixar sua residência oficial, onde ocorreu a reunião. Para o deputado, há um ambiente favorável no parlamento para que se consiga votar a matéria antes do recesso parlamentar, que começa em 18 de julho.

Estiveram presentes no encontro os líderes do PP, Arthur Lira (AL), e do Democratas, Elmar Nascimento (BA). O ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, novo articulador político do Planalto, e o secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, também compareceram à reunião.

O relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-RJ) foi aprovado na madrugada de ontem (5) na comissão especial destinada a apreciar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) encaminhada pelo governo. Maia marcou sessões no plenário a partir de segunda-feira (8) à tarde para garantir que a matéria comece a ser apreciada no dia seguinte, já que é preciso um interstício de duas sessões do plenário após a votação na comissão especial para que o texto entre em discussão no plenário.

Tramitação

Para acelerar o processo de tramitação da reforma, é possível que os deputados aprovem um requerimento para quebrar esse interstício. “Dependendo de quando começa o processo de discussão talvez não seja necessário [a quebra]. Se for necessário, os partidos da maioria e o partido do governo têm votos para quebrar [o interstício] e vamos trabalhar para ter votos para a aprovação da emenda”, disse.

Na última semana, o presidente da Câmara avaliou que já tem os votos necessários para aprovar o texto. A expectativa do parlamentar é de que a medida seja aprovada por pouco mais de 325 deputados. Uma PEC precisa de dois turnos de votação no plenário e, no mínimo, 308 votos em cada turno para ser aprovada.

Entre o primeiro e o segundo turno de votação também é necessário um interstício, de cinco sessões. Segundo Maia, caso haja uma “vitória contundente” no primeiro turno há “mais respaldo político para uma quebra [do insterstício] do primeiro para o segundo [turno]”.

Ele avalia, entretanto, que por ser uma “emenda constitucional polêmica”, talvez seja importante um tempo para a redação final após a primeira votação. “Precisamos ter todos esses cuidados para dar mais segurança jurídica para que essa matéria tramite respeitando as regas do jogo para que não tenha risco de ter matéria bloqueada pelo Supremo [Tribunal Federal]”, disse.

Se validado pelos deputados, o texto segue para análise do Senado, onde também deve ser apreciado em dois turnos e depende da aprovação de, pelo menos, 49 senadores.

Confiança no Congresso

Ao deixar a residência oficial da Câmara, o ministro Luiz Ramos falou rapidamente com a imprensa e disse que o governo está buscando construir soluções para a votação da nova Previdência junto ao presidente Rodrigo Maia e que confia no Congresso para que ela seja aprovada.

O senador Omar Aziz (PSD-AM) também esteve na residência oficial nesta manhã e, ao sair, disse que há um esforço para que o texto seja aprovado na Câmara antes do recesso. De acordo com o parlamentar, é importante haver a interlocução entre as duas casas para aprovação da nova Previdência, mas é preciso pensar em alternativas para alavancar a economia brasileira. “Só isso [reforma da Previdência] não vai resolver a questão do Brasil”, disse o senador. “É uma troca de informações e experiências pra que a gente possa fazer o Brasil voltar a crescer”.

Agência Brasil

Deixe seu comentário

Maioria reprova conduta de Moro, mas vê como justa prisão de Lula, diz Datafolha

06 Jul2019

Por Jbelmont às 19h45

 

As conversas reveladas do então juiz Sergio Moro com procuradores da Lava Jato são inadequadas e, caso sejam comprovadas irregularidades, devem levar à revisão de sentenças na operação.

A mais rumorosa decisão tomada pelo hoje ministro da Justiça e Segurança Pública, a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à prisão, contudo, foi justa.

Esta é a opinião da maioria dos brasileiros, segundo pesquisa do Datafolha feita em 4 e 5 de julho com 2.086 entrevistados com mais de 16 anos, em 130 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos.

Os primeiros diálogos foram divulgados pelo site The Intercept Brasil em 9 de junho.

Nas conversas, que até agora não foram refutadas de forma categórica por Moro nem pelos procuradores, o então juiz símbolo da Lava Jato troca informações sobre procedimentos da operação e discute casos específicos, como o esquecimento de provas.

Entre os que ouviram falar do caso, 58% acham que a conduta de Moro foi inadequada, ante 31% que a aprova. Não sabem avaliar 11% dos ouvidos.

Também são 58% os que dizem acreditar que, se comprovadas irregularidades, eventuais decisões de Moro na Lava Jato devem ser revistas. Para 30%, o ganho no combate à corrupção compensa eventuais excessos cometidos.

A divulgação das mensagens gerou um terremoto político em torno de Moro, ministro de Jair Bolsonaro (PSL). Sua aprovação pessoal, segundo o Datafolha, caiu de 59% para 52% em relação à pesquisa mais recente, feita há três meses.

Ao mesmo tempo, a população considera que Moro deve permanecer na cadeira de ministro. Para 54%, não há motivo para sua saída, enquanto 38% acham que sim.

Moro sofreu questionamentos sobre eventual falta de imparcialidade. Diz que, caso sejam autênticas, as mensagens não representam nada fora do normal das cortes brasileiras.

Ele foi ao Congresso duas vezes se explicar, enfraquecendo sua posição no governo —num momento em que Bolsonaro já o via como potencial adversário na disputa presidencial de 2022. Nas duas últimas semanas, assumiu um tom mais contundente de defesa.

No domingo passado (30), manifestantes estimulados pelo governo Bolsonaro foram às ruas em pelo menos 70 cidades para dar apoio a Moro e à principal agenda do Planalto, a reforma da Previdência —cujo relatório foi aprovado na quinta-feira (4) em comissão especial na Câmara.

O Datafolha cruzou os dois temas em seu questionário, e os resultados mostram um casamento opinativo.

Entre os entrevistados que aprovam a reforma das aposentadorias, 72% defendem a permanência de Moro no ministério, 46% consideram suas ações adequadas e 45% acham que o combate à corrupção é mais importante do que eventuais irregularidades.

Dizem estar informados acerca do episódio das conversas relacionadas à Lava Jato 63% dos entrevistados —23% deles bem, 32% mais ou menos e 8%, mal.

A revelação das trocas de mensagens —pelo aplicativo Telegram— não mudou a convicção do brasileiro acerca da punição a Lula no caso do tríplex de Guarujá (SP).

A condenação dele por corrupção e lavagem de dinheiro, a mais vistosa politicamente sob responsabilidade de Moro e confirmada em duas instâncias superiores, é vista como justa por 54% —mesmo índice aferido em abril.

Aqueles que a acham injusta oscilaram na margem de erro, de 40% para 42%, retirando dois pontos percentuais do grupo que não tinha opinião —agora em 4%.

Essa condenação tem sido a pedra de toque entre os críticos de Moro, que querem a anulação da sentença alegando que as conversas indicam que o então juiz agiu em conluio com os procuradores da força-tarefa em Curitiba.

O petista foi condenado por Moro a 9 anos e 6 meses de prisão. O TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) aumentou a pena para 12 anos e 1 mês. O STJ (Superior Tribunal de Justiça), em abril deste ano, decidiu baixá-la para 8 anos, 10 meses e 20 dias.

As estratificações da pesquisa Datafolha tendem a reproduzir entre grupos diversos a polarização política do país cristalizada na campanha presidencial do ano passado.

Quando o tema é a prisão de Lula, por exemplo, os grupos que mais a julgam justa são os de escolaridade superior (62%) e quem ganha acima de 10 salários mínimos (67%).

Ato contínuo, mais pobres (51%) e menos escolarizados (49%) acham ela injusta.

Regionalmente, o corte fica ainda mais explícito em linha com a votação de Bolsonaro e do petista Fernando Haddad no segundo turno de 2018: 56% dos nordestinos condenam a prisão de Lula, enquanto 63% dos sulistas a aplaudem.

A toada segue na avaliação das ações de Moro. Entre aderentes do PSL de Bolsonaro, elas foram adequadas para 87%, enquanto 82% dos petistas acham o contrário.

A clivagem mostra uma curiosidade. No Centro-Oeste, que dividiu com o Sul o título de maior reduto de Bolsonaro, o índice de apoio à permanência de Moro no cargo só não é pior do que no Nordeste, fortaleza eleitoral do PT associada à figura de Lula.

Após a revelação do caso das conversas, Bolsonaro esperou para associar-se a uma defesa explícita de Moro, na expectativa sobre revelações que fossem consideradas mais graves politicamente.

Depois, usou seu método tradicional para prestigiar aliados em apuros: levou o ex-juiz para ver um jogo de futebol.

Dali em diante, acentuou seu apoio, culminando com a presença do ministro na manifestação do domingo e uma celebração dela por meio de postagem em rede social.

Uma leitura do levantamento do Datafolha mostra que isso está em linha com seu eleitorado. Segundo a pesquisa, entre aqueles que aprovam Bolsonaro, só 33% acham que eventuais irregularidades sejam graves e 81% consideram que Moro deve ficar no cargo.

O ministro sobreviveu sem grandes danos após suas duas passagens pelo Congresso nas últimas semanas. Apesar de ter enfraquecido, Moro ainda é capaz de emprestar prestígio a Bolsonaro, seu chefe e fiador, avaliam assessores.

Folhapress

Deixe seu comentário

Novos diálogos de Moro aumentam expectativa sobre ação do STF

06 Jul2019

Por Jbelmont às 13h34

Entre os políticos, é consenso que os diálogos publicados nesta sexta-feira (5) adicionam novo componente à crise. A solução, eles afirmam, só virá do Supremo. Moro rechaça qualquer ilegalidade.

É crescente, portanto, a expectativa sobre a reação da corte. A avaliação, hoje, é a de que o presidente do STF, Dias Toffoli, mantém distanciamento do caso. O que dirigentes partidários indagam é se permanecerá nessa atitude até agosto, na volta do recesso, com a possibilidade de mais revelações.

Mas Moro mantém apoios valiosos no STF. Há na corte quem ainda defenda o ex-juiz –embora veja com preocupação sinais de ofensiva sobre jornalistas, como a investigação de Glenn Greenwald.

Painel/Folha de S.Paulo

Deixe seu comentário

Duas pessoas são assassinadas a tiros durante festa de emancipação política de Luiz Gomes no Oeste do RN

06 Jul2019

Por Jbelmont às 13h12

 

A cidade de Luiz Gomes, distante 207 Km de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte, viveu momentos de tensão e medo na noite desta sexta feira 05 de julho de 2019, durante a festa de emancipação política do município.

A apresentação de uma banda, que antecedia o show do cantor Léo Magalhães, onde milhares de pessoas participavam da festa em praça pública foi interrompido por disparos de arma de fogo.

Segundo a Polícia Militar, um homem sacou uma arma e começou a atirar no meio da multidão. Três pessoas foram atingidas pelos disparos, sendo que duas morreram no local.

O ferido foi socorrido para o hospital de Pau dos Ferros. Ainda de acordo com a polícia, várias pessoas ficaram feridas depois de serem pisoteadas, durante o corre corre. Os mortos foram identificados como, Jaime Neto de Maurina e Franciélio Filho de Antônio.

A polícia informou que o autor dos disparos, que mora na cidade de Souza, foi preso em flagrante com a arma usada no duplo homicídio e encaminhado à Delegacia Regional de Pau dos Ferros para procedimentos de flagrante. A Polícia ainda não informou sobre a motivação do crime. No momento dos disparos, a festa estava sendo transmitida ao vivo. Veja o vídeo,disponibilizado nas redes sociais, que mostra a correria das pessoas.

Fonte: Portal Luiz Gomes

Deixe seu comentário

Dona de casa é assassinada a tiros na cidade de Itau no Oeste Potiguar

06 Jul2019

Por Jbelmont às 13h08

 

Um crime de homicídio provocado por disparos de arma de fogo, foi registrado pela Polícia Militar no início da noite desta sexta feira 05 de julho de 2019, na cidade de Itaú, distante 113,4 Km de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte.

A dona de casa Leila Kaliana Alves de Oliveira Santiago de 38 anos, foi morta com vários tiros dentro da sua residência. De acordo com informações da PM, que atendeu a ocorrência, a vítima foi surpreendida por um criminoso que chegou na porta de sua casa, chamou pelo seu nome e quando a mesma saiu para atender o chamado foi alvejada com cerca de cinco tiros.

Leila Kaliana ainda chegou a ser socorrida por populares para o hospital da cidade, mas não resistiu e foi a óbito na unidade hospitalar. Ainda não há informações sobre motivação e autoria do crime, mas a polícia informou que o marido dela, Jailson Maia de Paiva, era preso de justiça e estava em liberdade condicional, foi morto a tiros em julho de 2018

A Polícia Civil vai investigar o caso e tentar chegar ao autor dos disparos que mataram a dona de casa e a motivação do crime. Esse foi o segundo assassinato de mulheres em menos de 24 horas na região Oeste do RN.


Fim da Linha

Deixe seu comentário

Após acordo de pagamento, médicos voltam a atender pelo SUS em hospitais privados e filantrópicos do RN

06 Jul2019

Por Jbelmont às 09h49

Cooperativas haviam suspendido atendimentos de alta e média complexidade nesta semana, por causa de atrasos de repasses do governo acumulados desde o início do ano.


Cirurgia no Hospital Memorial de Natal (arquivo) — Foto: Hospital Memorial/Divulgação 



Após um acordo de pagamento, cooperativas médicas decidiram retomar os atendimentos à população nos procedimentos de alta e média complexidade realizados em hospitais privados e filantrópicos do estado, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Os profissionais reclamavam de atrasos de pagamentos do Governo do Rio Grande do Norte acumulados desde o início deste ano.

Ainda em reunião nesta sexta-feira (5), a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) transferiu uma parte da dívida - R$ 1,2 milhão - para a conta da Secretaria Municipal de Saúde de Natal, responsável por repassar o valor às cooperativas. A Sesap também se comprometeu em realizar os pagamentos atrasados de forma escalonada e liquidar a dívida referente a fevereiro até o final deste mês.

"Apresentamos uma proposta para equalizar a defasagem dos pagamentos para que se façam mais próximos dos vencimentos da prestação dos serviços”, afirmou o Secretário de Saúde do Estado, Cipriano Maia.

Além da discussão a respeito da retomada das atividades nos hospitais, durante a reunião, os gestores da pasta e diretores da CoopMed e Coopanest definiram um grupo de trabalho que atuará na ampliação do convênio.

De acordo com o secretário, foram definidas reuniões para a próxima semana a fim de se construir uma uma proposta de um programa estadual de cirurgias eletivas em bases regionalizadas.


Para o diretor da CoopMed, Marcelo Matos Cascudo, a reunião foi considerada positiva. “A reunião foi muito proveitosa. Discutimos os contratos e também parcerias mais amplas para contribuir com o Governo e gerar soluções para melhorar os serviços de saúde ofertados”, pontuou.

g1

Deixe seu comentário

Novos vazamentos aumentam pressão sobre Sergio Moro

05 Jul2019

Por Jbelmont às 20h11

 

A publicação de novas conversas entre o ex-juiz Sergio Moro, que se forem autênticas questionariam sua imparcialidade na operação ‘Lava Jato’, aumentaram nesta sexta-feira (5) a pressão sobre o ministro da Justiça e Segurança Pública de Jair Bolsonaro.

Os vazamentos foram divulgados pela revista Veja, em colaboração com o portal The Intercept Brasil, que no mês passado começou a publicar mensagens entre Moro e os procuradores da ‘Lava Jato’, obtidos, segundo informou, de uma fonte anônima.

“Do conjunto, o que se depreende, além de uma intimidade excessiva entre a magistratura e a acusação, é uma evidente parceria na defesa de uma causa”, diz a matéria da Veja, que lembra ter sido uma fervorosa defensora da ‘Lava Jato’, operação que enviou dezenas de políticos e empresários à prisão, entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Moro questionou em um comunicado a autenticidade das mensagens e alegou que as sentenças emitidas em alguns casos não concordam com os pedidos da Procuradoria, o que demonstraria que não houve nenhum conluio de poderes.

Em um dos casos citados, em 2 de fevereiro de 2016, Moro avisa ao chefe dos procuradores, Deltan Dallagnol, que abrirá no prazo de três dias para que se pronuncie sobre um pedido da construtora Odebrecht para evitar que os investigadores brasileiros recebam dados solicitados à Suíça.

No dia seguinte, pergunta quando o Ministério Público vai emitir seu pronunciamento sobre o assunto e Dallagnol lhe responde: “Estou redigindo, mas quero fazer bem feita, para já subsidiar os HCs que virão. Imagino que amanhã, no fim da tarde”.

As primeiras revelações do The Intercept Brasil mostravam supostas consultas para prejudicar a candidatura de Lula e depois do afilhado político deste, Fernando Haddad, nas eleições de outubro de 2018, nas quais Bolsonaro foi o vencedor.

Lula cumpre desde abril de 2018 pena de 8 anos e dez meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Sua condenação em primeira instância, ratificada por dois tribunais superiores, foi proferida por Moro.

A revista Veja indica ter analisado na reportagem “649. 551 mensagens”, assegura que “as comunicações examinadas pela equipe [de jornalistas] são verdadeiras” e que chegou à conclusão de que “Moro cometeu, sim, irregularidades”.

“Comportou-se como chefe do Ministério Público Federal, posição incompatível com a neutralidade exigida de um magistrado”, indica a revista.

Depois da publicação, a hashtag #Morosuacasacaiu se tornou ‘trending topic’ no Twitter no Brasil. Imediatamente, os seguidores de Moro responderam com a hashtag #Morosomostodos.

Estadão Conteúdo

Deixe seu comentário

INSS tem pressa para começar pente-fino nas aposentadorias

05 Jul2019

Por Jbelmont às 17h54

 

O pente-fino nos benefícios com indícios de irregularidade vai começar “o mais rápido possível”, afirmou nesta quinta-feira (4) o diretor de atendimento do INSS, Clóvis de Castro Júnior.

Criado em janeiro, por medida provisória do presidente Jair Bolsonaro, o programa de revisão só se tornou viável na última terça (2) com a aprovação pelo Congresso da previsão de gastos de R$ 223,8 milhões para o pagamento de bônus a servidores que participarem do pente-fino.
Nele, servidores administrativos vão revisar benefícios com indícios de irregularidades apontados pelo TCU (Tribunal de Contas da União) e por outros órgãos fiscalizadores da administração pública.

“As partes mais difíceis já foram concluídas”, disse Castro Júnior. “É questão de burocracia interna”, comentou.
O início da revisão, que poderá ocorrer em poucas semanas ou até mesmo em alguns dias, também traz a possibilidade de destravamento da fila de espera por aposentadorias.

Além de revisar casos suspeitos, o programa permite o pagamento de bonificações a servidores que realizarem análises de pedidos parados há mais de 45 dias -prazo oficial do INSS para a resposta aos requerimentos.

Hoje, a espera média por resposta está na casa dos cinco meses.

A expectativa é que a bonificação, paga a servidores que realizarem jornadas ou análises extraordinárias, ou seja, que façam hora extra, compense as baixas nos quadros do órgão devido a pedidos de aposentadoria de funcionários. “Nós estamos fazendo isso para apagar um incêndio”, afirmou.
Sem previsão de abertura de concurso para repor quadros de funcionários, o INSS aposta na automação do atendimento para atender aos segurados.
Em 2018 o INSS realizava cerca de 6.000 atendimentos automáticos por mês. Neste ano, o número de atendimentos sem a participação de funcionários alcançou a marca de 130 mil.

“Queremos que a maioria dos atendimentos ocorra de forma automática, não vamos contar com bônus a vida inteira”, disse o diretor.

Folhapress

Deixe seu comentário

Jean-Paul: “Fátima não é contra discutir a Previdência”

05 Jul2019

Por Jbelmont às 10h01

O senador Jean-Paul Prates (PT) abordou ontem (04), questões relacionadas à Reforma da Previdência, depois da repercussão na Globo News, sobre a ausência da governadora Fátima Bezerra nos debates em torno do tema, ocorridos durante a semana em Brasília.

“Ela não é contra discutir a Previdência. Pelo contrário. Colabora, constrói e, como nós, também quer uma reforma da Previdência justa, mas sem açodamento”, disse.

Segundo o parlamentar, as propostas do ministro da Economia, Paulo Guedes, apenas minimizam o deficit, mas não o resolvem. A sugestão dos governadores é a criação do fundo de compensação previdenciária, com receitas advindas da exploração de recursos naturais, como o petróleo, explicou Jean Paul.

— O Rio Grande do Norte, por exemplo, tem um deficit previdenciário mensal da ordem de R$ 130 milhões. A única medida incluída por Paulo Guedes, que poderia amenizar a situação, é o aumento da alíquota previdenciária de 11% para 14%. No caso do Rio Grande do Norte, isso renderia R$ 40 milhões, então não resolve. [O déficit ainda seria de R$ 90 milhões] — avaliou.

TN

Deixe seu comentário

Detran passa a emitir cartão de estacionamento para idosos e deficientes

05 Jul2019

Por Jbelmont às 09h24

O Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran) já está emitindo o cartão que dá acesso gratuito às vagas de estacionamento em estabelecimentos públicos e privados em todo o Estado. A emissão atende à Lei Estadual nº 9.320 que dispõe sobre a concessão de cartão especial de estacionamento para idosos e pessoas com deficiência (PcD).

O cartão é de uso pessoal e intransferível. Para ter acesso ao benefício, é necessário possuir CNH válida e veículo em nome do beneficiado. Para os casos de pessoas com deficiência menores de idade, é necessário nomear um responsável.

Para o idoso e pessoas com deficiência maiores de idade realizarem o cadastro basta comparecer ao atendimento no setor de Habilitação do Detran, de posse dos seguintes documentos: Requerimento (modelo disponível no site do Detran), RG, CPF, Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), comprovante de residência e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) válida.

Para a pessoa com deficiência menor de idade, é necessário apresentar RG, laudo médico e CRLV no nome do menor. Já os documentos do responsável são: RG, CPF, comprovante de residência e CNH válida.

O cartão é gratuito, a emissão não será de forma automática, podendo levar até 10 dias para a confecção do documento que será encaminhado para o e-mail cadastrado. Além da sede do Detran, os interessados poderão solicitar o cartão nas Centrais do Cidadão e postos de atendimento do Órgão no interior do Estado. O requerimento com os documentos necessários encontra-se em no site do Detran na aba “Downloads”.

Deixe seu comentário

PREVIDÊNCIA: “Articulação para aprovação do plenário começa já”, diz Rogério Marinho

05 Jul2019

Por Jbelmont às 09h15

 

Após a aprovação da reforma da Previdência, o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, disse que o trabalho do governo para aprovar a proposta no plenário da Câmara começa já. “Sexta, sábado, domingo e segunda, que são os dias que provavelmente antecedem o início da votação no plenário da Câmara, serão dias de intensas negociações e conversas com os parlamentares. Vamos lutar para manter incólume o que saiu aqui da Comissão”, afirmou ele.

Rogério Marinho disse que a equipe econômica vai começar a conversar com as bancadas e reorganizar o que remanesceu da votação Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A conclusão do relatório da reforma na Comissão Especial só se deu depois das 2h da madrugada desta sexta-feira, 5, quando foram analisados todos os destaques (sugestões de alterações a pontos específicos), depois de 16 horas de votação. O último destaque devolveu benefício ao setor rural e retirou R$ 84 bilhões da economia esperada em dez anos.

“Claro que é um impacto importante nas receitas estimadas. Se nós colocamos no texto é porque imaginávamos que era importante ser mantido. Mas nós entendemos dentro do processo de discussão que haveria a supressão de um tema ou outro e é o que nós estamos vendo aqui. Quase R$ 1 trilhão de resultado é superlativo e relevante”, afirmou o secretário sobre a mudança aprovada na madrugada.

“A aprovação este destaque foi um tapa na cara dos brasileiros, que estão sendo sacrificados nesta reforma da Previdência para que fortes setores econômicos protegidos pelo governo encham ainda mais seus bolsos”, criticou o líder da oposição na Câmara, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ). Ele criticou o fato de a Comissão Especial ter aprovado “este absurdo” no mesmo dia em que rejeitou todos os outros destaques. “Esse é o ‘combate aos privilégios’ do governo Bolsonaro e de seus aliados: retirar de quem ganha menos para dar pra quem ganha mais”, afirmou.

Marinho disse que a equipe econômica vai começar a conversar com as bancadas e reorganizar o que remanesceu da votação. “O debate, por mais áspero do que possa parecer, é absolutamente necessário para que a população faça juízo de valor sobre o tema. E é um tema que amadureceu na sociedade”, disse.

Para o secretário, o resultado alcançado é “superlativo”. “Isso vai certamente permitir que o País entre no que nós chamamos de ciclo virtuoso de crescimento”, afirmou.

Estadão

Deixe seu comentário

Mulher é executada na frente dos filhos no interior do RN

04 Jul2019

Por Jbelmont às 19h44

Identificada como Adriana Juraci Abstem da Silva de 22 anos de idade, ou "Adriana de Chico Olimpo"

Crime aconteceu no final da tarde desta quinta-feira (4) em Governador Dix-Sept Rosado. 


Uma mulher foi executada a tiros na frente dos dois filhos pequenos em Governador Dix-Sept Rosado, no Oeste potiguar. O crime aconteceu no final da tarde desta quinta-feira (4) e a Polícia Civil vai investigar se a morte dela tem relação com a do marido, que também foi assassinado recentemente.

Segundo a polícia, a mulher estava na calçada, acompanhada de algumas pessoas, inclusive os dois filhos, quando dois homens se aproximaram em uma moto e começaram a atirar. A vítima correu para dentro de uma casa, mas foi seguida por um dos assassinos, que atirou mais vezes. Ela morreu no local.

G1RN

Deixe seu comentário

Polícia Civil deflagra operação de combate ao tráfico de drogas na região Seridó potiguar

04 Jul2019

Por Jbelmont às 08h21

Operação Progresso foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (4) em Caicó, na região Seridó potiguar — Foto: Sidney Silva


 

A Polícia Civil deflagou na manhã desta quinta-feira (4) uma ação de combate ao tráfico de drogas na cidade de Caicó, na região Seridó potiguar. A Operação Progresso, que conta com apoio da Polícia Militar, é coordenada pela Delegacia Regional de Polícia do município e tem como objetivo o cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão.

De acordo com a polícia, a ação tem 20 alvos. Entretanto nenhum balanço sobre o número de presos foi divulgado até agora.

Os delegados Ricardo Brito e Leonardo Germano, que comandam a ação, deverão divulgar mais informações em entrevista coletiva agendada para o meio da manhã na sede da 3º Delegacia Regional de Polícia.



Operação Progresso tem 20 alvos na região Seridó, segundo a Polícia Civil. — Foto: Sidney Silva

Deixe seu comentário

Peru põe Chile na roda, vê goleiro brilhar e enfrenta Brasil na final da Copa América

04 Jul2019

Por Jbelmont às 08h12

Em atuação de gala, seleção peruana faz 3 a 0 na Arena do Grêmio e tem passagem marcada para o Maracanã no domingo; Gallese pega tudo – inclusive pênalti de cavadinha de Vargas

Passeio peruano
O Peru será adversário do Brasil na final da Copa América. Em atuação de gala na noite desta quarta-feira, na Arena do Grêmio, a seleção treinada por Ricardo Gareca colocou o rival histórico Chile na roda, fez 3 a 0 com facilidade, gols de Flores, Yotún e Guerrero, e ainda tirou onda com lindas jogadas dos atacantes e grandes defesas do goleiro Gallese. Foi, talvez, a melhor atuação coletiva de uma equipe nesta Copa América. Nem de longe pareceu a equipe goleada por 5 a 0 pela Seleção de Tite há menos de duas semanas – o Maracanã vai ferver! Veja abaixo os melhores momentos da partida na Arena:

Como fica?
Brasil e Peru se enfrentam no próximo domingo, às 17h (de Brasília), no Maracanã, na decisão da Copa América. Um dia antes, no sábado, o Chile tem encontro marcado com a Argentina na decisão do terceiro lugar, às 16h, na Arena Corinthians. Veja aqui a tabela da Copa América.

Cracaço faz história
Paolo Guerrero, capitão e grande condutor da seleção peruana, fez o terceiro gol do passeio sobre o Chile e se isolou como maior artilheiro em atividade da Copa América – 13 gols, contra 12 do chileno Vargas.

Guerrero fez mais um na vitória peruana (Foto: Vinícius Costa/BP Filmes)

Gallese tira

Gallese tira onda
O goleiro do Peru fez defesaças no segundo tempo e consolidou seu crescimento durante a Copa América, desde a goleada sofrida diante do Brasil. Mas, e a defesa de pênalti do Vargas com uma mão? Sem dúvida, o lance que fecha a atuação inesquecível de Pedro Gallese.

Deixe seu comentário

Mega-Sena, concurso 2.165: aposta única de São Paulo acerta as seis dezenas e fatura R$ 35,2 milhões

03 Jul2019

Por Jbelmont às 21h24

Veja as dezenas sorteadas: 05 - 37 - 43 - 49 - 54 - 56. Quina teve 113 acertadores; cada um receberá R$ 26.216,82.

Sorteio do concurso 2.165 foi realizado nesta quarta (3) — Foto: Marcelo Brandt/G1


Uma aposta de São Paulo (SP) levou sozinha o prêmio de R$ 35,2 milhões no concurso 2.165 da Mega-Sena, realizado na noite desta quarta (3) em São Paulo (SP).

Veja as dezenas sorteadas: 05 - 37 - 43 - 49 - 54 - 56.

A quina teve 113 acertadores; cada um receberá R$ 26.216,82. Já a quadra teve 8.189 apostas ganhadoras; cada um levará R$ 516,80.

Deixe seu comentário

RN recebe dois milhões em equipamentos para Segurança

03 Jul2019

Por Jbelmont às 20h17

 

Na tarde desta quarta-feira (03), em cerimônia realizada em Brasília, no Distrito Federal, com a presença do vice-presidente da República, General Mourão, e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, o Rio Grande do Norte recebeu, por meio do Secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), Coronel Francisco Araújo e do Comandante Geral da PM, Coronel Alarico, cerca de dois milhões de reais em equipamentos para a Polícia Militar.

Na ocasião, os 26 estados e o Distrito Federal receberam equipamentos oriundos da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Ao Rio Grande do Norte foram entregues cinco viaturas, sendo três pick ups e dois micro-ônibus, 36 armas e 20.273 munições letais, 193 armas e 3.536 munições não letais, além de equipamentos tecnológicos e de proteção individual.

“O apoio do Governo Federal é importante para manutenção das nossas estruturas de segurança pública. Além desse legado, estamos no processo de aquisição dos equipamentos vinculados aos 80 milhões e trabalhando também na destinação dos 40 milhões de emendas parlamentares”, explicou o secretário, coronel Francisco Araújo.

Deixe seu comentário

Tenente da PM morre após ser baleado em Macaíba

03 Jul2019

Por Jbelmont às 16h43

O tenente da Polícia Militar baleado ao reagir a uma abordagem de criminosos no início da tarde desta quarta-feira (3), em Macaíba, não resistiu aos ferimentos e morreu. A informação foi confirmada pela PM.

O oficial estava no Hospital Walfredo Gurgel, onde chegou inconsciente, segundo uma fonte ouvida pelo Portal No Ar. O militar estava no Sítio Guarapes quando dois homens invadiram o local e atentaram contra ele. O policial, que entrou para a reserva da corporação na semana passada, reagiu à abordagem e foi baleado.

Um dos homens foi morto com a reação do policial e o outro foi atingido e capturado pela PM.

Portal No Ar

Deixe seu comentário

Sindicatos rejeitam proposta do governo

03 Jul2019

Por Jbelmont às 11h23

 

Sindicalista Janeayre Souto em mobilização de protesto

Foto: Agora RN/arquivo


Sindicatos ligados ao serviço público estadual rejeitaram, à unanimidade, a proposta do Governo do Estado de pagamento dos salários de julho, agosto e setembro. A decisão foi anunciada pela sindicalista Janeayre Souto, após reunião do Fórum dos Servidores na tarde desta terça-feira.

O governo anunciou, na semana passada, que pagará, nos dias 15 dos meses de julho e agosto e no dia 16 de setembro para os salários integrais dos servidores que recebem até R$ 3 mil e 30% dos salário de quem recebe acima desse valor. No dia 30 de cada mês será pago os 70% restantes de quem recebe acima de R$ 3 mil.

"Nós vamos comunicar ao governo [a rejeição da proposta] oficialmente nesta quarta-feira", informou Jeaneayre.

Também ficou acertado que no dia 13 de agosto haverá o Dia Estadual de Luta em Defesa dos Serviços e Servidores Estaduais.

Pautas

O Fórum dos Servidores reivindica o reajuste de 16,38% para todas as categorias, além do pagamento dos salários atrasados (novembro, dezembro e 13º de 2018) e um calendário completo de pagamento dos salários de 2019.

 

Saulo Vale

Deixe seu comentário

Pai e filho trocam tiros no meio da rua de Encanto na região Oeste potiguar

03 Jul2019

Por Jbelmont às 11h03

Caso aconteceu no fim da noite desta terça-feira (2) em Encanto. Segundo a PM, filho de 37 anos não aceitava relacionamento extraconjugal do pai, de 60. Ambos devem ficar presos.

Pai e filho trocaram tiros no meio da rua, no final da noite desta terça-feira (2), na cidade de Encanto, na região Oeste potiguar. A informação é da Polícia Militar. O pai está preso. O filho segue em observação após passar por cirurgia, mas, segundo a polícia, também será detido.

De acordo com a PM, o caso aconteceu próximo de 0h. O filho, que tem 37 anos, bateu um carro na traseira de outro veículo, onde estava seu pai, de 60 anos, e uma mulher com quem ele se relacionava.

Marcas de sangue ficaram no chão da rua em Encanto, na região Oeste potiguar — Foto: Reprodução

O homem mais velho, então, desceu do carro atirando em direção ao veículo do filho, que também desceu armado e revidou aos tiros. A motivação da briga seria porque o filho não aceita o relacionamento extraconjugal do pai, segundo a polícia.

Na troca de tiros ambos foram atingidos e acabaram sendo socorridos por pessoas que testemunharam a cena. No hospital, o pai foi atendido e liberado com ferimentos leves. Ele ainda recebeu voz de prisão por porte ilegal de arma, tentativa de homicídio e por atirar em via pública. O homem passou a noite na Delegacia Regional de Pau dos Ferros e deverá ser encaminhado para o sistema penitenciário durante a manhã desta quarta-feira (3).

Já o filho precisou passar por cirurgia e segue em observação no hospital. De acordo com a PM, um policial aguarda o homem receber alta para dar voz de prisão a ele.

G1RN

Deixe seu comentário

Em noite de Gabriel Jesus, Brasil vence Argentina e volta à final da Copa América

02 Jul2019

Por Jbelmont às 23h33

 

Atacante marca o primeiro e faz linda jogada no gol de Firmino, e Seleção faz 2 a 0 no Mineirão. Time de Tite retorna à decisão do torneio após 12 anos

Resumão
Se fantasmas existem, eles não estiveram no Mineirão na noite desta terça-feira. Pelo menos não do lado brasileiro. No palco do 7 a 1, a Seleção foi eficiente, segurou a Argentina e venceu por 2 a 0, pela semifinal da Copa América. Se existe jejum incômodo, ele não esteve em Belo Horizonte. Pelo menos não com Gabriel Jesus. O camisa 9 despachou sua seca em jogos oficiais pela Seleção, fez um gol e deu uma assistência. Os fantasmas e a seca ficaram com Messi e companhia. Que seguem sem ganhar pela seleção albiceleste desde 1993. O Brasil, por sua vez, vai ao Maracanã, no próximo domingo, para tentar sua nona Copa América e espera por Chile ou Peru.

GE

Deixe seu comentário

‘Não reconheço essas mensagens’, afirma Moro aos deputados

02 Jul2019

Por Jbelmont às 18h53

 

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, voltou a afirmar que não reconhece as mensagens atribuídas a ele e divulgadas pelo site Intercept Brasil. É a segunda vez que o ministro vem ao Congresso após as supostas conversas se tornaram pública.
Em audiência na Câmara dos Deputados, o ex-juiz disse que entregou seu aparelho celular à perícia da Polícia Federal e afirmou ter sido alvo de uma “organização criminosa criada para prejudicar a Operação Lava Jato”.

“Não reconheço essas mensagens. Pode ser que alguma seja. Pode ser que elas tenham sido totalmente alteradas ou parcialmente. Não tenho como precisar”, afirmou o ministro.

O ministro foi convidado a dar explicações na Câmara. Inicialmente, ele falaria na semana passada, mas, por conta de uma viagem ao exterior, ele cancelou o encontro.

Moro repetiu parte da defesa que fez em audiência no Senado. Ele afirmou que quem invadiu o seu aparelho celular e de membros da Operação Lava Jato tinha “recursos” e organização.

“A minha opinião informal é que alguém com muitos recursos está por trás dessas informações e o objetivo principal é invalidar decisões da Lava Jato e impedir novas investigações”, afirmou o ministro descartando “fogo-amigo”: “Foi aventado que um procurador da República insatisfeito teria feito isso, mas isso não é consistente”.

O ministro não descartou a possibilidade de ter mensagens verdadeiras entre as que estão sendo divulgadas, mas voltou a repetir que “não há como ter certeza” sobre a total veracidade dos textos.

Moro afirmou ainda que é possível que a frase atribuída a ele sobre o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux pode ser verdadeira. Em uma das mensagens divulgadas, Moro teria falado ao procurador Deltan Dallagnoll: “In Fux we trust”.

“Pode ter alguma verdade que tenha saído. Confia no ministro. Eu sempre confio nos ministros. Mas não posso ter certeza da autenticidade”, disse.

“O que existe é invasão criminosa de hackers em celulares de agentes da aplicação da lei. Os elementos colhidos nem podem ser chamados de prova porque são ilícitos”, disse Moro afirmando ainda que conteúdo de supostas mensagens são “coisas absolutamente triviais dentro do cenário jurídico”.

Estadão Conteúdo

Deixe seu comentário

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +