.

Jovem dá à luz gêmeas, contrai covid-19 e morre sem conhecer as filhas

17 Abr2021

Por Jbelmont às 20h03

Foto: G1 Santos

Após dar à luz prematuramente duas meninas gêmeas, uma jovem de 27 anos morreu nesta sexta-feira (16), no HGA (Hospital Guilherme Álvaro), em Santos. Ela passou um mês internada por conta da gravidez, de alto risco. Nathanny Ribeiro da Silva era hipertensa, tinha problemas sérios no coração e na tireoide e, pouco antes da cesariana de emergência, contraiu covid-19.

A enfermeira Ana Paula Maria Ramos é gerente da Usafa (Unidade de Saúde da Família) do bairro Sítio Conceiçãozinha, no Guarujá, onde a mãe morava.

A profissional de saúde acompanhou de perto a evolução da gravidez de Nathanny Ribeiro da Silva desde as primeiras semanas. Ela declarou a jovem, que deixou outros dois filhos pequenos, já havia sido aconselhada pelos profissionais da unidade a não engravidar novamente.

“A primeira gestação dela já foi muito difícil. Ela foi orientada a utilizar métodos contraceptivos, mas ela era muito teimosa”, conta, lembrando que no bairro, uma pequena comunidade carente na cidade do Guarujá, todos se conhecem. “Ela vinha muito à unidade. Mas não seguiu as recomendações e acabou engravidando do segundo filho”.

Quando Nathanny ficou grávida das gêmeas, Ana Paula sabia que o risco seria dobrado. E garante que, tanto ela quanto a equipe da unidade de saúde, fizeram de tudo para garantir que a jovem fosse assistida de perto.

“Ela parecia não entender a gravidade da situação, estava sempre muito alegre e sorridente. E às vezes não aparecia nas consultas do pré-natal. Eu ou alguém da equipe íamos até a casa dela para saber se estava tudo bem”.

O último atendimento que a enfermeira prestou a Nathanny foi no dia 05 de março. A pressão estava normal e a saúde da jovem parecia estável. “Depois desse dia, ela sumiu. Soube que havia procurado o HGA, que é especializado em gravidez de risco. Ela queria muito ter as bebês”.

Fuga do hospital

A Secretaria de Saúde do Estado informou que Nathanny deu entrada no dia 15 de março no Hospital Guilherme Álvaro já com quadro grave, com gestação de risco e histórico de comorbidades. Devido à gravidade clínica, foi internada na UTI e estava assistida por equipe multidisciplinar, retornando à enfermaria no dia 19.

No dia 21 de março, a jovem fugiu do hospital, onde estava internada antes mesmo antes mesmo da conclusão dos cuidados necessários e da alta médica. Um boletim de ocorrência (513981/2021) ao qual o UOL teve acesso foi registrado pela Polícia Civil no dia 22 de março, às 11h17.

Na madrugada do dia 23, a jovem começou a passar mal em casa. Com falta de ar, foi levada de volta ao HGA que, segundo a Secretaria de Saúde do Estado, já havia contatado a família, solicitando o seu retorno.

Ao realizarem uma tomografia, os médicos descobriram uma mancha nos pulmões e ela foi mantida no isolamento da maternidade, com suspeita de covid-19. Os exames deram positivo. No dia 25, a equipe realizou uma cesária de emergência e ela deu à luz as gêmeas, que nasceram prematuras, com sete meses.

Nathanny sequer pôde segurar as crianças. Logo após o parto teve que ser sedada, intubada e assim permaneceu, numa UTI específica para casos da doença, até a última quinta-feira (15), quando – já não respondendo mais aos tratamentos – acabou falecendo, às 12h46.

O corpo da jovem foi sepultado nesta sexta-feira (16), no Cemitério Jardim da Paz, em Guarujá.

Thaís Ribeiro, 21 é irmã de Nathanny. Ela informou ao UOL que, quando ela procurou o HGA, já não se sentia bem. Ela sentia uma pressão no peito e na barriga e já não conseguia respirar normalmente. “Quando minha mãe foi ao HGA receber a notícia do falecimento dela, disseram que a causa da morte tinha sido um problema no coração, não a covid-19. Mas quando ela voltou, após ter fugido, colocaram ela numa sala com um paciente que já estava intubado por conta da doença. E ela começou a ficar com muito medo de ter a covid. Acreditamos que ela acabou pegando lá”.

“Foram seguidos todos os protocolos, tanto para a gestação de alto risco quanto para casos de coronavírus, sendo incorreto afirmar que ela teria se infectado na unidade, uma vez que deixou o serviço contra indicação médica. Durante a internação, o hospital prestou atendimento dentro dos protocolos, forneceu informações aos familiares e segue à disposição dos mesmos”, afirmou a Secretaria de Saúde, na nota.

Avó precisa de ajuda

Nathanny morava com o namorado e não trabalhava. Agora os quatro filhos da jovem estão sob os cuidados da avó materna, que não quis dar entrevistas por conta do luto. A família, de origem muito humilde, precisa de doações para as gêmeas, Lívia e Lavínia, que nasceram saudáveis, livres da covid-19 e já estão sob o atendimento direto da enfermeira Ana Paula.

Fraldas, produtos de higiene, leite em pó podem ser encaminhados à Usafa do Sítio Conceiçãozinha, que fica na R. Nova Esperança, 11, em Vicente de Carvalho.

“Queremos ajudar, conhecemos a família e tínhamos um carinho grande pela Nathanny. Além de ser gerente da Usafa, estou sempre tentando fazer mais, por ser uma comunidade muito carente. Quem puder ajudar, é só me procurar lá na Usafa”, concluiu Ana Paula.

UOL

Deixe seu comentário

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 96,6%

17 Abr2021

Por Jbelmont às 16h54

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 96,6%, registrada por volta das 12h50 deste sánado (17). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 716.

Até o momento desta publicação são 13 leitos críticos (UTI) disponíveis e 365 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 62 disponíveis e 331 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 95,2% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 100% e a Região Seridó tem 95%.

Deixe seu comentário

RN tem 48 pacientes com Covid-19 à espera de UTI

17 Abr2021

Por Jbelmont às 16h50

O Rio Grande do Norte registrou no início da tarde deste sábado (17) 48 pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado.

Às 12h55, o estado tinha 13 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes (32) é da região metropolitana de Natal.

Deixe seu comentário

Saúde RN contabiliza 48 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 20 dentro do dia; novos casos são 840

17 Abr2021

Por Jbelmont às 12h51

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste sábado (17). Foram mais 840 casos confirmados, totalizando 211.890. Até sexta-feira (16) eram 211.050 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 5.093 no total, sendo 48 mortes registradas nas últimas 24h: Natal (05), Parnamirim (02), Mossoró (04), São Gonçalo do Amarante (01), Caraúbas (01), São José da Campestre (01), Assu (01), São Paulo do Potengi (01), São Tomé (01), Apodi (01), Afonso do Bezerra (01) e Lagoa de Pedras(01).

A Sesap ainda registrou outros 28 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.009. Na sexta-feira (16) o número total de mortes era 5.045 mortes.

Casos suspeitos somam 52.736 e descartados 433.314. Recuperados são 150.649.

NG

Deixe seu comentário

RN tem 121 municípios em risco ou zona de perigo para taxa de transmissibilidade da covid-19

17 Abr2021

Por Jbelmont às 12h34

 

Imagem: reprodução/LAIS/UFRN

O Rio Grande do Norte soma 121 municípios em zona de risco ou de perigo para a taxa de transmissibilidade [R(t)] da covid-19. Isso significa que, nessas localidades, a taxa de transmissão do coronavírus acima de 1,03.

No geral, o estado tem taxa de 0,76, de acordo com o dado mais recente divulgado pelo Laboratório de Inovação tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

De acordo com a plataforma, o RN tem 15 municípios em zona de perigo, quando a R(t) é superior 2,00. Isso significa dizer que, estatisticamente falando, 100 pessoas doente contaminarão 200 saudáveis. O nível é o mais alto na escala apontada pelo Lais. A população do RN dentro dessa zona é de 70.953. Nesse quesito, Januário Cicco é a cidade que mais preocupa, com 5,00 de taxa.

Em zona de risco, com taxa maior que 1,03 e menor ou igual a 2,00, estão 106 municípios. A população dentro dessa faixa é de 2.445.942. As duas principais cidades do RN estão neste grupo: Natal (1,07) e Mossoró (1,14). Já na zona neutra, com taxa de transmissibilidade maior do que 1,00 e menor ou igual a 1,03, estão cinco municípios. A população potiguar dentro desta faixa é de 203.026. Caicó (1,01) e São Gonçalo do Amarante (1,02) são as principais cidades englobadas nessa zona.

Na zona segura, a recomendada para controlar a disseminação da doença com taxa menor ou igual a 1,00, estão 41 municípios e 786.932 habitantes potiguares. Parnamirim, Macaíba e Açu estão entre os municípios dentro desse grupo.

De acordo com o Lais, a taxa de transmissibilidade é um indicador importante para analisar a pandemia do coronavírus. No entanto, o laboratório destaca que os dados não podem ser utilizados separadamente. “É preciso considerar outros indicadores nas avaliações dos contextos epidemiológicos”, apontou.

Confira os dados em todos os municípios do RN, separados por zonas:

Zona de perigo (taxa maior que 2,00)

Januário Cicco 5,00
Barcelona 4,97
Ruy Barbosa 4,63
Lagoa de Velhos 4,56
Major Sales 4,14
Riacho de Santana 3,61
Baía Formosa 3,60
Passagem 3,23
Riacho da Cruz 2,92
Pedra Grande 2,42
Água Nova 2,37
São Pedro 2,28
Timbaúba dos Batistas 2,28
Martins 2,21
Santana do Seridó 2,06

Zona de risco (taxa maior que 1,03 a menor ou igual a 2,00)

Itaú 2,00
Jundiá 1,90
Jaçanã 1,89
Triunfo Potiguar 1,85
Jucurutu 1,84
Maxaranguape 1,81
Lagoa D’anta 1,76
Vera Cruz 1,75
Messias Targino 1,74
Coronel João Pessoa 1,71
Carnaubais 1,70
Taboleiro Grande 1,66
Luís Gomes 1,65
Vila Flor 1,64
Pedro Avelino 1,63
Ipanguaçu 1,61
Parazinho 1,61
Serra Caiada 1,60
Serra do Mel 1,58
Jardim de Piranhas 1,57
Pedra Preta 1,57
Tibau 1,55
Venha-Ver 1,54
Macau 1,52
Coronel Ezequiel 1,51
São Miguel 1,48
São José do Campestre 1,47
São João do Sabugi 1,46
Várzea 1,46
Angicos 1,44
Lajes Pintadas 1,44
Augusto Severo 1,43
Antônio Martins 1,42
Olho D’água do Borges 1,42
Serra Negra do Norte 1,38
Lajes 1,37
Portalegre 1,35
Bom Jesus 1,33
Campo Redondo 1,33
Sítio Novo 1,32
Florânia 1,31
Caiçara do Norte 1,30
Pedro Velho 1,29
Santana do Matos 1,29
Itajá 1,27
São Tomé 1,27
Carnaúba dos Dantas 1,26
Cerro Corá 1,26
Pendências 1,26
Equador 1,25
Caiçara do Rio do Vento 1,24
Alto do Rodrigues 1,23
Umarizal 1,23
Baraúna 1,22
Goianinha 1,22
São Miguel do Gostoso 1,22
Tenente Laurentino Cruz 1,22
Bento Fernandes 1,21
Japi 1,21
Pureza 1,21
São Rafael 1,21
São Bento do Norte 1,20
Nova Cruz 1,19
Viçosa 1,18
Canguaretama 1,17
Marcelino Vieira 1,17
Passa e Fica 1,17
Lagoa de Pedras 1,16
Nísia Floresta 1,16
Patu 1,16
Tibau do Sul 1,16
Caraúbas 1,14
João Câmara 1,14
Monte das Gameleiras 1,14
Mossoró 1,14
Rio do Fogo 1,14
Serrinha dos Pintos 1,14
Areia Branca 1,13
Ielmo Marinho 1,13
Paraná 1,13
Touros 1,13
Espírito Santo 1,12
São Paulo do Potengi 1,12
Arez 1,11
Santa Cruz 1,11
Currais Novos 1,10
Monte Alegre 1,10
Rafael Godeiro 1,10
Apodi 1,09
Encanto 1,09
Frutuoso Gomes 1,09
São Fernando 1,09
Taipu 1,09
Extremoz 1,08
Natal 1,07
Rafael Fernandes 1,06
São Vicente 1,06
Alexandria 1,05
Francisco Dantas 1,05
São José de Mipibu 1,05
Afonso Bezerra 1,04
Brejinho 1,04
Riachuelo 1,04

Zona neutra (Maior que 1,00 a menor ou igual a 1,03)

Serrinha 1,03
Tenente Ananias 1,03
Guamaré 1,02
São Gonçalo do Amarante 1,02
Caicó 1,01

Zona segura (igual ou menor a 1,00)

Montanha 1,00
Santo Antônio 1,00
São Francisco do Oeste 1,00
São José do Seridó 1,00
Parnamirim 0,99
Santa Maria 0,98
Grossos 0,97
Pau dos Ferros 0,97
Jardim do Seridó 0,96
Almino Afonso 0,95
Acari 0,93
Tangará 0,93
Macaíba 0,91
Cruzeta 0,90
Ipueira 0,90
Lagoa Nova 0,90
Lucrécia 0,90
Governador Dix-Sept Rosado 0,89
Janduís 0,89
Poço Branco 0,89
Senador Georgino Avelino 0,89
Ouro Branco 0,87
Upanema 0,87
Doutor Severiano 0,85
Parelhas 0,85
Açu 0,84
Paraú 0,84
Lagoa Salgada 0,83
Ceará-Mirim 0,82
Galinhos 0,81
Senador Elói de Souza 0,79
Bodó 0,78
Fernando Pedroza 0,77
Jardim de Angicos 0,75
João Dias 0,72
Felipe Guerra 0,70
Pilões 0,69
Porto do Mangue 0,64
José da Penha 0,62
Rodolfo Fernandes 0,60
São Bento do Trairi 0,56

Portal da Tropical

Deixe seu comentário

Educação Irmãos são aprovados em 1º lugar nos cursos de medicina da UERN e da UFERSA, em Mossoró

17 Abr2021

Por Jbelmont às 09h46

Foto: Arquivo Pessoal

Ao abrirem o site do Sistema de Seleção Unificado (SiSU), na manhã desta sexta-feira (16), os irmãos Diana Lívia de Sales Lima, de 18 anos, e Gildo Luiz de Sales Neto, de 19 anos, tiveram uma grande surpresa: ambos foram aprovados na primeira colocação para cursos de medicina.

Diana foi selecionada para a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), enquanto o irmão, Gildo Neto, foi selecionado para a Universidade Federal Rural do Semi-Árido, ambas na cidade de Mossoró.

Os dois concluíram o ensino médio, no Instituto Federal do Rio Grande do Norte. Esta foi a primeira vez que eles fizeram o Enem para concorrer a uma vaga no SiSU. Ambos já haviam realizado o exame em anos anteriores, mas apenas como treineiros.

Filhos de uma professora e de um policial militar, eles contam que os pais nunca mediram esforços para proporcionar toda a base e todo o apoio para que eles chegassem a essa aprovação.

Diana conta a emoção que sentiu ao abrir o sistema e ver que ambos estavam aprovados. “Foi uma alegria que inundou o meu coração e o da minha família. Para ser sincera, não fiquei surpresa, pois as classificações parciais ao longo do processo já davam ótimos indícios de que nós dois passaríamos. Mas, mesmo assim, sempre dá aquele nervosismo”.



Os irmãos nem sempre sonharam em cursar medicina, mas o desejo pelo curso foi se tornando uma realidade durante o ensino médio, conforme relata Gildo Neto.

“Quando eu era mais novo, ficava muito em dúvida entre fazer alguma Engenharia ou Medicina como curso superior, porque sempre gostei tanto da área de Matemática como também da área de Ciências da Natureza. Mas, com o curso técnico em Mecânica que fiz no IF, eu pude ter um conhecimento maior sobre como é um curso na área tecnológica das Engenharias, e cheguei à conclusão de que Medicina era mais interessante para mim. Então, quando eu vi que minha nota no Enem tinha sido boa, eu resolvi arriscar para Medicina” conta.

Já Diana explica que sempre teve uma admiração pelo ofício e sempre foi uma área com a qual ela se identificava quando pensava em futuro, mas foi durante a pandemia e o isolamento social que ela decidiu tentar medicina.

“Tive muito tempo de introspecção para avaliar minhas decisões e, agora que fui aprovada, estou muito contente e satisfeita com a escolha que fiz”.

Mossoró Hoje 

Deixe seu comentário

Potiguar derrota o Força e Luz e obtêm segunda vitória seguida no Estadual

16 Abr2021

Por Jbelmont às 22h17

Marcos Santos/ Da Redação

O Potiguar derrotou o Força e Luz por 2x1 na tarde desta sexta-feira, 16, no Estádio Nogueirão. Foi a segunda vitória e seguida do time mossoroense no Campeonato Estadual.

O Potiguar começou em cima do adversário e abriu o placar com um minuto de jogo. Em jogada ensaiada de escanteio, o atacante Zé Flores, livre, completou para o fundo das redes.

O segundo gol não demorou. Zé Flores acionou Madson, que avançou e na frente do goleiro não desperdiçou. Potiguar 2x0.

Ainda no 1º tempo, o Força e Luz descontou, através de pênalti. Mayquinho, que entrou no posto de Jefinho, derrubou Biel Potiguar dentro da grande área. Com categoria, o atacante Vinicius Carvalho converteu em gol.

Na segunda etapa, o Potiguar teve a chance de ampliar, mas o ala Berriel, na frente do goleiro, perdeu a chance.

O Força e Luz se mandou para frente e pressionou o Potiguar. Foi aí que a estrela do goleiro Caio Borges brilhou ao defender dois arremates difíceis: um no cabeceio de André Costa e o outro no arremate de Sander de fora da área em que a bola tinha endereço certo.

Antes, o zagueiro Jheann Santos havia salvado o Potiguar ao evitar o gol do centroavante André Costa, que finalizou após driblar Caio Borges. Jheann tirou a bola praticamente em cima da linha.

No finalzinho, no contra-ataque do Potiguar, Alexandre Talento passou da marcação e serviu a Walber, que tocou para o gol, sem goleiro. O zagueiro Tiago Bob salvou em cima da linha.

O próximo jogo do Potiguar será na próxima quarta-feira, 21, diante do ABC, em Natal. O Força e Luz só voltará a campo no dia 28 no duelo com o Globo, em Natal.



FICHA TECNICA

Local – Estádio Nogueirão

Juiz – Tarcísio Flores

Potiguar – Caio Borges, Sandro, Jheann Santos, Wallace Ferreira e Berriel; Filipe Silva, Jefinho (Mayquinho/Fernando) e Mayron; Walber, Madson (Alexandre Talento) e Zé Flores (Hudson). Tec. Luciano Quadros

Força e Luz – Odair, Biel Potiguar (Ismael), Tiago Bob, Jadson (Manoel) e Caique (Ciel); João Victor, Cícero, Robertinho (Sander) e Histone; André Costa e Vinícius Carvalho (Felipe). Téc. João Paulo

Deixe seu comentário

Governo federal autoriza repasse de R$ 2,6 bilhões a estados e municípios para ‘kit intubação’ e leitos de UTI

16 Abr2021

Por Jbelmont às 22h07

Foto: Silvio Avil / Hospital de Clínicas

O presidente Jair Bolsonaro autorizou nesta sexta-feira a abertura de um crédito de R$ 2,6 bilhões para o Ministério da Saúde enviar aos estados para custeio de leitos de UTI e compra de medicamentos do chamado “kit intubação” utilizado em pacientes com Covid-19 e que precisam de ajuda na respiração, além de outros gastos relacionados à pandemia. Os repasses ocorrem após alertas de alguns estados para a possibilidade de escassez de medicamentos nos próximos dias.

Os valores foram autorizados por meio de medida provisória editada na noite desta sexta-feira e publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

Mais de 33% dos municípios afirmam que há risco de falta de medicamentos do “kit intubação”, segundo pesquisa semanal da Confederação Nacional de Municípios (CNM) divulgada nesta sexta-feira. Na semana passada, 1.207 cidades alertaram sobre o perigo.

Nesta quinta-feira, a pasta anunciou envio para os estados de 2,3 milhões de unidades de medicamentos utilizados para intubação; todo o lote foi doado por empresas. Os insumos chegarão ao aeroporto de Guarulhos ainda nesta quinta-feira, às 22h30, de onde serão distribuídos para todo o país, devendo chegar em até 48 horas aos destinos finais.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, entretanto, cobrou que estados realizassem processos próprios de aquisição de remédios.

— Os estados também têm que procurar esses medicamentos, sobretudo grandes estados. Existem estados que têm economia maior do que de países, que têm condições de buscar esses insumos. Não é só empurrar isso para as costas do Ministério da Saúde, é uma atuação tripartite. Se instituições privadas buscam importações e trazem esses insumos para cá, por que grandes estados não fazem isso? Fica essa questão— afirmou Queiroga, ressaltando que não se deve “um atirando no outro” e que é hora de “esquecermos o Twitter”.

Com a abertura do crédito, o governo federal estima que os leitos de terapia intensiva exclusivos para pacientes com Covid-19 chegue a 21.300. Atualmente, segundo dados do Ministério da Saúde, há autorização publicada para 18.925 leitos.

Além da expansão de leitos e da aquisição do kit intubação, o dinheiro também será utilizado para que estados e municípios invistam na logística de pacientes, medicamentos e insumos estratégicos, além de outras ações e serviços públicos de saúde relacionados ao enfrentamento da pandemia.

Com informações de O Globo

Deixe seu comentário

Apesar de seguir decreto estadual, prefeito de Natal vai pedir a governadora que flexibilize horário para bares e restaurantes

16 Abr2021

Por Jbelmont às 20h10

Terminou há pouco a reunião do Comitê Científico da Prefeitura de Natal. Optou-se pela decisão de seguir o decreto do Governo do Estado

.

No entanto, o prefeito Álvaro Dias pedirá que a governadora Fátima Bezerra flexibilize o horário de funcionamento de bares e restaurantes.

bg

Deixe seu comentário

COVID: Brasil registra 3.305 óbitos e 85 mil novos casos nas últimas 24h

16 Abr2021

Por Jbelmont às 19h05

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta sexta-feira (16):

– O país registrou 3.305 óbitos nas últimas 24h, totalizando 368.749 mortes;

– Foram 85.774 novos casos de coronavírus registrados, no total 13.832.455 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 12.298.863, com o registro de mais 65.568 pacientes curados. Outros 1.164.843 pacientes estão em acompanhamento


NÚMEROS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

Estados

Subindo (6 estados): AP, ES, GO, PA, PR e RR
Em estabilidade (15 estados e o Distrito Federal): AC, AL, AM, BA, CE, DF, MA, MG, MS, PE, PI, RJ, RN, SE, SP e TO
Em queda (5 estados): MT, PB, RO, RS e SC

Deixe seu comentário

RN contabiliza 26 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 15 dentro do dia; novos casos são 592

16 Abr2021

Por Jbelmont às 13h03

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta sexta-feira (16). Foram mais 592 casos confirmados, totalizando 211.050. Até quinta-feira (15) eram 210.458 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 5.045 no total, sendo 15 mortes registradas nas últimas 24h: Natal(02), Mossoró(02), São Gonçalo do Amarante(02), Maxaranguape(01), São Miguel do Gostoso(01), Canguaretama(01), Caraúbas(01), Jardim do Seridó(01), São Tomé(01), Jucurutu(01), Tenente Ananias(01) e Assu(01).

A Sesap ainda registrou outros 11 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.015. Na quinta-feira (15), o número total de mortes era 5.019.

Casos suspeitos somam 52.774 e descartados 432.262. Recuperados são 150.649.

Deixe seu comentário

Ministério da Saúde pede que, se possível, mulheres adiem gravidez até melhora da pandemia

16 Abr2021

Por Jbelmont às 13h02

Grávidas com doenças prévias devem se vacinar contra Covid-19 e gestantes sem doenças também podem receber vacina, segundo secretário de Atenção Primária à Saúde.

Deixe seu comentário

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid-19 de 95,7%

16 Abr2021

Por Jbelmont às 12h40

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 95,7%, registrada no fim da manhã desta sexta-feira (16). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 710.

Até o momento desta publicação são 16 leitos críticos (UTI) disponíveis e 359 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 63 disponíveis e 351 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 94,7% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 99,1% e a Região Seridó tem 92,5%.

Deixe seu comentário

RN tem 42 pacientes com Covid-19 à espera de UTI

16 Abr2021

Por Jbelmont às 12h33

Foto: Reprodução/Regula RN

O Rio Grande do Norte registra no fim da manhã desta sexta-feira(16) quarenta e dois(42) pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. Às 12h20, o estado tinha 16 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes é da região metropolitana de Natal.

BG

Deixe seu comentário

RN recebe novo lote com 89,4 mil doses de vacina contra a Covid-19

16 Abr2021

Por Jbelmont às 09h23

Carga chegou na madrugada e será distribuída aos municípios ainda nesta sexta, segundo o governo. As doses, seguindo a orientação do Ministério da Saúde, são voltadas aos potiguares idosos, trabalhadores da saúde e forças de segurança

O Rio Grande do Norte recebeu um novo lote de vacinas contra a Covid-19 na madrugada desta sexta (16). São 89,4 mil doses, entre imunizantes CoronaVac/Butantan e Oxford/Fiocruz, que a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) distribuirá aos municípios potiguares ainda nesta sexta.

As doses, seguindo a orientação do Ministério da Saúde, são voltadas aos potiguares idosos, trabalhadores da saúde e forças de segurança. As 36.400 doses da CoronaVac serão divididas entre a primeira dose para pessoas entre 60 e 64 anos, trabalhadores da segurança e da saúde, além da dose 2 para quem trabalha na saúde e idosos entre 65 e 69 anos.

Quase 9 mil pessoas estão com a 2ª dose da vacina contra Covid atrasada no RN
Já no caso da Oxford serão 53 mil doses, todas destinadas à ampliação da vacinação com a primeira doses para idosos entre 60 e 69 anos.

A distribuição dos imunizantes seguirá o mesmo esquema de segurança montado desde janeiro, coordenado por Sesap e Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), contando com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar.

Vacinação
De acordo com a plataforma RN+ Vacina, até o início da manhã desta sexta-feira 415 mil potiguares receberam ao menos a primeira dose. Assim, o RN chegou a 54% da meta de vacinação para o público-alvo da fase 2 do plano de imunização, que é de 757.069 pessoas.

Deixe seu comentário

RN registra 1 mil mortes por Covid-19 em menos de um mês

16 Abr2021

Por Jbelmont às 08h56

Estado avançou de 4 mil para 5 mil óbitos entre os dias 17 de março e 15 de abril.
Por Leonardo Erys, Norton Rafael e Sara Cardoso, G1 RN e Inter TV Cabugi

O Rio Grande do Norte teve 1 mil mortes confirmadas por Covid-19 em um período menor que um mês. Nesta quinta-feira (15), o estado chegou aos 5 mil óbitos pela doença desde o início da pandemia e apenas 29 dias depois de atingir as 4 mil mortes, no dia 17 de março.

O levantamento foi feito pelo G1, com base nos dados dos boletins epidemiológicos da doença.

Uma dessas 1 mil vítimas nestes 29 dias foi o jornalista Francileno Góis, de 50 anos, que não resistiu às complicações da Covid-19 e morreu no município de Pau dos Ferros, na região Alto Oeste do estado, depois de 10 dias internado.

Esse é o menor intervalo de tempo para a confirmação de mil mortes no estado nesses 14 meses de pandemia. Anteriormente, o menor período havia sido de 43 dias, quando o estado pulou das primeiras 1 mil mortes registradas, em 30 de junho, para as 2 mil, em 11 de agosto.

"Hoje o que nós temos é uma previsão para abril que continue tendo essas 20, 25 pessoas (vítimas da Covid-19) todos os dias. Nós temos aí uma quinzena dura em abril, se o sistema continuar do mesmo jeito", explicou o professor do Departamento de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Dias do Nascimento.

O maior espaçamento registrado aconteceu entre 11 de agosto e 3 de janeiro, quando se passaram 187 dias para o estado avançar de 2 mil para 3 mil mortes.

Depois disso, o ritmo de contaminação aumentou, segundo os especialistas, além do aparecimento de duas variantes do coronavírus no estado. Com mais casos sendo confirmados, subiram também os casos graves, que levam à morte.

Em todo o ano de 2020, o Rio Grande do Norte confirmou 2.993 mortes. Apenas de janeiro ao dia 15 de abril de 2021, pouco mais de quatro meses, já foram 2.026 mortes. O último mês de março fechou como mês mais letal de toda a pandemia, totalizando 922 óbitos.

Além das mortes confirmadas, o boletim epidemiológico mais recente informou que há outras 1.007 mortes ainda em investigação para saber se ocorreram ou não por Covid-19. Essas mortes são analisadas pelas vigilâncias sanitárias do estado e dos municípios. Algumas delas dependem do apoio do Laboratório Central de Saúde Pública do RN(Lacen-RN), que atualmente está sobrecarregado.

"O alerta que fica aqui é que se continuarmos com o mesmo tipo de decreto, de vida que todos estão levando, sem vacina, essa vai ser a cadência pros próximos 15 dias", explicou o professor José Dias do Nascimento.


O estado está com ocupação maior que 90% desde o dia 1 de março nos leitos de UTI, segundo o Regula RN. Nesta quinta-feira, 63 pacientes que necessitam de internação aguardavam um leito de UTI na fila de espera (entenda aqui por que há pacientes na fila mesmo sem a taxa de ocupação atingir os 100%).

g1rn           

VÍDEOS: veja reportagens do RN1
83 vídeos
Grupo de voluntários ajuda moradores de rua durante pandemia

Deixe seu comentário

VÍDEO: “Só Deus me tira da cadeira presidencial”, diz Bolsonaro sobre impeachment

16 Abr2021

Por Jbelmont às 08h48

Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que apenas Deus pode tirá-lo da cadeira presidencial. O comentário de Bolsonaro foi uma resposta à informação de que a ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu cinco dias para que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), explique os motivos por não ter analisado os pedidos de impeachment protocolados na Câmara.


A decisão da ministra foi tomada em um processo no STF que questiona por que a Câmara dos Deputados não analisou os mais de 100 pedidos de impeachment já protocolados contra Bolsonaro. De acordo com a Constituição, a decisão sobre a abertura ou não de um processo de impeachment cabe ao presidente da Câmara, que não possui prazo para tomar a decisão.

— Eu não quero me antecipar e falar o que acho sobre isso, mas digo uma coisa: só Deus me tira da cadeira presidencial e me tira, obviamente, tirando a minha vida. Fora isso, o que estamos vendo acontecer no Brasil não vai se concretizar. Mas não vai mesmo. Não vai mesmo — afirmou Bolsonaro durante a live semanal que realiza nas redes sociais.

Nesta quinta-feira, a maioria do Supremo Tribunal Federal confirmou a decisão do ministro Edson Fachin que anulou todas as condenações do ex-presidente Lula. Durante a live, o presidente comentou a decisão. Acompanhado do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, comparou números de seu governo com os do petista.

— Se o Lula voltar, pelo voto direto, pelo voto auditável, tudo bem. Agora veja qual vai ser o futuro do Brasil com o tipo de gente que ele vai trazer para dentro da presidência. Se o Lula for eleito, em março de 2023, ele vai escolher mais 2 ministros para o STF — afirmou o presidente.

O Globo

Deixe seu comentário

Pfizer admite “provável” necessidade de 3ª dose da vacina

16 Abr2021

Por Jbelmont às 08h44

O CEO da Pfizer, Albert Bourla, afirmou nesta quinta-feira (15/4) que é “provável” que seja necessária uma terceira dose da vacina desenvolvida pela farmacêutica contra a Covid-19. A injeção de reforço teria que ser aplicada seis meses após a vacinação com as duas doses administradas atualmente, de acordo com o representante.

Segundo Bourla, há grandes chances de que a imunização contra o coronavírus tenha que ser feita anualmente. As informações foram divulgadas durante um painel de discussão organizado pela rede de televisão CNBC, em conjunto com a CVS Health. “É extremamente importante suprimir o número de pessoas que podem ser suscetíveis ao vírus”, ressaltou o diretor-executivo da Pfizer.

Os estudos sobre uma potencial terceira dose da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Pfizer e pela BioNTech começaram no fim de fevereiro, como estratégia para combater as variantes do novo coronavírus – em especial, a da África do Sul (B.1.351). Isso porque o atual regime de duas doses produziu uma resposta imunológica mais fraca contra a variante sul-africana.

Ao todo, 144 voluntários receberão a terceira dose. Os pesquisadores querem priorizar pessoas que participaram dos testes de estágio inicial da vacina nos Estados Unidos, no ano passado.

Nos testes do “mundo real”, a vacina mostrou 91% de eficácia, seis meses após a aplicação da segunda dose. (Com informações do Daily Mail)

METRÓPOLES

Deixe seu comentário

Instituto emite alerta de fortes chuvas para 137 cidades do RN

16 Abr2021

Por Jbelmont às 08h37

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) emitiu um alerta de fortes chuvas para 137 municípios do Rio Grande do Norte. O comunicado de perigo potencial por causa das chuvas é válido até às 11h desta sexta (16).

De acordo com o instituto, a previsão é de chuvas com intensidade de 20 a 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros por dia, com baixo risco de alagamentos e descargas elétricas.

Confira as cidades sob alerta:

Acari
Afonso Bezerra
Alexandria
Almino Afonso
Alto Do Rodrigues
Angicos
Antônio Martins
Apodi
Areia Branca
Augusto Severo
Açu
Baraúna
Barcelona
Bento Fernandes
Bodó
Caicó
Caiçara Do Norte
Caiçara Do Rio Do Vento
Campo Redondo
Caraúbas
Carnaubais
Carnaúba Dos Dantas
Cerro Corá
Coronel Ezequiel
Coronel João Pessoa
Cruzeta
Currais Novos
Doutor Severiano
Encanto
Equador
Felipe Guerra
Fernando Pedroza
Florânia
Francisco Dantas
Frutuoso Gomes
Galinhos
Governador Dix-Sept Rosado
Grossos
Guamaré
Ielmo Marinho
Ipanguaçu
Ipueira
Itajá
Itaú
Jandaíra
Janduís
Januário Cicco
Japi
Jardim De Angicos
Jardim De Piranhas
Jardim Do Seridó
Jaçanã
José Da Penha
João Câmara
João Dias
Jucurutu
Lagoa D’Anta
Lagoa De Velhos
Lagoa Nova
Lajes
Lajes Pintadas
Lucrécia
Luís Gomes
Macau
Major Sales
Marcelino Vieira
Martins
Messias Targino
Monte Das Gameleiras
Mossoró
Olho-D’Água Do Borges
Ouro Branco
Paraná
Parazinho
Paraú
Parelhas
Passa E Fica
Patu
Pau Dos Ferros
Pedra Grande
Pedra Preta
Pedro Avelino
Pendências
Pilões
Portalegre
Porto Do Mangue
Poço Branco
Pureza
Rafael Fernandes
Rafael Godeiro
Riacho Da Cruz
Riacho De Santana
Riachuelo
Rodolfo Fernandes
Ruy Barbosa
Santa Cruz
Santa Maria
Santana Do Matos
Santana Do Seridó
Santo Antônio
Senador Elói De Souza
Serra Caiada
Serra De São Bento
Serra Do Mel
Serra Negra Do Norte
Serrinha
Serrinha Dos Pintos
Severiano Melo
São Bento Do Norte
São Bento Do Trairí
São Fernando
São Francisco Do Oeste
São José Do Campestre
São José Do Seridó
São João Do Sabugi
São Miguel
São Miguel Do Gostoso
São Paulo Do Potengi
São Pedro
São Rafael
São Tomé
São Vicente
Sítio Novo
Taboleiro Grande
Taipu
Tangará
Tenente Ananias
Tenente Laurentino Cruz
Tibau
Timbaúba Dos Batistas
Touros
Triunfo Potiguar
Umarizal
Upanema
Venha-Ver
Viçosa
Água Nova

GRANDE PONTO

Deixe seu comentário

Auxílio emergencial: Caixa antecipa saque em dinheiro da primeira parcela; veja datas

15 Abr2021

Por Jbelmont às 21h00

Imagem: Arthur Souza/Photopress/Estadão Conteúdo

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quinta-feira (15) a antecipação do calendário de saques em dinheiro da primeira parcela do auxílio emergencial de 2021.

Segundo o presidente do banco, Pedro Guimarães, a intenção era adiantar a modalidade de saque em dinheiro “em duas semanas”. A antecipação, no entanto, será menor que essa para a maioria dos beneficiários.

Veja como fica o novo calendário de saques da primeira parcela, com base na data de nascimento do beneficiário:

Nascidos em janeiro: 30 de abril (era 4 de maio)
Nascidos em fevereiro: 3 de maio
Nascidos em março: 4 de maio
Nascidos em abril: 5 de maio
Nascidos em maio: 6 de maio
Nascidos em junho: 7 de maio
Nascidos em julho: 10 de maio
Nascidos em agosto: 11 de maio
Nascidos em setembro: 12 de maio
Nascidos em outubro: 13 de maio
Nascidos em novembro: 14 de maio
Nascidos em dezembro: 17 de maio
“No site auxilio.caixa.gov.br, nós teremos todo o calendário. Mas [a mudança] chega a antecipar em duas semanas e, já neste mês agora, no dia 30 de abril, a gente já começa a realizar também os pagamentos, ou seja, permitir o saque nas lotéricas e nos ATMs [caixas eletrônicos], que era só em maio”, declarou Pedro Guimarães.

Pelo calendário original, disponível no site da Caixa, os saques da primeira parcela seriam liberados a partir do dia 4 de maio, a depender da data de nascimento do beneficiário.

O calendário original prevê, ainda, a possibilidade de saques da segunda parcela a partir de 8 de junho, da terceira parcela a partir de 13 de julho e da quarta parcela a partir de 13 de agosto. Essas datas não foram alteradas no site da Caixa.

G1

Deixe seu comentário

Por 8 votos a 3, Supremo rejeita recurso que buscava reverter anulação das condenações de Lula

15 Abr2021

Por Jbelmont às 20h42

Plenário do Supremo Tribunal Federal julgou recurso apresentado pela Procuradoria-Geral da República (PGR), que contestou a decisão que anulou as condenações de ex-presidente.
Por Rosanne D'Agostino, G1 — Brasília

O Supremo Tribunal Federal decidiu nesta quinta-feira (15) rejeitar o recurso da Procuradoria-Geral da República (PGR) que buscava reverter a anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva impostas pela Justiça Federal do Paraná, na Operação Lava Jato.

Oito ministros (Fachin, Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia e Luís Roberto Barroso) votaram pela rejeição do recurso e três pela aceitação (Nunes Marques, Marco Aurélio Mello e Luiz Fux).

Rejeitado o recurso, as anulações das condenações serão mantidas, e Lula permanecerá elegível.

Para a defesa do ex-presidente, o resultado do julgamento "restabelece a segurança jurídica e a credibilidade do sistema de Justiça".

O julgamento terá continuidade no próximo dia 22 com a apreciação da suspeição do ex-juiz Sergio Moro, cuja atuação ao condenar o ex-presidente foi considerada parcial pela Segunda Turma do STF.

Edson Fachin é o relator dos recursos apresentados pela PGR e pela defesa de Lula sobre a decisão individual dele próprio que anulou as condenações. A PGR recorreu a fim de reverter a decisão. A defesa de Lula quer evitar que a decisão de Fachin leve à extinção de outros processos relacionados ao caso, entre os quais o que resultou na declaração de parcialidade do ex-juiz Sergio Moro ao julgar processo de Lula.

CONTINUAR LENDO É AQUI

Deixe seu comentário

Brasil tem mais de 365 mil mortos por Covid; estados registram 3.774 mortes em 24 horas

15 Abr2021

Por Jbelmont às 20h33

País contabilizou 13.758.093 casos e 365.954 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa.
Por G1

O país registrou 3.774 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas e totalizou nesta quinta-feira (15) 365.954 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias chegou a 2.952. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -2%, indicando tendência de estabilidade nos óbitos decorrentes da doença.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h desta quinta. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Já são 85 dias seguidos no Brasil com a média móvel de mortes acima da marca de mil; o país completa agora 30 dias com essa média acima dos 2 mil mortos por dia; e já são 20 dias com a média acima da marca de 2,5 mil.

Veja a sequência da última semana na média móvel:

Sexta (9): 2.938
Sábado (10): 3.025
Domingo (11): 3.109
Segunda (12): 3.125 (recorde)
Terça (13): 3.051
Quarta (14): 3.012
Quinta (15): 2.952
Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 13.758.093 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 80.529 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 67.396 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de -7% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade também nos diagnósticos.

Seis estados estão com alta nas mortes: AP, ES, MA, PR, RJ e RR.

Mortes e casos de coronavírus no Brasil e nos estados
Mortes e casos por cidade
Veja como está a vacinação no seu estado
Brasil, 15 de abril
Total de mortes: 365.954
Registro de mortes em 24 horas: 3.774
Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 2.952 por dia (variação em 14 dias: -2%)
Total de casos confirmados: 13.758.093
Registro de casos confirmados em 24 horas: 80.529
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 67.396 por dia (variação em 14 dias: -7%)
Estados
Subindo (6 estados): AP, ES, MA, PR, RJ e RR
Em estabilidade (16 estados): AC, AL, AM, BA, CE, GO, MG, MS, MT, PA, PE, PI, RN, SE, SP e TO
Em queda (4 estados e o Distrito Federal): DF, PB, RO, RS e SC
Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

NÚMEROS DO CONSÓRCIO DE IMPRENSA E DA GLOBO

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

g1

Deixe seu comentário

COVID: Brasil registra 3.560 óbitos e 73 mil novos casos nas últimas 24h

15 Abr2021

Por Jbelmont às 19h50

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quinta-feira (15):

– O país registrou 3.560 óbitos nas últimas 24h, totalizando 365.444 mortes;

– Foram 73.174 novos casos de coronavírus registrados, no total 13.746.681 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 12.236.295, com o registro de mais 65.524 pacientes curados. Outros 1.144.942 pacientes estão em acompanhamento.

NÚMEROS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE 

A homenagem do Blog aos enfermeiros heróis por trás das máscaras no combate a pandemia

O descanso é assim em muitos dos hospinais, por todo Brasil.

Deixe seu comentário

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 para 2022

15 Abr2021

Por Jbelmont às 16h38

Foto: USP Imagens

A proposta de salário mínimo feita pelo governo federal para 2022 é de R$ 1.147. O valor consta no projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) do ano que vem, anunciado pelo Ministério da Economia nesta quinta-feira (15), último dia do prazo para o envio ao Congresso Federal.

Os R$ 1.147 representam um aumento de 4,27% em relação aos atuais R$ 1.100. A variação é semelhante à do INPC, índice usado para o reajuste do piso salarial. Isso significa que o salário minimo deverá ficar sem aumento real (acima da inflação) pelo terceiro ano seguido.

Apesar de não reconhecer que mudou a política do salário mínimo, a equipe econômica já vinha reajustado o piso apenas com a variação da inflação mesmo antes da pandemia, com o argumento de que precisa preservar o ajuste fiscal.

Tradicionalmente, os reajustes do mínimo são calculados a partir do aumento do INPC somado da variação do Prduto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. Criada pelo governo Lula, essa regra virou lei em 2012, durante o governo Dilma, mas expirou em 2019.

Durante esse período, o salário mínimo não teve aumento acima da inflação em 2017 e 2018, já que o cálculo cosiderou os anos de 2015 e 2016, respectivamente, quando o país estava em recessão.

CNN Brasil

Deixe seu comentário

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid-19 de 97,3%

15 Abr2021

Por Jbelmont às 13h23

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 97,3%, registrada no fim da manhã desta quinta-feira (15). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 717.

Até o momento desta publicação são 10 leitos críticos (UTI) disponíveis e 360 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 62 disponíveis e 351 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 97,3% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 99,1% e a Região Seridó tem 92,5%.

Deixe seu comentário

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +