Número de casos de coronavírus no Brasil está dobrando a cada dois ou três dias

23 Mar2020

Por Jbelmont às 23h53

A Anvisa aprovou mais três novos testes para detectar a Covid-19. Agora, são 11 e, dentre eles, nove são do tipo rápido, em que o resultado sai em cerca de 15 minutos.

 

 



Número de casos de coronavírus no Brasil está dobrando a cada dois ou três dias

O Ministério da Saúde registrou o primeiro caso de Covid-19 no dia 26 de fevereiro. No dia 6 de março, eram 13 casos confirmados. No dia 8, 25. Três dias depois, em 11 de março, já eram 52. No dia 13, 98. No dia 15, eram 200. Três dias depois, em 18 de março, 428 casos. Na sexta-feira passada, dia 20, 904 casos confirmados. Nesta segunda, chegamos a 1.891.

O Ministério da Saúde avalia que os próximos dias serão decisivos para frear a curva de aceleração da Covid-19 no Brasil. Os técnicos avaliam diariamente os efeitos das decisões tomadas até aqui e o governo não descarta a possibilidade de anunciar novas medidas.

Uma delas é reforçar a prevenção. Depois de duas reuniões do presidente Jair Bolsonaro com governadores do Norte e Nordeste, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, fez questão de destacar um gesto simples.

“Está vendo como todo mundo é essencial em saúde nesse momento? Às vezes, um pequeno gesto como limpar esse microfone, como ele fez, se torna o gesto mais essencial numa reunião como essa. Então, quando a gente tem situações de saúde em que as pessoas perguntam: ‘o que é essencial?’ Dependendo do momento, tudo é essencial", disse o ministro.

Outra medida é aumentar o número de respiradores disponíveis. O governo está negociando com quatro empresas para ampliar a produção de respiradores para leitos de UTI. Hoje as empresas conseguem entregar 600 por mês.

"O nosso esforço de produção de equipamentos de proteção individual e de ventiladores vai crescendo. A gente já consegue falar em 300, 400 respiradores por semana só na produção interna para o SUS. Já estamos aumentando isso para 3, 4 mil por mês, o que dá fôlego para a gente acompanhar com autossuficiência. Já surgem outras alternativas de soluções que foram testadas na Itália, de um respirador fazer a duplagem da saída e um respirador atender dois, o que e possível com filtros", disse.

O ministro disse que é possível que com ajuda do setor privado e de cientistas, que o Brasil desenvolva soluções próprias.

"Devemos padronizar soluções nossas, brasileiras, para enfretar a crise. Temos criatividade, temos indústria, temos soluções, parcerias, iniciativas privadas forte, universidades boas, cientistas bons e uma força de trabalho aguerrida", destacou.

Entre as prioridades está a de testar um número maior de pessoas. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, aprovou nesta segunda mais três novos testes desenvolvidos por empresas privadas para detectar a Covid-19. Agora são 11 os testes aprovados pela agência, destes nove são do tipo rápido, cujo resultado sai em cerca de 15 minutos.

No sábado (21), o Ministério da Saúde anunciou que vai distribuir 10 milhões de testes rápidos para ampliar o número de pessoas testadas. A previsão é que o primeiro lote chegue no início da semana que vem. Até agora, por causa do número de testes disponíveis, só são avaliados os casos considerados graves.

Na página do Jornal Nacional você vê a evolução do número de casos por estado.

 

G1

Deixe seu comentário

Prefeitura de Mossoró determina fechamento do comércio

23 Mar2020

Por Jbelmont às 22h14

A Prefeitura de Mossoró publicou hoje, 23, o Decreto nº 5631 que declara situação de calamidade pública no município e dispõe sobre medidas temporárias de prevenção, controle e enfrentamento ao contágio pelo coronavírus. 
 
Dentre as iniciativas estão restrições ao funcionamento do comércio, suspensão das atividades do Mercado Central e mercado do Vuco-Vuco e de eventos públicos e privados. 
 
De acordo com o texto, as medidas são válidas até 30 de março de 2020.
 
Somente serviços essenciais
 
Com o decreto está suspenso o funcionamento dos estabelecimentos comerciais e de serviços, exceto agências bancárias, padarias, supermercados, postos de gasolina, clínicas e farmácias veterinárias, pet shops, transporte coletivo, hotéis e serviços fúnebres. 
 
 
A Cobal, o Mercado João Félix (mercado da Carne e Ave) e o Mercado Pedro Freire da Costa (mercado do Alto da Conceição) funcionarão observando o disposto no art. 10 do Decreto estadual n. 29.541, de 20 de março de 2020, destinadas unicamente para a comercialização de gêneros alimentícios, sendo vedadas quaisquer outras atividades, e encerrará suas atividades abertas ao público às 12h.
 
O decreto também suspende por 90 dias a realização e a concessão de licenças para realização de shows, feiras, congressos e demais eventos similares, públicos ou privados, gratuitos ou onerosos, em recinto aberto ou fechado ao público, em Mossoró. Com isso, o Mossoró Cidade Junina foi cancelado. 
 
As medidas definidas neste decreto serão avaliadas periodicamente pelo Comitê Municipal de Supervisão, Monitoramento e  Gestão de Emergência em Saúde Pública. 
 
O Decreto nº 5631 está disponível na edição desta segunda,23, do Jornal Oficial de Mossoró (JOM).
 
Texto da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Mossoró

 

Deixe seu comentário

Mossoró tem 59 casos suspeitos de coronavírus e um confirmado

23 Mar2020

Por Jbelmont às 22h07

O mais recente boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira pela Secretaria Estadual de Saúde aponta para 59 casos suspeitos de coronavírus em Mossoró e um confirmado.

Ao todo, o Rio Grande do Norte possui 270 casos suspeitos e 13 confirmados, além de outros 43 descartados.

Confira a relação dos municípios com casos suspeitos e/ou confirmados:

 

Natal – 120 suspeitos (9 confirmados e 27 descartados)
Mossoró – 59 suspeitos (1 confirmado e 3 descartados)
Parnamirim – 15 suspeitos (3 confirmados e 8 descartados)
Assu – 6 suspeitos
São Gonçalo do Amarante – 4 suspeitos
São José do Mipibu – 4 suspeitos
Rio do Fogo – 3 suspeitos
Tibau – 3 suspeitos
Nísia Floresta – 3 suspeitos
Guamaré – 3 suspeitos
Parelhas – 2 suspeitos
Patu – 2 suspeitos
Baraúna – 2 suspeitos
Barcelona – 2 suspeitos
Brejinho – 2 suspeitos
Ceará-Mirim – 2 suspeitos
Extremoz – 2 suspeitos
Jundiá – 2 suspeitos
Macaíba – 2 suspeitos
Santa Cruz – 2 suspeitos

Cidades com um caso suspeito
Angicos, Areia Branca, Augusto Severo, Baía Formosa, Caicó, Canguaretama, Caraúbas, Doutor Severiano, Espírito Santo, Florânia, Frutuoso Gomes, Goianinha, Jardim do Seridó, João Câmara, Macau, Monte Alegre, Nova Cruz, Santa Maria, Ruy Barbosa, São Fernando, São Miguel do Gostoso e Tibau do Sul.

Deixe seu comentário

Novo balanço do Ministério da Saúde registra 34 mortes no Brasil em razão do novo coronavírus

23 Mar2020

Por Jbelmont às 17h36

O novo balanço do Ministério da Saúde registra 34 mortes no Brasil em razão do novo coronavírus. Eram 25 até ontem.

O total de casos confirmados subiu de 1.546 para 1.891 –alta de 22,3%.

O Antagonista

 

Deixe seu comentário

Itália atinge a marca de 6 mil mortos pela Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus

23 Mar2020

Por Jbelmont às 17h12

Contágio também subiu: são 50.418 pessoas infectadas pelo vírus, 4.289 a mais do que o registrado no domingo (22).

 

Restaurante fica vazio em Veneza; governo da Itália ampliou quarentena para tentar frear o coronavírus — Foto: Manuel Silvestri/AP 


A Itália superou nesta segunda-feira (23) a marca de 6 mil mortos pela Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus. Ao todo, são 6.077 mortos pela doença, um aumento de 602 casos nas últimas 24 horas, segundo a agência de notícias EFE.

A Itália é o país com maior número de casos na Europa e já superou as mortes registradas na China.

O número de contágios também está aumentando no país. São 50.418 pessoas infectadas pelo vírus, 4.289 a mais do que o registrado no domingo (22).

Na Espanha, segundo país a ter o maior número de casos na Europa, o contágio de médicos está aumentando –são cerca de 4 mil com coronavírus, disseram autoridades na segunda-feira (23).

Em Madri, a cidade que luta contra a maior carga de vírus da Espanha, a funerária municipal anunciou que interromperá a coleta de corpos a partir de terça-feira (24) devido à escassez de equipamentos. Casas funerárias privadas estão operando na capital.

Pandemia 'acelera' no mundo
Nesta segunda, a Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou que a pandemia 'acelerou' em quatro dias, com o surgimento de 100 novos casos.

De acordo com a organização, o número de casos de Covid-19 atingiu a marca de 100 mil em 67 dias – mas levou apenas 11 dias para dobrar e atingir 200 mil casos, e outros quatro dias para chegar a 300 mil casos.

O diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, afirmou que a solução para conter a pandemia requer "coordenação política em nível mundial". Ele afirmou que vai conversar com chefes de estado dos países do G-20.

 G1

Deixe seu comentário

Bolsonaro revoga trecho de MP que suspenderia salários

23 Mar2020

Por Jbelmont às 14h24

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (23) que revogou o trecho da medida provisória 927 que previa a suspensão dos contratos de trabalho por 4 meses.

A medida foi publicada pelo governo nesta segunda no "Diário Oficial da União", com ações para combater o efeito da pandemia de coronavírus sobre a economia. O governo defende a MP como uma forma de evitar demissões em massa. O trecho revogado pelo presidente foi o artigo 18.

Casos de coronavírus no Brasil em 23 de março
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), partidos políticos e entidades já haviam se manifestado contra pontos da MP editada pelo governo e defenderam aperfeiçoamento do texto.

"Determinei a revogação do art.18 da MP 927, que permitia a suspensão do contrato de trabalho por até 4 meses sem salário", escreveu Bolsonaro em uma rede social.

Uma medida provisória, assim que assinada pelo presidente, passa a valer como lei. Em no máximo 120 dias, precisa ser aprovada pelo Congresso, senão perde a validade.

Os outros pontos que não foram revogados pelo presidente seguirão para a análise de deputados e senadores.

VER MAIS CLIQUE AQUI

Deixe seu comentário

Fábio Jr. se interna em São Paulo com falta de ar e mal-estar

23 Mar2020

Por Jbelmont às 12h22


Fábio Jr. deu entrada no Hospital Albert Eintein em São Paulo, na tarde desse domingo (22.03) com falta de ar e mal-estar. Após se consultar com seu médico de confiança, o infectologista David Uip, ele foi orientado a buscar ajuda. De acordo com a sua assessoria de imprensa, após realizar exames, o teste para covid-19 deu negativo, mas o cantor de 66 anos continua internado realizando um check-up geral.

"Ele fez o teste para coronavírus, deu negativo, mas o médico achou melhor fazer um check-up geral de sua saúde, por enquanto não tem previsão de alta por conta da realização desses exames", disse sua assessoria de imprensa com exclusividade à Vogue.

Deixe seu comentário

Boletim das chuvas de sexta-feira para a manhã de hoje

23 Mar2020

Por Jbelmont às 12h06

Per.: das 7:00hs de 20/03/2020 as 7:00hs de 23/03/2020

No. Postos Existentes: 174 No. Postos sem Contato: 63
No. de Postos com Chuva: 25 No. de Postos sem Chuva: 86

MESORREGIAO OESTE POTIGUAR
Alto Do Rodrigues(Diba/baixo Assu) 50,0
Barauna(Emater) 29,8
Coronel Joao Pessoa(Emater) 22,0
Major Sales(Prefeitura) 20,5
Riacho De Santana(Emater) 12,0
Caraubas(Particular) 9,4
Tenente Ananias(Emater-st Mororo) 3,3
Parana(Emater) 3,0

MESORREGIAO CENTRAL POTIGUAR
Santana Do Serido(Emater) 27,5
Bodo(Emater/trf p/delegacia) 26,0
Cruzeta(Base Fisica Da Emparn) 21,8
Sao Jose Do Serido(Associacao Usuarios Agua) 21,0
Sao Jose Do Serido(Fz Caatinga Grande) 21,0
Cerro Cora(Emater) 16,4
Sao Vicente(Emater(ex-particular)) 13,1
Florania(Sitio Jucuri) 11,6
Acari(Particular) 10,5
Parelhas(Emater) 9,5
Santana Do Matos(Emater) 8,0
Carnauba Dos Dantas(Emater) 4,0
Caico(Acude Itans) 2,3
Caico(Acude Mundo Novo-emparn) 2,0
Caico(Emater) 1,0

MESORREGIAO AGRESTE POTIGUAR
Jacana(Emater) 80,1
Coronel Ezequiel(Particular) 35,0

Deixe seu comentário

Beto defende uso do fundo eleitoral para ações contra o coronavírus

23 Mar2020

Por Jbelmont às 11h46

O Fundo Especial de Financiamento de Campanha ganhou um aporte de R$ 2,034 bilhões para as eleições municipais deste ano, pelo Congresso Nacional, em votação que aconteceu em dezembro/2019.

Os recursos, do Orçamento da União, devem ser utilizados para a viabilização de campanhas de candidatos a prefeito e vereador em todo o País.

Deputados e senadores apresentaram medidas que visam a destinação do valor de R$ 2,034 bilhões do fundo eleitoral para o enfrentamento da emergência de saúde pública.

Para o deputado federal Beto Rosado (Progressistas), essa é a hora de unir forças para ajudar o Brasil a superar essa crise. “Não é momento de pensar em política, mas de proteger o que é mais importante para todos nós: a vida”.

O parlamentar acrescenta que o valor faria muita diferença e ajudaria a salvar vidas já que, poderia reforçar os hospitais com leitos de UTI, respiradores, medicamentos e equipamentos necessários para proteger os brasileiros.

Deixe seu comentário

Sesap divulga boletim epidemiológico sobre o novo coronavírus

23 Mar2020

Por Jbelmont às 11h19

O Rio Grande do Norte registra 13 casos confirmados do novo coronavírus. Segundo o boletim divulgado hoje (23) pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), existem 272 casos suspeitos e outros 43 já foram descartados.

 

 

Deixe seu comentário

Espanha tem 462 mortos por Covid-19 em 24 horas

23 Mar2020

Por Jbelmont às 10h42

A epidemia de Covid-19 continua a devastar a Espanha. De ontem para hoje, morreram mais 462 pessoas, um aumento de 21%.

Já foram registrados 33.089 casos de novo coronavírus, 4.517 dos quais nas últimas 24 horas.

Além disso, há 2.355 pacientes na UTI.

O Antagonista

Deixe seu comentário

Crítica Bolsonaro minimiza pandemia e chama governadores de ‘exterminadores de emprego’

23 Mar2020

Por Jbelmont às 09h33

Presidente diz que que os chefes do executivo estadual fantasiam a crise

Presidente Jair Bolsonaro 

 

Opresidente Jair Bolsonaro voltou a subir o tom contra os governadores neste domingo (22). Em entrevista para a TV Record, gravada pela internet, Bolsonaro chamou os governadores de "exterminadores de emprego" e que o povo vai saber que foi enganado por eles na crise do coronavírus.
"Você não me vê atacando nenhum governador, eles é que me atacam constantemente, fogem de sua responsabilidade e atacam governo federal. Brevemente, o povo saberá que foram enganados por esses governadores e por grande parte da mídia nesta questão do coronavírus".

Ao responder a pergunta sobre o que o governo federal estava fazendo contra o desabastecimento de alimentos e produtos nas cidades, o presidente disse que os governadores fantasiavam a crise.

"Estamos fazendo contato direto com os prefeitos, porque é lá que o povo vive e não na fantasia de alguns governadores. Já temos um problema. Os governadores são verdadeiros exterminadores de emprego. Essa é uma crise muito pior do que o próprio coronavírus vem causando no Brasil".

Segundo Bolsonaro, não é possível comparar o Brasil com a Itália no caso do coronavírus. O atraso do país europeu para tomar medidas contra a pandemia é apontado como exemplo a não ser seguido pelos demais países.

"Você não pode comparar Brasil com Itália. Eu pergunto a você: sabe quantos habitantes temos por quilômetro quadrado na Itália? São 200 habitantes por quilômetro quadrado. Na Alemanha são 230 habitantes. No Brasil, 24. Há uma diferença enorme entre esses países", disse Bolsonaro.

E voltou a dizer que a pandemia deve causar menos mortes que o surto de H1N1, ocorrido em 2009.

"O número de pessoas que morreram de H1N1 foi mais de 800 pessoas. A previsão é não chegar aí a essa quantidade de óbitos no tocante ao coronavírus".

A crise do novo coronavírus escancarou a falta de sintonia entre o governo Jair Bolsonaro e governadores do país. A sexta-feira foi marcada por troca de acusações públicas entre o presidente e os chefes dos Executivos do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), e de São Paulo, João Doria (PSDB). Irritado com medidas restritivas impostas por governadores, como o fechamento de fronteiras interestaduais, Bolsonaro acusou os antigos aliados de usurpar suas competências.

Numa reação a medidas adotadas pelos chefes do executivo estadual, o presidente editou uma medida provisória determina que qualquer restrição excepcional e temporária de locomoção interestadual e intermunicipal seja embasada em fundamentação técnica da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). De acordo com o texto, caberá ainda ao presidente indicar quais os serviços públicos e atividades essenciais que deverão ter o exercício e funcionamento preservados em meio à pandemia.

Deixe seu comentário

Existe só um médico infectologista para cada 31 mil pessoas no Estado

23 Mar2020

Por Jbelmont às 09h06

Ministério da Saúde registra 108 médicos especializados em doenças infectocontagiosas, como a covid-19, em todo o Rio Grande do Norte
 
 
Hospital Giselda Trigueiro, em Natal: referência para doenças infecciosas no RN
 

O avanço do novo coronavírus por todo o Brasil acende o alerta para as fragilidades do sistema de saúde para atender aos casos graves decorrentes da epidemia. No Rio Grande do Norte, por exemplo, um dos problemas será o de contar com a presença de médicos infectologistas. Apenas 108 dos 64.289 profissionais médicos que atuam em estabelecimentos públicos ou privados do Estado têm esta formação específica.

O número de infectologistas representa apenas 0,16% dos médicos no Rio Grande do Norte. Os dados são levantamento de fevereiro de 2020 do Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde do Brasil (CNES), do Ministério da Saúde. Do total de profissionais, 83 atuam no setor público e 26 em unidades privadas. Além disso, com uma população estimada em 3,4 milhões de pessoas, a proporção é de um infectologista para cada grupo de 31 mil pessoas.

Os dados oficiais mostram ainda que apenas sete cidades têm médicos infectologistas atuando em estabelecimentos de saúde – Caicó, Macaíba, Mossoró, Natal, Parnamirim e Santa Cruz e São José de Mipibu. A cidade do Natal concentra a maior parte dos profissionais especializados em doenças infectocontagiosas no Rio Grande do Norte. A capital tem 85 dos 108 listados.

Isso se explica porque a cidade tem a única unidade hospitalar pública especializada neste tipo de enfermidade: o Hospital Giselda Trigueiro. Outro problema que se avizinha com a corrida dos governos estaduais e municipais para aumentar a disponibilidade de leitos também enfrenta outras questões, além da falta de médicos, como a ausência de equipamentos importantes para o tratamento de pacientes, principalmente os respiradores mecânicos.

Ainda segundo dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde, apenas 15% dos respiradores disponíveis nos hospitais do Rio Grande do Norte estão na rede pública. Do total de 728 aparelhos em uso no Estado, somente 111 podem ser utilizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O aparelho mecânico é essencial para os doentes que desenvolve dificuldade de respirar. Este, por sinal, é um dos sintomas mais graves para os pacientes infectados pelo novo coronavírus. Do total de respiradores em hospitais públicos, 25 deles estão em Natal.

Ainda de acordo com o CNES, apenas 43 dos 167 municípios potiguares têm hospitais com ao menos um respirador. Deste total, 30 cidades tem apenas um único aparelho em funcionamento.

De acordo com uma análise da Organização Mundial de Saúde (OMS), feita a partir do estudo de mais de 50 mil casos da doença, 80% dos infectados desenvolvem sintomas leves (febre, tosse e, em alguns casos, pneumonia), 14% sintomas severos (dificuldade em respirar e falta de ar) e 6% doença grave (insuficiência pulmonar, choque séptico, falência de órgãos e risco de morte).

Em todo o Brasil, só 9,5% dos respiradores disponíveis em hospitais do país estão na rede pública. O país tem 61 mil respiradores, mas apenas 5.846 estão disponíveis no SUS. O estado do Amapá é o que registra o menor número de equipamentos: 11 na rede pública.
 
Agora RN
Deixe seu comentário

Coronavírus: Bolsonaro edita MP que permite suspensão de contrato de trabalho por 4 meses

23 Mar2020

Por Jbelmont às 08h31

Medida entra em vigor imediatamente, mas precisa ser aprovada pelo Congresso em até 120 dias. Texto prevê acordos individuais entre patrões e profissionais acima das leis trabalhistas.

Bolsonaro publica MP que autoriza suspensão de contrato de trabalho por até 4 meses


O presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória, publicada em edição extra do Diário Oficial da União na noite de domingo (22), que permite que contratos de trabalho e salários sejam suspensos por até quatro meses durante o período de calamidade pública.

A medida é parte do conjunto de ações do governo federal para combater os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus.

Como se trata de uma medida provisória, o texto passa a valer imediatamente, mas ainda precisa ser aprovado pelo Congresso Nacional no prazo de até 120 dias para não perder a validade. O governo federal defende a proposta como forma de evitar demissões em massa.

Segundo a MP, a suspensão de contratos deve ser feita de modo que, no período, se garanta a participação do trabalhador em curso ou programa de qualificação profissional não presencial oferecido pelo empregador ou alguma entidade.

A medida provisória também estabelece que:

o empregador não precisará pagar salário no período de suspensão contratual, mas "poderá conceder ao empregado ajuda compensatória mensal" com valor negociado entre as partes
nos casos em que o programa de qualificação não for oferecido, será exigido o pagamento de salário e encargos sociais, e o empregador ficará sujeito a penalidades previstas na legislação
a suspensão dos contratos não dependerá de acordo ou convenção coletiva
acordos individuais entre patrões e empregados estarão acima das leis trabalhistas ao longo do período de validade da MP para "garantir a permanência do vínculo empregatício", desde que não seja descumprida a Constituição
benefícios como plano de saúde deverão ser mantidos
Além da suspensão do contrato de trabalho e do salário, a MP estabelece, como formas de combater os efeitos do novo coronavírus:

teletrabalho (trabalho à distância, como home office)
suspensão de férias para trabalhadores da área de saúde e de serviços considerados essenciais
antecipação de férias individuais, com aviso ao trabalhador até 48 horas antes
concessão de férias coletivas
aproveitamento e antecipação de feriados
banco de horas
suspensão de exigências administrativas em segurança e saúde no trabalho
direcionamento do trabalhador para qualificação
adiamento do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)

Deixe seu comentário

Coronavírus: RN registra quatro novos casos; agora são 13 no total

22 Mar2020

Por Jbelmont às 22h53

A Sesap atualizou o número de casos de Covid-19 no Rio Grande do Norte. Com os quatro casos anunciados na noite deste domingo (22), o Estado tem 13 casos. São nove em Natal, três em Parnamirim e um em Mossoró.

Sobre os quatro novos casos a Secretaria informou que três deles são em Natal. Duas mulheres, uma de 30 e outra de 35 anos e um homem de 30 anos. O quarto caso é uma paciente do sexo feminino com 71, em Parnamirim.

Deixe seu comentário

Prefeita anuncia o cancelamento do Mossoró Cidade Junina e interdição de mercados

22 Mar2020

Por Jbelmont às 18h37

Rosalba vai assinar decreto de calamidade (Foto: reprodução)

A prefeita Rosalba Ciarlini anunciou na tarde deste domingo, 22, que, em função da pandemia do Coronavírus, o Mossoró Cidade Junina deste ano será cancelado. Os recursos serão destinados para a saúde do município.

O cancelamento do MCJ 2020 será publicado no Jornal Oficial de Mossoró (JOM) de amanhã, dentro do decreto de calamidade pública que trará outras medidas de prevenção e combate ao Covid-19.

“O Mossoró Cidade Junina vai ser cancelado. Não poderá acontecer. Os recursos destinados serão priorizados, principalmente, para a saúde”, declarou a prefeita Rosalba Ciarlini em vídeo postado nas redes sociais da prefeitura da cidade.

Notas

Deixe seu comentário

Médico divulga nota assumindo ser o primeiro caso de Coronavírus em Mossoró

22 Mar2020

Por Jbelmont às 18h30

O médico Inavan Lopes divulgou nota em que assume ser o primeiro caso de paciente infectado com Coronavírus em Mossoró.




Inavan Lopes é o primeiro caso de Covi-19 registrado em Mossoró (Foto: Web/autor não identificado)
O médico Inavan Lopes divulgou nota em que assume ser o primeiro caso de paciente infectado com Coronavírus em Mossoró.

Ele está internado desde a última quarta-feira no Hospital Wilson Rosado, em Mossoró e alega não ter histórico de viagens recentes.

Infelizmente, por razões totalmente desconhecidas, já que não estive viajando nesses últimos 60 dias, fui acometido de uma virose que terminou se confirmando tratar-se da Covid 19.

Assintomático com as características da patologia, apenas com gripe, desde o início por prevenção, adotei o uso de máscaras e outros formas assépticas de contaminação.

Do mesmo modo, pus-me em isolamento social e quarentena, preconizado pelo Ministério da Saúde.

Peço humildes desculpas pelo eventual transtorno que possa ter causado a alguém. Eu também sou uma vítima desta Pandemia que atormenta a Humanidade.

Como não viajei a lugar nenhum, é crível que não seja o primeiro caso de Mossoró, por ter sido contaminado dentro da cidade.

Agradeço as inúmeras manifestações de solidariedade dos meus Familiares, Amigos e de toda a Comunidade de Mossoró!

Faço um Clamor: vamos tomar todos os cuidados preconizados pela comunidade científica e autoridades sanitárias para conseguirmos vencer esta guerra.

Santa Luzia nos protegerá!

Bom dia a todos e que Deus nos abençoe com sua misericórdia!

Mossoró, 22 de março de 2020.

Inavan Lopes da Silveira.

Deixe seu comentário

Coronavírus no Ceará: número de casos chega a 125 neste domingo, 22/03

22 Mar2020

Por Jbelmont às 18h03

No sábado eram 84 casos confirmados de pacientes no Estado do Ceará, segundo informação da Secretaria da Saúde


FORTALEZA, CE, BRASIL, 21-03-2020: Mulher usa mascara na rua. Segundo dia do decreto da quarentena, pessoa ficam em casa em isolamento. (Foto: Aurelio Alves/O POVO).. (Foto: AURELIO ALVES)
Chegou a 125 o número de casos confirmados no Ceará do novo coronavírus, o covid-19. Até este sábado, eram 84 casos confirmados. A informação é do Ministério da Saúde.

Em todo o Brasil, o Ministério da Saúde anunciou neste domingo 1.546 casos confirmados e 25 mortes.

Os casos estão assim distribuídos conforme o local de residência do paciente:
Fortaleza: 116

Aquiraz: 5

Fortim: 1

Juazeiro do Norte: 1

Sobral: 1

São Paulo: 1

Deixe seu comentário

Coronavírus: Governo vai antecipar formatura de estudantes de medicina, diz ministro

22 Mar2020

Por Jbelmont às 17h48

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou neste domingo (22) que o governo vai permitir a antecipação da formatura de estudantes de medicina para reforçar os hospitais no combate ao novo coronavírus.

Em videoconferência com prefeitos de capitais e cidades de grande porte, Mandetta discutiu medidas para otimizar o enfrentamento da pandemia no país.

“Nós vamos antecipar, agora, os meninos do sexto ano [de medicina] que falta um mês, dois meses para se formar. Vamos acelerar. Esse meninos são jovens, eles não têm experiência, mas podem fazer uma parte do atendimento. Não para colocá-los no CTI, mas eles podem ajudar muito”, disse.

O ministro afirmou anda que o governo dará ordem para que hospitais treinem médicos residentes que hoje cumprem funções em outras áreas para atuarem em CTIs. Segundo ele, o país tem hoje cerca de 70 mil desses profissionais recém-formados que poderiam ser aproveitados no enfrentamento ao vírus.

No encontro, o ministro defendeu que médicos com mais de 60 anos continuem trabalhando, mas em áreas estratégicas, que ofereçam menos risco.

“Em uma situação como essa, você logicamente não coloca médico com mais de 60 anos na porta de entrada do pronto-socorro. Vocês vão organizar linhas com os mais jovens”, afirmou.

O presidente Jair Bolsonaro acompanhou o início da reunião. Ele deixou o Palácio da Alvorada e foi pessoalmente ao Ministério da Saúde, onde Mandetta coordenava a conferência.

Deferente da última semana, quando usou máscara em reuniões por ter tido contato com autoridades que testaram positivo para Covid-19, Bolsonaro não usou o equipamento neste domingo. Ao lado de Mandetta, levou a mão no rosto mais de uma vez, coçou os olhos e tossiu nas mãos.

“Não podemos criar um clima de alarmismo no Brasil porque a grande vítima disso são os empregos”, disse o presidente. “Uma pessoa estressada perde imunidade e fica propensa, ao adquirir o vírus, a ter mais problema. Então é calma e tranquilidade”.

Sem mencionar nomes, ele criticou autoridades regionais que tentaram restringir o tráfego da população.

“Algumas autoridades estão tomando providência de fechar estradas e trânsito entre municípios. Isso vai acabar levando ao caos. 40 milhões de brasileiros vivem na informalidade e são as maiores vítimas desse processo”, afirmou.

O presidente ainda afirmou que o Brasil não pode ser comparado com a Itália. Ele justificou que o país europeu tem maior concentração populacional, clima diferente e elevada taxa de população idosa. ​

FolhaPress

Deixe seu comentário

Número de mortos por coronavírus no Brasil vai a 25, com 1.546 casos

22 Mar2020

Por Jbelmont às 17h44

Imagem: reprodução

O Ministério da Saúde atualizou para 1.546 o número de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil, com 25 mortes registradas.

São 418 casos confirmados a mais do que ontem. O número representa um aumento de 37% em relação a sábado.

Deixe seu comentário

Ministro da Saúde sugere adiamento das eleições por conta do coronavírus: 'Vai ser uma tragédia'

22 Mar2020

Por Jbelmont às 15h19

Ministro da Saúde diz que ações políticas podem atrapalhar combate ao coronavírus 


BRASÍLIA — Em teleconferência com prefeitos neste domingo, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, recomendou o adiamento das eleições deste ano. Mandetta disse que esse é o momento de o Congresso Nacional tratar o assunto, para que o combate à crise do coronavírus não seja contaminado pela ação política.

Coronavírus: Rivalidade local na política afeta medidas contra avanço do novo coronavírus

O ministro fez a sugestão ao responder ao questionamento do prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB). Coutinho pediu a liberação de recursos que, segundo ele, estariam sendo represados pelo estado do Pará, governado por Helder Barbalho (MDB).

— Estou alertando que todos vocês precisam, com todas as diferenças políticas, (se entender). Aliás, eu faço aqui até uma sugestão para vocês discutirem. Está na hora de o Congresso olhar e falar: "olha, adia (as eleições)". Faça um mandato tampão desses vereadores e prefeitos. Eleição no meio do ano vai ser uma tragédia. Vai todo mundo querer fazer ação política. Eu sou político. Não esqueçam disso — disse Mandetta.

Nesta quinta-feira, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, que presidirá o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a partir de maio, declarou que não cogita adiar as eleiçõesmunicipais, marcadas para outubro em todo o país. Ele acredita que, até a data das votações, a situação de pandemia por coronavírus no país já estará normalizada.

No mesmo dia, o TSE afirmou que manterá o prazo para filiação partidária no dia 4 de abril, de acordo com o calendário eleitoral. A assessoria do Tribunal informou que não há, até o momento, qualquer indicativo para alteração nas datas do processo eleitoral deste ano, apesar de declarada a pandemia.

Na reuniao, Mandetta indicou ainda que é preciso ter um diálogo aberto e eficiente entre os entes da federação.

— Nós não podemos (repassar recursos) de forma desintegrada. Eu faço de um jeito, vocês de outro. Se não daqui a pouco vocês vão estar pagando mais para um médico de hospital A, menos para o hospital B. Tira enfermeiro de lá e traz para cá. Assim vai haver bateção de cabeça. Eu vou descentralizar e fazer com que vocês trabalhem o máximo liberdade — disse Mandetta.

 

G1

Deixe seu comentário

PREFEITURA DE MOSSORÓ FECHA MERCADO DO VUCO-VUCO

22 Mar2020

Por Jbelmont às 13h51

Contra todas as orientações das autoridades de saúde, o Mercado do Vuco-vuco, em Mossoró, recebeu uma grande aglomeração de populares, neste domingo (22).

Diante desse fato, a Prefeitura de Mossoró determinou o imediato fechamento do Vuco-voco.

Confira nota publicada nas redes sociais da Prefeitura Municipal de Mossoró:

NOTA

Estamos determinando no dia de hoje o fechamento do funcionamento do Vuco-vuco pois não estava se cumprindo as determinações e recomendações contidas nos decretos do município, estado do RN e recomendações do ministério da saúde. Em breve a prefeita @rosalbaciarlini se pronunciará sobre mais medidas que serão anunciadas bem como reforçar sobre medidas já tomadas.

SKALACK

Deixe seu comentário

Covid-19: Secretarias estaduais de saúde contabilizam 1.201 infectados em todos os estados do Brasil

22 Mar2020

Por Jbelmont às 11h18

Imagem: ShutterStock

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 7h40 deste domingo (22), 1.201 casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil em 26 estados e no Distrito Federal. São 18 mortes no Brasil, três no Rio de Janeiro e 15 em São Paulo.

Roraima registrou os dois primeiros casos na noite deste sábado, último estado a ter casos confirmados no país.

No RN, são nove casos até o momento, os últimos três registrados na noite de sábado.

Deixe seu comentário

Mossoró tem 1º caso confirmado de coronavírus e RN soma 9 casos

22 Mar2020

Por Jbelmont às 09h47

 

A cidade de Mossoró, segundo maior do Estado, tem o primeiro caso confirmado de coronavírus. A informação foi divulgada na noite deste sábado (21) em boletim da Secretaria Estadual de Saúde Pública. Outros dois casos foram confirmados nesse boletim. Ao todo, o RN soma 9 casos confirmados.

O caso confirmado de Mossoró é de um paciente com 55 anos, do sexo masculino, com histórico de contato com caso suspeito de Covid-19. Ele passa bem e está seguindo as recomendações de isolamento preconizadas no seu município de residência.

Mapa do Coronavírus: as cidades com infectados e os avanços dos casos
Acompanhe as notícias sobre coronavírus no RN em tempo real
Veja mudanças no funcionamento de órgãos públicos e outros serviços no RN
Tire dúvidas sobre o coronavírus; G1 responde a 42 perguntas
O outro caso é de um paciente de Parnamirim com 28 anos, do sexo feminino, e histórico de contato com caso confirmado de Covid-19 residente na cidade de Natal. Ela passa bem e está seguindo as recomendações de isolamento.

O terceiro caso é de um paciente de Natal, de 41 anos, do sexo feminino, com histórico de contato com caso confirmado de pessoa residente na cidade de Recife. Ela também passa bem e está seguindo as recomendações de isolamento.

Os outros casos confirmados são:

paciente com 24 anos, do sexo feminino, com histórico de viagem à Europa (França, Itália e Áustria).

paciente com 31 anos, do sexo masculino, de Parnamirim, com histórico de viagem a Fortaleza e que teve contato com estrangeiros. Ele passa bem e está seguindo as recomendações de isolamento preconizadas;

paciente de 30 anos, do sexo masculino, de Natal, com histórico de contato com caso suspeito por Covid-19;
paciente com histórico de contato com caso suspeito, de 49 anos, do sexo feminino, de Natal;

paciente com histórico de viagem ao Rio de Janeiro e Santa Catarina, de 37 anos do sexo feminino, de Natal;
paciente do sexo masculino, de 70 anos, de Natal, com histórico de contato com caso suspeito. Ao apresentar sintomas realizou exame em laboratório privado e o resultado foi notificado nesta sexta-feira (20) à equipe de epidemiologia do município de Natal. O paciente vem cumprindo as recomendações de isolamento desde que passou a sentir os sintomas.

G1RN

Deixe seu comentário

Mega-Sena, concurso 2.245: aposta de GO ganha sozinha R$ 15,1 milhões

21 Mar2020

Por Jbelmont às 22h13

Veja as dezenas sorteadas: 11 14 15 18 33 34 Quina teve 51 apostas ganhadoras; cada uma levou R$ 30.810,39.



Uma aposta da cidade de Minaçu, Goiás, acertou sozinha as seis dezenas sorteadas no concurso deste sábado (21) e vai levar sozinha o prêmio de R$ 15.186.785,88. Os números sorteados no concurso 2.245 da Mega-Sena foram: 11 - 14 - 15 - 18 - 33 - 34

O sorteio foi feito em São Paulo (SP). A aposta mínima da Mega-Sena custa R$ 4,50. O próximo sorteio da Mega-Sena será na próxima quarta-feira (25).

Deixe seu comentário

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +