.

Rosalba revela que teve coronavírus, mas que está curada

25 Jun2020

Por Jbelmont às 17h24

A prefeita mossoronse Rosalba Ciarlini (PP) revelou hoje, em entrevista ao Bom Dia RN (Intertv), que exames feitos há cerca de 20 dias apontaram a presença de anticorpos para o coronavírus, o que atesta que ela já teve a doença.

Rosalba deu entrevista direto do Palácio da Resistência, sede da Prefeitura de Mossoró, e informou que chegou a fazer uso do medicamento ivermectina após os exames.

Disse ainda que esteve assintomática e que já está curada.

Rotina

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Mossoró informou que Rosalba trabalhou de maneira remota, após os exames atestarem a doença, mas que retomou essa semana à rotina normal, depois de 20 dias.

No início da semana, a prefeita recebeu representantes do Mercado Central, no Palácio da Resistência, e se reuniu presencialmente com o Comitê Gestor de Combate ao Coronavírus.

Deixe seu comentário

RN atinge pico da pandemia

25 Jun2020

Por Jbelmont às 17h16

Foto: Elisa Elsie


O Rio Grande do Norte enfrenta neste momento o pico da pandemia do novo coronavírus, de acordo com os dados da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). A informação foi dada pela sub-coordenadora do órgão, Alessandra Lucchesi, na entrevista coletiva desta quinta-feira, 25, para apresentação dos números da Covid-19 e prestação de contas das ações do Governo do Estado. A especialista informou que nas duas últimas semanas os casos confirmados vêm crescendo e a ocupação de leitos críticos tem ficado sempre acima de 80%.

"O cenário mostra que estamos no pico da pandemia. É preciso atenção redobrada. O Governo continua realizando testes e já enviou a todos os 167 municípios o total de 88.440 testes rápidos fornecidos pelo Ministério da Saúde", afirmou Alessandra. Os testes do tipo RT-PCR são aplicados em pessoas acima de 60 anos de idade, com comorbidades, pessoal da saúde e segurança pública. Os testes rápidos se aplicam para quem sentiu sintomas há até sete dias e está há três dias sem manifestá-los. O estoque de testes rápidos disponível nos municípios é de 28.994 unidades.

O acompanhamento da pandemia pela Sesap também revela a redução do distanciamento social para 39,8%, muito abaixo do recomendado pelas autoridades sanitárias, de 60 a 70%.

Taxa razoável

A taxa de transmissibilidade, ou seja, para quantas pessoas cada contaminado transmite, variava entre 1,9 e 2,1, mas atualmente está em 0,6. "Abaixo de 1 é uma taxa razoável. Mas é preciso que esta taxa se mantenha assim por um período de, pelo menos, sete a dez dias", afirmou Alessandra Lucchesi. A sub-coordenadora alerta para que as pessoas fiquem atentas a sinais como febre ou desconforto respiratório ao fazer atividades rotineiras, como tomar banho ou subir escadas. Quem tiver estes sintomas deve buscar atendimento nas unidades de saúde nos bairros e UPAs.

Sobre os demais dados, foi informado que a taxa de ocupação de leitos Covid no RN hoje é de 96%. Na região Oeste, o índice chega a 97,9%, enquanto em Pau dos Ferros e Guamaré atinge 100%. Na região metropolitana de Natal o número chega a 97,2%; no Seridó, 86,25%. Nos hospitais públicos e privados há 750 pessoas internadas, sendo 376 em leitos críticos. A fila de regulação tem 84 pacientes aguardando um leito crítico, mais 37 esperam leitos clínicos e 25 aguardam transporte sanitário.

Os casos confirmados e pessoas residentes no RN com Covid são 22.599. Os casos suspeitos são 30.635, mais 35.265 descartados, 858 óbitos (sendo 5 nas últimas 24 horas) e há 144 óbitos em investigação.

Deixe seu comentário

Comércio e serviços: Onda de demissões sem indenizações

25 Jun2020

Por Jbelmont às 13h55

 

Inúmeras demissões estão ocorrendo no comércio e no setor de serviços sem o pagamento das indenizações, não é por má-fé dos empresários, mas por pura falta de dinheiro. Sem vendas, sem capital de giro e acesso a crédito, lojas e pequenos prestadores de serviços quebraram, patrões endividados estão demitindo sem ter o dinheiro para pagar os direitos dos empregados. Isso era previsível, a conta ainda não chegou em sua totalidade.

 

Por Gustavo Negreiros

Deixe seu comentário

RN tem 750 pessoas internadas no tratamento da Covid-19 e ocupação dos leitos passa de 90%

25 Jun2020

Por Jbelmont às 13h04

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os dados do coronavírus no Rio Grande do Norte nesta quinta-feira(25). A coletiva detalhou o número de pacientes internados no Estado(750), entre hospitais públicos, privados e filantrópicos, sendo 376 leitos críticos e 374 em clínicos.

A taxa de ocupação de leitos públicos no Rio Grande do Norte destinados a tratar a Covid-19 se encontra no seguinte cenário:

João Câmara: 100%

Pau dos Ferros: 100%

Mossoró: 97,9%

Grande Natal: 97,2%

Seridó: 86,2%

coronavírus - leitos - Ocupação - RN

Deixe seu comentário

ATENÇÃO ATENÇÃO!Sesap alerta que RN se encontra no pico da pandemia de coronavírus; taxa de isolamento social é de apenas 39,8% e óbitos em investigação são 144

25 Jun2020

Por Jbelmont às 12h48

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte nesta quinta-feira(25). Os casos confirmados chegam a 22.599 e mortes confirmadas são 858. Em investigação estão 144 óbitos.

Ainda na coletiva, a taxa de isolamento social voltou a ligar a sinal de alerta, com apenas 39,8% registrado neste momento, longe do desejado, entre 60% e 70%.

A subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica, Alessandra Lucchesi, destacou que o Rio Grande do Norte vive o seu pico da pandemia, e reforçou a necessidade do distanciamento social neste período.

Deixe seu comentário

RN registra 22.599 casos de coronavírus e 858 mortes; 44 óbitos a mais que o boletim anterior, sendo 05 nas últimas 24 horas

25 Jun2020

Por Jbelmont às 12h34

Foto: Reprodução/Youtube

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte nesta quinta-feira(25). Os casos confirmados chegam a 22.599. No boletim dessa quarta eram 21.844. São 755 casos a mais.

O total de vítimas da covid-19 no RN chega a 858 – (44) óbitos a mais desde o boletim anterior, sendo que 39 foram confirmados após exames laboratoriais dos últimos dias. Dessa forma, nas últimas 24 horas foram registradas cinco vítimas fatais.

Os casos suspeitos são 30.635. Descartados somam 35.265. Recuperados são 2.035(sem dados informados nesta semana).

Deixe seu comentário

RN ainda “está chegando” ao pico da pandemia do novo coronavírus, diz Fátima

25 Jun2020

Por Jbelmont às 12h16

Agovernadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, explicou nesta quarta-feira (24) que a estratégia do Governo do Estado para ampliar a rede assistencial para pessoas infectadas com o novo coronavírus tem sido a abertura de leitos de forma descentralizada, em vez da construção de um hospital de campanha – algo cobrado por entidades e políticos como o prefeito de Natal, Álvaro Dias.
Segundo Fátima, até agora foram abertos 390 leitos para atender pacientes com a Covid-19 e há a previsão de abertura de mais de 70 leitos por todo o Estado. Até o fim do mês de junho, serão abertas:



20 unidades de tratamento intensivo no Hospital João Machado, em Natal
17 vagas em Pau dos Ferros, sendo 11 UTIs e 6 leitos clínicos
2 leitos UTI em Caicó e 10 UTIs
6 leitos clínicos em Assu


Em Mossoró, afirmou Fátima, foram abertos 5 leitos recentemente e há previsão de novos leitos até dia 30 no Hospital São Luiz, assim como no Hospital Pedro Germano, em Natal. Em Guamaré será aberta mais uma UTI, enquanto que, no Hospital Belarmina Monte, em São Gonçalo do Amarante, há 5 UTIs e deverão ser abertas mais 5. Nas cidades de João Câmara e Santo Antônio, está em curso a instalação novos leitos UTI e de retaguarda para pacientes da Covid-19.

Deixe seu comentário

Covid-19: De 1.556 pessoas atendidas no segundo dia de drive da Prefeitura do Natal na Zona Norte, 329 testam positivo

25 Jun2020

Por Jbelmont às 12h05

Foto: Divulgação 


A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS/Natal) registrou um total de 1.556 atendimentos no segundo dia de drive para testagem rápida de Covid-19. Nesta quarta-feira (24), 329 pessoas tiveram diagnóstico positivo e vão ser notificadas para acompanhamento do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS). O drive teve início na terça-feira (23) e segue até sexta-feira (26) no estacionamento do Ginásio Nélio Dias. O acesso dos veículos se dá pela Av. do Baião.

A estrutura para realização do teste em esquema de drive-thru conta com três filas para melhor atender e reduzir a permanência de tempo dos indivíduos no local. Em alguns momentos, o tempo de espera chegou a menos de 1 hora. “Muito boa e importante essa ação da Prefeitura. Cheguei às 16h e passei mais ou menos uns 50 minutos na fila”, afirma Dalmacio de Souza, 60, indicando que realizou o teste de forma rápida. A SMS reforça que a permanência no interior do veículo é obrigatória durante todo o processo.

Podem fazer o teste idosos com idade superior a 60 anos e pessoas com comorbidades comprovadas, que tenham apresentado sintomas do novo coronavírus nos últimos 10 dias. Para isso, devem apresentar comprovante de residência de Natal e documento oficial com foto. O resultado é consultado na internet, com login e senha fornecidos durante a realização do exame.

“Fazendo o teste ficamos mais seguros”, garante Luzinaide Maria, de 65 anos, que veio com o marido, José Jair Moraes, 66, para verificar se possuíam a infecção pelo novo coronavírus ou não. “Foi tranquilo e muito bom. Independente do resultado vamos continuar mantendo os cuidados em casa”, indica José Moraes.

BG

Deixe seu comentário

Brasil registra quase 650 mil curados do coronavírus

25 Jun2020

Por Jbelmont às 08h57

Foto: reprodução

O Ministério da Saúde registrou nesta quarta-feira (24) o total de 649.908 pessoas curadas do coronavírus em todo o Brasil, 36.563 delas nas últimas 24h.

O número é superior à quantidade de casos ativos no país (484.893), que são pacientes em acompanhamento médico.

Atualmente, o registro dos curados já representa mais da metade do total de casos acumulados (54,7%).

Deixe seu comentário

Rejeição ao governo Bolsonaro pulou de 33% para 48% nos últimos 60 dias

25 Jun2020

Por Jbelmont às 08h51

O percentual dos que rejeitam o governo de Jair Bolsonaro teve trajetória de alta nos últimos meses. Na pesquisa de 13 a 15 de abril, os que consideravam o chefe do Executivo ruim ou péssimo eram 33%. Hoje, são 48%.

A ascendência da curva de rejeição coincidiu com o avanço da pandemia de covid-19 no Brasil. No período, o presidente entrou em embate com outros Poderes, participou de manifestações com pautas antidemocráticas, ofendeu setores da mídia e perdeu 4 de seus ministros: Sergio Moro, da Justiça, Henrique Mandetta e Nelson Teich, ambos da Saúde, e Abraham Weintraub, da Educação.

Além disso, houve a controvérsia sobre a divulgação das novas mortes e casos comprovados de coronavírus. O governo chegou a retirar do ar por alguns dias as informações completas. Houve uma reação negativa da mídia, que acabou criando 1 consórcio para apurar diariamente os dados sobre o vírus.

Recentemente, o país também ultrapassou a marca de 50.000 mortos pela doença. Foram inúmeras imagens de caixões, valas abertas e hospitais lotados nas emissoras de televisão.

Quem mais rejeita?

53% – mais jovens, de 16 a 24 anos;
63% – com ensino superior;
59% – nordestinos.
Quem mais aprova?

35% – que tem ensino fundamental;
35% – mais velhos, acima de 60 anos;
40% – população do Centro-Oeste.
Leia a estratificação completa no infográfico abaixo:

A pesquisa, realizada de 22 a 24 de junho de 2020 pelo DataPoder360, divisão de estudos estatísticos do Poder360, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 549 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

PODER 360

Deixe seu comentário

Bolsonaro mantém aprovação estável em 41% mesmo depois de prisão de Queiroz. Desaprovação é de 49%

25 Jun2020

Por Jbelmont às 08h42

Pesquisa DataPoder360 mostra que o governo do presidente Jair Bolsonaro tem 41% de aprovação e 49% de desaprovação. Os números se mantiveram estáveis desde o último levantamento, divulgado há 15 dias.

O estudo foi realizado no início desta semana, dos dias 22 a 24 de junho. Ou seja, depois da prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro. Queiroz foi encontrado na casa de Frederick Wassef, então advogado do senador e de Bolsonaro na 5ª feira da semana passada (18.jun.2020). Wassef nega que o presidente e seu filho mais velho tinham conhecimento de que o ex-assessor estava em seu imóvel.

O levantamento revela que o episódio não abalou as taxas de aprovação e desaprovação do governo.

Quando se leva em conta o rendimento dos entrevistados, a taxa de aprovação mais alta é no grupo dos mais pobres (os que não têm renda fixa) –justamente quem recebe o auxílio emergencial de R$ 600.

O percentual positivo para o presidente é igual, considerando a margem de erro, entre homens e mulheres: 42% e 40%, respectivamente, aprovam a administração federal.

Considerando o nível de escolaridade, os que cursaram ensino superior são os que mais desaprovam o chefe do Executivo: 66% nesse estrato.

As regiões Centro-Oeste e Norte também são onde o governo lidera em aprovação no país: com 52% e 48%, respectivamente. Já no Nordeste, 59% dizem desaprovar o militar.

O gráfico a seguir mostra o desempenho do governo federal estratificado por gênero, idade, região, escolaridade e renda.

A pesquisa, realizada de 22 a 24 de junho de 2020 pelo DataPoder360, divisão de estudos estatísticos do Poder360, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 549 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

PODER 360

Deixe seu comentário

COVID-19: VEJA A SITUAÇÃO ATÉ ONTEM 20 HORAS NO RIO GRANDE DO NORTE E NOSSOS VIZINHOS, CEARÁ E PB

25 Jun2020

Por Jbelmont às 00h00

RN - registra 1769 casos de coronavírus nas últimas 24 horas, no total de 21.844; mortes somam 814, sendo 64 óbitos confirmados em comparação com o boletim anterior

A Secretaria Estadual de Saúde Pública divulgou nesta terça-feira (24) que o Rio Grande do Norte chegou a 21.844 casos confirmados de Covid-19 e 814 mortes pela doença. Comparado com o boletim epidemiológico do dia anterior, são 64 óbitos a mais, o maior número registrado em 24 horas durante a pandemia. No total, 55.593 testes de coronavírus já foram realizados no estado.

A Sesap registrou ainda que o RN conta com 29.624 casos suspeitos e 34.020 descartados, além de 99 mortes sob investigação. O número de recuperados não foi atualizado - segue com 2.035 pessoas.

PARAIBA - A Paraíba tem 39.912 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta quarta-feira (24). O número de mortes confirmadas por Covid-19 subiu para 828 no estado desde o início da pandemia. Já são 216 cidades da Paraíba com casos registrados da doença.

Foram registradas mais 21 mortes em decorrência do coronavírus desde o último boletim:

CEARÁ - Mais de 99,5 mil casos de Covid-19 são diagnosticados no Ceará, com 5,8 mil mortes pela doença
Fortaleza registra 3.212 óbitos. O número de recuperados chegou a 74.571.

Até as 16h41 desta quarta-feira (24), a plataforma IntegraSUS contabilizava 99.578 diagnósticos do novo coronavírus no Ceará. Um total de 5.815 pessoas perderam a vida em decorrência da doença. Os dados são atualizados pela Secretaria da Saúde.

Os dados registram 74.571 pacientes já recuperados da doença no Estado. Há ainda 60.325 casos à espera dos resultados de exames. Já foram realizados 241.283 testes para detectar o Sars-Cov-2 no Ceará.

Fortaleza é a líder no número de casos e óbitos de pacientes da Covid-19, com 3.212 mortes. A capital já registrou 34.027 diagnósticos positivos. Desde o fim de maio, no entanto, a doença está crescendo mais no interior do Ceará. Segundo levantamento de 21 junho, apenas um em cada três casos confirmados é registrado em Fortaleza. A cidade avançou para a fase 2 do plano de reabertura econômica.

Sobral tem maior prevalência do novo coronavírus na Região Norte, com 5.689 confirmações e 204 mortes. A doença também está crescendo em Juazeiro do Norte, que teve aumento de mais de 300% no número de casos confirmados da Covid-19 em 20 dias.

Deixe seu comentário

Mega-Sena, concurso 2.273: aposta do DF acerta sozinha as seis dezenas e leva mais de R$ 43 milhões

24 Jun2020

Por Jbelmont às 22h01

Veja as dezenas sorteadas: 15 - 16 - 20 - 38 - 40 - 58. Quina teve 48 apostas ganhadoras; cada uma levou R$ 67.956,15.



Uma aposta de Brasília acertou sozinha as seis dezenas da Mega-Sena e faturou um prêmio de R$ 43.269.740,25. O sorteio do concurso 2.273 foi realizado na noite desta quarta-feira (23).

Os números sorteados foram: 15 - 16 - 20- 38 - 40 - 58.

A Quina teve 48 acertadores, e cada um levou R$ 67.956,15. Outras 3.830 apostas ganharam na Quadra. O prêmio, nesse caso, é de R$ 1.216,67.

A previsão de prêmio era de R$ 45 milhões. Agora, para o próximo sorteio, no sábado (27), a estimativa de pagamento é de R$ 2,5 milhões.

Deixe seu comentário

Coronavírus: Brasil registra 1.185 óbitos e 42.725 casos nas últimas 24h, total de mortes chega a 53.830 e infectados são 1.188.631

24 Jun2020

Por Jbelmont às 18h59

Foto: NEWTON MENEZES/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quarta-feira (24):

– Registro de 1.185 óbitos nas últimas 24h, totalizando 53.830 mortes;

– Foram 42.725 novos casos de coronavírus registrados, no total são 1.188.631 infectados.

Deixe seu comentário

STF mantém proibição de redução de salário de servidor e repasses a outros Poderes quando receitas ficarem abaixo do previsto

24 Jun2020

Por Jbelmont às 18h53

Foto: reprodução

O Supremo Tribunal Federal (STF) concluiu nesta quarta-feira o julgamento em que decidiu manter a proibição de reduzir o salário de servidores públicos da União, estados e municípios. A Corte também determinou que o Poder Executivo não pode unilateralmente reduzir os repasses aos outros Poderes, os chamados duodécimos, quando as receitas ficarem abaixo do previsto.

Na sessão de 22 de agosto de 2019, já havia seis votos contra a possibilidade de reduzir salários, e quatro favoráveis. Mas faltava a manifestação do ministro Celso de Mello, que estava ausente. Ele votou nesta quarta-feira também pela irredutibilidade salarial, sacramentando o placar em sete a quatro.

No caso dos duodécimos, o placar estava empatado, em cinco a cinco. Celso se juntou à corrente de que o Executivo não pode restringir sozinho os repasses aos outros Poderes. Isso só será possível mediante negociação.

A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) permitia a redução salarial temporariamente caso os limites de gasto o funcionalismo ficassem acima do permitido pela legislação. Isso seria acompanhado pela diminuição da jornada de trabalho na mesma proporção. Mas a medida não chegou a ser posta em prática, porque uma liminar do próprio STF já tinha suspendido a regra.

Além de Celso, haviam votado dessa forma os ministros Edson Fachin, Rosa Weber, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski e Luiz Fux e Marco Aurélio Mello. Mesmo tendo declarado que não se pode reduzir salários, Cármen Lúcia admitiu a possibilidade de mudança na jornada dos trabalhadores. Foram favoráveis à possibilidade de redução: o relator Alexandre de Moraes, mais Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes e o presidente da Corte, Dias Toffoli.

O artigo 23 da LRF prevê que o poder público pode adotar a redução dos salários e das jornadas de forma temporária se os gastos com pessoal ultrapassarem o limite de 60% de sua receita corrente líquida. O ministro Teori Zavascki, morto em 2017, suspendeu esse trecho com uma liminar.

Na discussão dos duodécimos, o voto de Celso se juntou ao de Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski e Luiz Fux. Assim, o Executivo não poderá limitar os repasses ao Legislativo, ao Judiciário, ao Ministério Público e à Defensoria Pública quando eles não indicarem como poderia ser feito o contingenciamento. Esse ponto também já estava suspenso por uma liminar do STF desde fevereiro de 2001.

O Globo


Deixe seu comentário

Prefeitura de Mossoró prorroga medidas restritivas até 30 de junho 24.06.2020

24 Jun2020

Por Jbelmont às 18h16

Através do decreto 5.708, a Prefeitura de Mossoró prorroga as medidas restritivas voltadas ao funcionamento do comércio e serviços, mantidas as exceções, até 30 de junho de 2020. A expectativa é que a reabertura gradual ocorra a partir de 1° de julho.

O novo decreto altera o de número 5.631, estendendo o prazo do fechamento do comércio não essencial. Sendo assim, seguem fechados os estabelecimentos que não estão citados entre as exceções.

A prorrogação do prazo considera a situação da pandemia na cidade e a taxa de ocupação dos leitos de UTI, além da estruturação de equipamentos de saúde dedicados ao cuidado e tratamento da COVID-19. “Estamos analisando a conjuntura através de um trabalho realizado em consonância com o comitê de enfrentamento ao novo coronavírus. Nossas decisões são determinadas por essas avaliações e por isso decidimos estender o prazo até o próximo dia 30”, informa a prefeita Rosalba Ciarlini.

O Município já conta com um plano de reabertura da economia local que será anunciado quando for entrar em vigor.

Deixe seu comentário

RN registra 1769 casos de coronavírus nas últimas 24 horas, no total de 21.844; mortes somam 814, sendo 64 óbitos confirmados em comparação com o boletim anterior

24 Jun2020

Por Jbelmont às 13h12

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte nesta quarta-feira(24). Os casos confirmados chegam a 21.844. No boletim dessa segunda eram 20.075. Em comparação com essa terça-feira(23), 1769 casos a mais. 

O total de vítimas da covid-19 no RN chega a 814 – (64) óbitos a mais desde o boletim anterior. As mortes, em sua maioria, foram confirmadas após exames laboratoriais dos últimos dias. Nas últimas 24 horas foram registradas três. Sob investigação são 99 óbitos. 

Os casos suspeitos não foram detalhados e serão divulgados no boletim ao fim do dia. Descartados somam 32.240. Recuperados são 2.035. 

 

"Estamos chegando ao pico da pandemia", afirma Fátima Bezerra 


A governadora Fátima Bezerra (PT) participou hoje, pela primeira vez, da coletiva de imprensa realizada diariamente pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap).

"Estamos chegando ao pico da pandemia e precisamos conter a propagação. No Brasil e no mundo vários estados e cidades que fizeram abertura tiveram que recuar e retomar as medidas restritivas", afirmou, ao justificar o adiamento da abertura gradual do comércio, que começaria nesta quarta-feira, mas foi adiado para o próximo dia 1º de julho.

Fátima afirmou que que a Sesap instalou 370 leitos para covid-19, entre clínicos e críticos. Prometeu mais 70 para as próxima semanas.

"Reafirmo que todos os esforços e recursos que recebemos e dispomos estão disponibilizados no portal da transparência, seja em recursos próprios, do governo federal, de doações. E a principal destinação é para UTIs e contratação de pessoal. Já contratamos mais de 3 mil profissionais e empenhamos R$ 100 milhões para garantir à população o direito de ter atendido e de sobreviver", afirmou.

Números

Nesta quarta-feira,24, são 21.844 casos confirmados (pessoas que iniciaram sintomas nas últimas semanas), 32.240 descartados, 814 óbitos confirmados (3 nas últimas 24 horas) e 99 óbitos em investigação.

A ocupação de leitos para covid-19 segue na casa dos 90%.

Deixe seu comentário

COVID-19: VEJA A SITUAÇÃO ATÉ ONTEM 20 HORAS NO RIO GRANDE DO NORTE E NOSSOS VIZINHOS, CEARÁ E PB

24 Jun2020

Por Jbelmont às 00h16

RN - supera a marca de 20 mil casos de coronavírus; mortes são 750
Ainda há 100 mortes em investigação no RN e já 31.139 pessoas que tinham suspeita de estarem infectados, testaram negativo para o novo coronavírus. Dentre os 20 novos óbitos, 8 aconteceram nas últimas 24h.

De acordo com a Sesap, 99 pessoas ainda aguardam leitos, sendo 11 já reguladas esperando o transporte sanitário.

PARAIBA - Casos de coronavírus na Paraíba em 23 de junho
Paraíba tem 38.999 casos confirmados e 807 mortes por coronavírus. São 1.746 casos e 23 mortes confirmados nesta terça-feira (23).

A Paraíba tem 38.999 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta terça-feira (23). O número de mortes confirmadas por Covid-19 subiu para 807 no estado desde o início da pandemia. Já são 216 cidades da Paraíba com casos registrados da doença.

Foram registradas mais 23 mortes em decorrência do coronavírus desde o último boletim:

CEARÁ - O Ceará registra 98.055 casos confirmados de Covid-19 e 5.728 mortes pela doença. Os dados foram atualizados às 19h18min de hoje, terça-feira, 23 de junho (23/06), pela plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). O balanço mostra 73.593 recuperados da doença no Estado. Foram 3.347 casos e 110 óbitos a mais que o registrado nesta segunda.

Os novos casos e novos óbitos são noticiados de acordo com a data de confirmação, mediante o resultado dos exames. O dado não significa que as mortes tenham ocorrido nessa data, mas que houve o resultado do exame com a confirmação de que o paciente tinha Covid-19 e posterior registro. Segundo a Sesa, houve 20 óbitos nas últimas 24 horas.

Deixe seu comentário

2.029 pessoas testaram positivo para Covid-19 em Mossoró, segundo boletim

23 Jun2020

Por Jbelmont às 22h25


Boletim epidemiológico mostra dados de Mossoró e do RN (Imagem: Reprodução)

Mossoró tem 2.029 casos confirmados do novo coronavírus e registra 107 óbitos com confirmação da doença, segundo dados do boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira, 23, Secretaria da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (SESAP-RN), confirmados pela Prefeitura de Mossoró.

São 1.357 casos suspeitos no Município 1.846 casos descartados. Segundo o boletim, onze óbitos estão em investigação.

De acordo com dados da Prefeitura de Mossoró, 324 pessoas estão recuperadas na cidade.

Em todo o Estado há 20.075 casos confirmados do novo coronavírus e 750 óbitos com confirmação da doença. O número de casos suspeitos no RN é de 25.569 e já 31.188 casos descartados.

Deixe seu comentário

Brasil tem 1.364 mortes por coronavírus em 24 horas, revela consórcio de veículos de imprensa; são 52.771 no total

23 Jun2020

Por Jbelmont às 22h12

É o 2º maior registro em 24 horas desde o início da pandemia. No dia 4 de junho, houve 1.470, segundo dados das secretarias totalizados pelo G1 naquele dia. Levantamento mostra que Brasil tem mais que o dobro de mortes de Índia, China, Paquistão e Indonésia juntos – quatro países mais populosos.

O Brasil teve 1.364 novas mortes registradas em razão do novo coronavírus em 24 horas, mostra levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde. Com isso, são 52.771 óbitos pela Covid-19 até esta terça-feira (23) no país. Veja os dados, consolidados às 20h:

52.771 mortes; eram 51.407 até as 20h de segunda (22), uma diferença de 1.364 óbitos
1.151.479 casos confirmados; eram 1.111.348 até a noite de segunda, ou seja, houve 40.131 novos casos
Esse é o 2º maior registro de mortes divulgadas pelas secretarias estaduais de Saúde em 24 horas desde o início da pandemia. O recorde anterior foi de 1.470 mortes no dia 4 de junho.

São Paulo também teve mais uma vez o recorde diário de mortes (434).

Desde o dia 8 de junho, o G1 faz parte de um consórcio de veículos de imprensa que soma os registros de casos e mortes divulgados pelas secretarias estaduais da Saúde. O balanço diário do consórcio leva em conta os dados divulgados entre as 20h de um dia e de outro. Antes do consórcio, o G1 também contabilizava os dados divulgados pelas secretarias estaduais, com balanço fechado da 0h às 23h59 de cada dia.

O Brasil já tem mais que o dobro de mortes de Índia, China, Paquistão e Indonésia juntos – quatro países mais populosos –, de acordo com dados compilados pela Universidade Johns Hopkins. O país só fica atrás dos EUA em número de vítimas.

Deixe seu comentário

Senado aprova PEC que adia para novembro eleições municipais deste ano

23 Jun2020

Por Jbelmont às 22h02

Calendário eleitoral prevê votações nos dias 4 e 25 de outubro. PEC adia primeiro turno para 15 de novembro e o segundo para 29 de novembro. Proposta segue para Câmara.
Por Gustavo Garcia, G1 — Brasília



Senadores discutem em sessão remota PEC que adia eleições municipais deste ano — Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado


O Senado aprovou nesta terça-feira (23) a proposta de emenda à Constituição (PEC) que adia as eleições municipais deste ano em razão da pandemia do novo coronavírus.

O texto, votado em sessão remota, foi aprovado por 67 votos a 8 no primeiro turno e por 64 votos a 7 no segundo turno. Agora, a PEC segue para a Câmara dos Deputados.

Pelo calendário eleitoral, o primeiro turno está marcado para 4 de outubro, e o segundo, para 25 de outubro. A PEC aprovada pelo Senado adia o primeiro turno para 15 de novembro, e o segundo, para 29 de novembro.

O adiamento das eleições tem sido discutido pelo Congresso Nacional, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e por especialistas nos últimos meses.

Condições sanitárias
O texto-base aprovado foi proposto pelo senador Weverton Rocha (PDT-MA), relator do tema.

Além de transferir as eleições de outubro para novembro, a PEC permite ao plenário do TSE definir novas datas para o pleito em cidades que não tiverem condições sanitárias para votação em novembro.

O texto define que a decisão pode ser de ofício, isto é, por iniciativa do TSE, ou por questionamento dos presidentes dos tribunais regionais eleitorais (TREs). As autoridades sanitárias deverão ser consultadas.

Nesses casos, a data-limite para as eleições será 27 de dezembro de 2020. O TSE deverá dar ciência do novo adiamento ao Congresso Nacional.

Caso um estado inteiro não apresente condições sanitárias, o projeto define que o novo adiamento deverá ser definido por meio de decreto legislativo do Congresso. A data-limite também será 27 de dezembro de 2020.

Outros pontos
Saiba outros pontos previstos na PEC:

Registro de candidaturas: O relator, Weverton Rocha, propôs também o adiamento da data-limite para o registro de candidaturas, atualmente prevista para 15 de agosto. Pelo texto, os partidos poderão solicitar à Justiça Eleitoral o registro dos candidatos até 26 de setembro;
Convenções: Pelo calendário eleitoral, as convenções devem ser realizadas entre 20 de julho e 5 de agosto. O TSE autorizou a realização das convenções de forma virtual, por causa da pandemia. O relatório de Weverton prevê que as convenções ocorram entre 31 de agosto e 16 de setembro. O texto também prevê a realização das convenções por meio virtual.
Prazos
Veja a seguir os prazos previstos no texto aprovado:

a partir de 11 de agosto: as emissoras ficam proibidas de transmitir programa apresentado ou comentado por pré-candidato, sob pena de cancelamento do registro do beneficiário;
entre 31 de agosto e 16 de setembro: prazo para a realização das convenções para escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações;
até 26 de setembro: prazo para que os partidos e coligações solicitem à Justiça Eleitoral o registro de candidatos;
após 26 de setembro: prazo para início da propaganda eleitoral, também na internet;
a partir de 26 de setembro: prazo para que a Justiça Eleitoral convoque partidos e representação das emissoras de rádio e TV para elaborarem plano de mídia;
27 de outubro: prazo para partidos políticos, coligações e candidatos divulgarem relatório discriminando as transferências do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (Fundo Eleitoral), os recursos em dinheiro e os estimáveis em dinheiro recebidos, bem como os gastos realizados;
até 15 de dezembro: para o encaminhamento à Justiça Eleitoral do conjunto das prestações de contas de campanha dos candidatos e dos partidos políticos, relativamente ao primeiro turno e, onde houver, ao segundo turno das eleições;
a diplomação dos candidatos eleitos ocorrerá em todo país até o dia 18 de dezembro, salvo nos casos em que as eleições ainda não tiverem sido realizadas.

O texto diz ainda que os prazos fixados em leis não transcorridos na data de publicação da proposta serão computados considerando-se a nova data das eleições 2020.

A decisão da Justiça Eleitoral dos julgamentos das contas dos candidatos eleitos deverá ser publicada até o dia de 12 de fevereiro de 2021.

Os partidos e coligações poderão, até o dia 1º de março de 2021, acionar a Justiça Eleitoral, relatando fatos e indicando provas, para pedir a abertura de investigação judicial a fim de se apurar condutas irregulares nos gastos de campanha.

Pela proposta, os atos de propaganda eleitoral não poderão ser limitados pela legislação municipal ou pela Justiça Eleitoral, salvo se a decisão estiver fundamentada em prévio parecer técnico emitido por autoridade sanitária estadual ou nacional.

Outros pontos
Segundo a PEC, o TSE poderá fazer ajustes em normas relacionadas:

aos prazos para fiscalização e acompanhamento dos programas de computador utilizados nas urnas eletrônicas para os processos de votação, apuração e totalização, bem como de todas as fases do processo de votação, apuração das eleições e processamento eletrônico da totalização dos resultados, para adequá-los ao novo calendário eleitoral;
à recepção dos votos, justificativas, auditoria e fiscalização no dia da eleição, inclusive no tocante ao horário de funcionamento das seções eleitorais e à distribuição dos eleitores no período, de forma a propiciar a melhor segurança sanitária possível de todos os participantes do processo eleitoral.
Destaques rejeitados
Os senadores rejeitaram, por 56 votos a 14, um destaque do Podemos que tinha o objetivo de estabelecer o voto facultativo nas eleições.

Na sequência, derrubaram por 53 a 16 um destaque do Progressistas (PP), que tinha o propósito de adiar as eleições municipais deste ano para outubro de 2022, com prorrogação de mandatos de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores por dois anos.

Outros dois destaques foram retirados pelos partidos que os propuseram: PT e Cidadania.

O do PT tinha o objetivo de estabelecer o dia 6 de dezembro de 2020 como data para a realização do segundo turno.

O do Cidadania previa o estabelecimento de local e horário de votação específicos para pessoas de grupos de risco em relação à Covid-19. O relator Weverton Rocha disse que medidas nesse sentido poderão ser definidas pelo TSE, posteriormente.

 

G1

Deixe seu comentário

Câmara aprova texto-base de projeto que altera Código de Trânsito; saiba ponto a ponto

23 Jun2020

Por Jbelmont às 21h46

Entre as mudanças, estão aumento do número de pontos da CNH para alguns motoristas, assim como a prorrogação da validade.



Rodrigo Maia (DEM-RJ) conduz sessão remota da Câmara dos Deputados nesta terça-feira (23) — Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (23) o texto-base do projeto do governo que muda trechos do Código de Trânsito Brasileiro.

Para concluir a votação, os parlamentares ainda precisam analisar os destaques, isto é, sugestões de alteração do texto. Esta etapa começou nesta terça, mas só será concluída nesta quarta (24). Em seguida, o projeto seguirá para o Senado.

Entre as mudanças aprovadas pelos deputados, estão:

aumento do número de pontos para suspensão, em razão de multas, da Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
prorrogação do prazo da validade desse documento.
Pontos da proposta original enviada pelo governo, como a retirada da multa para quem transportar criança sem a cadeirinha, ficaram de fora do relatório apresentado pelo deputado Juscelino Filho (DEM-MA).

Considerado um assunto prioritário pelo Palácio do Planalto, o projeto foi apresentado em junho do ano passado pelo presidente Jair Bolsonaro, que foi pessoalmente à Câmara fazer a entrega do texto.

No mês passado, Bolsonaro, em reunião com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), chegou a fazer um apelo para o projeto ser votado.

Partidos de oposição tentaram obstruir o texto, atrasando a votação, por serem contrários ao conteúdo do projeto e, também, por defenderem que a Câmara deve dar prioridade a pautas relacionadas à pandemia do novo coronavírus.

Ponto a ponto
Saiba ponto a ponto o que diz o projeto:

Validade da CNH

O projeto amplia o prazo para a renovação dos exames de aptidão física e mental para a renovação da CNH, de acordo com as seguintes situações:

10 anos para condutores com menos de 50 anos;
5 anos para condutores entre 50 e 70 anos;
3 anos para condutores com mais de 70 anos.
Para os motoristas com menos de 50 anos que exercem atividade remunerada em veículo, a periodicidade de renovação será menor, de cinco anos.

O texto prevê, ainda, que em caso de indícios de deficiência física ou mental ou de progressividade de doença que diminua a capacidade de condução, o perito examinador pode diminuir os prazos para a renovação da carteira.

Atualmente, o Código de Trânsito prevê a renovação a cada cinco anos para a maioria dos motoristas e a cada três anos para condutores com mais de 65 anos.

Já o texto enviado pelo governo previa a renovação dos exames a cada 10 anos e, para pessoas acima de 65 anos, a cada cinco anos.

Exame de aptidão

O texto determina, ainda, que os exames de aptidão física e mental sejam realizados por médicos e psicólogos peritos examinadores, com a titulação de especialista em medicina do tráfego ou em psicologia de trânsito, respectivamente. A legislação atual não deixa explícita essa exigência, e os requisitos constam apenas em resoluções do Contran.

Pela proposta, os exames devem ser avaliados "objetivamente" pelos examinados, o que subsidiará a fiscalização sobre o profissional credenciado feita pelos órgãos de trânsito em colaboração com os conselhos profissionais.

Pontuação da CNH

O projeto também prevê limites diferentes de pontuação na carteira de motorista, antes da suspensão, no prazo de 12 meses:

40 pontos para quem não tiver infração gravíssima;
30 pontos para quem possuir uma gravíssima;
20 pontos para quem tiver duas ou mais infrações do tipo.
Os motoristas profissionais terão 40 pontos de teto, independentemente das infrações cometidas. Esses condutores podem participar de curso preventivo de reciclagem quando atingirem 30 pontos. A legislação atual prevê a suspensão da carteira sempre que o infrator atingir 20 pontos.

O projeto original do governo previa uma ampliação geral, de 40 pontos para todos os motoristas, independentemente da vinculação por infração criada pelo relator.

Avaliação psicológica

O relator incluiu, também, a exigência de avaliação psicológica quando o condutor:

se envolver em acidente grave para o qual tenha contribuído;
ser condenado judicialmente por delito de trânsito;
estiver colocando em risco a segurança do trânsito, por decisão da autoridade de trânsito.
Plenário pode votar nesta terça (23) projeto que reformula código de trânsito
Plenário pode votar nesta terça (23) projeto que reformula código de trânsito

Cadeirinha
O projeto aprovado determina também a obrigatoriedade do uso da cadeirinha para crianças de até 10 anos que ainda não atingiram 1,45 m de altura. Pelo texto, o descumprimento desta regra ocasionará uma multa correspondente a uma infração gravíssima.

A proposta original do governo previa que a punição para o descumprimento fosse apenas uma advertência por escrito, sem a multa. Pela proposta do Executivo, endurecida pelo relator, a cadeirinha seria necessária para crianças de até 7 anos e meio.

Exames toxicológicos
Sobre a renovação da carteira de habilitação, o texto também mantém a obrigatoriedade de exames toxicológicos para motoristas das categorias C, D e E.

O fim da obrigatoriedade do exame era um dos pontos polêmicos do texto e foi alvo de críticas de parlamentares e entidades ligadas ao setor.

Segundo a proposta, quem tem idade inferior a 70 anos também terá que se submeter ao exame a cada dois anos e meio, independentemente da validade da CNH. Objetivo é impedir que eventual mudança do prazo da carteira implique em alteração na periodicidade do exame.

Motos
O projeto estabelece regras para a circulação de motocicletas, motonetas e ciclomotores quando o trânsito estiver parado ou lento.

Pelo texto, os motociclistas devem transitar com velocidade compatível com a segurança dos pedestres e demais veículos nessas situações.

A proposta cria ainda uma “área de espera” para motociclistas junto aos semáforo. O projeto diz que haverá uma área delimitada por duas linhas de retenção, destinada exclusivamente à espera destes veículos próximos aos semáforos, imediatamente à frente da linha de retenção dos demais veículos.

Recall
O projeto torna o recall das concessionárias - convocação de proprietários para reparar defeitos constatados nos veículos - uma condição para o licenciamento anual do veículo a partir do segundo ano após o chamamento.

Segundo o relator, são frequentes os casos de descumprimento do procedimento, colocando em risco a segurança dos condutores desses veículos e de outras pessoas.

Cadastro positivo
A proposta cria o Registro Nacional Positivo de Condutores (RNPC), em que serão cadastrados os condutores que não tenham cometido infração de trânsito sujeita a pontuação nos últimos 12 meses.

O cadastro positivo vai possibilitar que estados e municípios concedam benefícios fiscais e tarifários aos condutores cadastrados.

Inicialmente, o relatório previa que, na Semana Nacional de Trânsito, comemorada em setembro, haveria um sorteio no valor de 1% do montante arrecadado com as multas para premiar os motoristas do cadastro. Contudo, Juscelino Filho retirou essa parte ao acolher uma emenda de plenário.

Escolinhas de trânsito
O projeto prevê a criação de escolinhas de trânsito para crianças e adolescentes com aulas teóricas e práticas sobre legislação, sinalização e comportamento no trânsito.

Consulta pública
As propostas de normas regulamentares a serem editadas pelo Contran deverão sejam submetidas a consulta pública antes da entrada em vigor. Objetivo é dar mais transparência às decisões do conselho.

Multas administrativas
O parecer propõe a isenção de pontos na carteira de motorista em algumas situações de infrações de natureza administrativa, por exemplo:

Conduzir veículo com a cor ou característica alterada;
Conduzir veículo sem os documentos de porte obrigatório;
Portar no veículo placas em desacordo com as especificações e modelos estabelecidos pelo Contran;
Deixar de atualizar o cadastro de registro do veículo ou de habilitação do condutor.
As multas para essas situações, contudo, estão mantidas.

Outros pontos
Saiba outros pontos:

Reprovação de exame: o projeto revoga dispositivo do Código de Trânsito que determinava que o exame escrito sobre legislação de trânsito ou de direção veicular só poderia ser refeito 15 dias depois da divulgação do resultado, em caso de reprovação;
Faróis: o texto determina a obrigatoriedade de manter os faróis acesos durante o dia, em túneis e sob chuva, neblina ou cerração, e à noite. A proposta, contudo, flexibiliza a obrigatoriedade dos faróis nas rodovias, previstas atualmente em lei - pela proposta, a obrigatoriedade é apenas para veículos que não tenham luzes de rodagem diurna em rodovias de pista simples;
Capacete sem viseira: a proposta altera trecho do Código de Trânsito que trata da obrigatoriedade do uso do capacete, retirando a menção sobre a viseira - o que, atualmente, é considerado infração gravíssima. O não uso viseira no capacete ou do óculos de proteção ganhou um artigo separado na lei, tornando-se infração média;
Aulas à noite: o projeto também retira a obrigatoriedade de que parte das aulas de direção sejam feitas à noite;
Policiais legislativos: o texto prevê que os policiais legislativos da Câmara dos Deputados e do Senado, mediante convênio com o órgão ou entidade de trânsito local, poderão autuar os motoristas em caso de infração cometida nas adjacências do Congresso Nacional quando estiverem comprometendo os serviços ou colocando em risco a segurança das pessoas ou o patrimônio do Legislativo. Os autos de infração serão encaminhadas ao órgão competente.

CÂMARA DOS DEPUTADOS

G1

Deixe seu comentário

Fátima confirma prorrogação de isolamento no RN até 1º de julho: “Acabei de comunicar ao setor produtivo, respeitando a recomendação do MP, em consonância com o nosso Comitê Científico”

23 Jun2020

Por Jbelmont às 12h52

Foto: Reprodução/Twitter

Através das redes sociais, a governadora Fátima Bezerra(PT) reforçou no fim da manhã desta terça-feira(23) que o Rio Grande do Norte prorrogará o decreto com medidas de isolamento no enfrentamento ao coronavírus. Na ocasião, também destacou a expectativa de retomada gradual das atividades econômicas.

“Acabei de comunicar ao setor produtivo que, respeitando a recomendação do Ministério Público, em consonância com o nosso Comitê Científico, estou prorrogando para o próximo dia primeiro a retomada gradual das nossas atividades econômicas”,

Deixe seu comentário

RN supera a marca de 20 mil casos de coronavírus; mortes são 750

23 Jun2020

Por Jbelmont às 12h30

O número de casos confirmados de coronavírus no Rio Grande do Norte é de 20.070 . Além da marca de mais de 20 mil pessoas infectadas, o estado chegou ao número de 750 óbitos decorrentes da Covid-19, de acordo com as informações divulgadas pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) em entrevista, nesta terça-feira (23). 

Ainda há 100 mortes em investigação no RN e já 31.139 pessoas que tinham suspeita de estarem infectados, testaram negativo para o novo coronavírus. Dentre os 20 novos óbitos, 8 aconteceram nas últimas 24h.

De acordo com a Sesap, 99 pessoas ainda aguardam leitos, sendo 11 já reguladas esperando o transporte sanitário.

Leitos
A taxa de ocupação de leitos destinados a tratar a Covid-19 no Rio Grande do Norte está distribuída da seguinte maneira:

João Câmara: 100%
Grande Natal: 96%
Mossoró: 94%
Pau dos Ferros: 84%
Seridó: Mais de 80%

 

AGORA RN

Deixe seu comentário

AGITADO E CHORANDO, WASSEF DESPERTA PREOCUPAÇÃO

23 Jun2020

Por Jbelmont às 10h23

Quem conversa com Frederick Wassef tem se preocupado com seu estado emocional.

O agora ex-advogado de Flávio Bolsonaro está agitadíssimo e sem conseguir concluir o raciocínio — mais do que lhe é habitual. Quando não cai no choro.

ÉPOCA

Deixe seu comentário

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +