Mais uma morte violenta em Mossoró que chega a 84 neste ano

20 Abr2018

Por Jbelmont às 13h53

O crime aconteceu na manhã de hoje, 20 de abril, na Rua Piaçava no conjunto Jardim das Palmeiras, ao lado do Ceduc, no bairro Dom Jaime Câmara em Mossoró no Rio Grande do Norte.

Maurício Mendes Caetano, “Birico” morador da antiga favela do Tranquilim em Mossoró, foi morto com um tiro na nuca com orifício de saída no rosto, segundo o perito criminal Renildo Marcelino, que realizou os procedimentos de pericia no local.

Por volta das 08h da manhã de hoje, Mauricio Mendes Caetano foi morto quando chegava para fazer compras num pequeno comércio.

A policia não sabe qual foi à motivação para o crime, mas recebeu informações que Mauricio Mendes, foi a 4ª vitima de homicídio de membros da sua família. Além dele, outros três sobrinhos foram mortos na mesma região do bairro.

Segundo informações de familiares, “Birico” estava em liberdade, depois de ter cumprido 13 anos de prisão, acusado pelo crime de estupro. Segundo a família ele jurava inocência e dizia que na época do tal estupro, apenas estava acompanhado com os verdadeiros estupradores.

Investigadores da Divisão de Homicídios de Mossoró, acompanhados pela Delegada Liana Aragão, assistiram os trabalhos de pericia, realizados pela equipe de plantão no Instituto Técnico-Cientifico de Pericia, Unidade Regional de Mossoró, para onde o corpo foi removido e deverá ser necropsiado.

 

Do Câmera

Deixe seu comentário

Polícia Federal anuncia que fará concurso público para 500 vagas

20 Abr2018

Por Jbelmont às 13h46

Agentes da Polícia Federal, que têm a maior parte das vagas, cumprem mandados em operações pelo país (Foto: Reprodução/EPTV)

 

A Polícia Federal autorizou nesta sexta-feira (20) a realização de concurso para o total de 500 vagas em cargos de nível superior de escolaridade. A portaria nº 8.380 foi publicada no "Diário Oficial da União".

Veja as distribuição das vagas e cargos do concurso:

 

  • 180 vagas para agente
  • 150 vagas de delegado
  • 80 vagas para escrivão
  • 60 vagas para perito criminal
  • 30 vagas para papiloscopista

 

Os salários de agente, escrivão e papiloscopista são em torno de R$ 12,5 mil. Para perito e delegado, as remunerações são de cerca de R$ 23 mil.

O prazo para a publicação do edital de abertura de inscrições para o concurso público será de até seis meses, contado a partir da publicação da portaria, ou seja, até 20 de outubro.

Últimos concursos

 

Os últimos concursos da Polícia Federal foram organizados pelo Cebraspe (antigo Cespe/UnB). Em 2013, foi realizado concurso para perito criminal federal, delegado e escrivão. No mesmo ano, a PF lançou edital para agente administrativo, de nível médio, e vários cargos de nível superior, entre eles engenheiro, administrador e psicólogo.

Em 2014, foi a vez do concurso para agente.

Os inscritos são avaliados por meio de provas objetivas e discursivas, exame de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica, prova prática de digitação (apenas escrivão), avaliação de títulos, prova oral (apenas delegado) e curso de formação profissional, na Academia Nacional de Polícia, em Brasília.

 

Requisitos

 

Para delegado, os candidatos devem ter nível superior em direito. Para perito, o edital definirá em quais áreas de graduação serão aceitas as inscrições. Para escrivão, agente e papiloscopista, quem tem nível superior em qualquer área pode se inscrever.

 Restrições das eleições não devem afetar concurso

 

Como neste ano haverá eleições para presidente, governadores e Congresso Nacional, haverá restrição na nomeação, contratação ou admissão do servidor público federal e estadual nos três meses que antecedem o pleito, marcado para 7 de outubro, até a posse dos eleitos, ou seja, de 7 de julho a 1º de janeiro de 2019. Mas, caso a homologação do concurso (divulgação do resultado final) seja feita até três meses antes das eleições, ou seja, até 7 de julho, as nomeações podem ocorrer em qualquer período do ano.

No caso do concurso da Polícia Federal, não há restrição para divulgação do edital, apenas para as nomeações, mas como o concurso engloba várias etapas, até que os aprovados sejam contratados, a restrição não estará mais valendo.

 

Previsão de concurso para a PRF

 

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse que haverá ainda concurso para 500 vagas para policiais rodoviários federais, cujo edital está sendo elaborado e também será lançado ainda neste semestre. Ele disse que pretende aumentar o número de postos de videomonitoramento de estradas.

Em fevereiro, quando a pasta de Segurança Pública foi criada, Jungmann anunciou que pretendia duplicar o contingente de policiais federais em postos de fronteira. Segundo o ministro, o número passará a 300 agentes. As vagas do concurso, portanto, deverão ser direcionadas para esse fim.

Ele também disse que vai reforçar a área de combate aos crimes de corrupção, com a realocação de 20 delegados para o setor.

Essas medidas fazem parte do reforço da segurança pública no país, entre elas ainda a intenção de tornar a Força Nacional de Segurança um órgão permanente.

 

G1RN

Deixe seu comentário

Casal com patrimônio de R$ 5 milhões é preso em Natal suspeito de tráfico de drogas, diz Polícia Civil

19 Abr2018

Por Jbelmont às 23h07

Prisão, ocorrida nesta quinta-feira (19), faz parte da segunda fase da Operação Caça às Bruxas, deflagrada em março. Casal foi preso em rtamento na Praia de Areia Preta.

 

Deicor esteve em apartamento de dois suspeitos de tráfico de drogas na Praia de Areia Preta, Natal (Foto: Cedida/Polícia Civil)

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte, por meio da Delegacia Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), prendeu na manhã desta quinta-feira (19), em um apartamento na Praia de Areia Preta, na Zona Leste de Natal, um casal suspeito de praticar o crime de tráfico interestadual de entorpecentes. Especialistas em comércio de drogas sintéticas, o patrimônio avaliado dos presos seria de R$ 5 milhões, segundo polícia potiguar.

Essa foi a segunda fase da Operação Caça às Bruxas, deflagrada em 15 de março passado pela Polícia Civil do Distrito Federal e que cumpriu mandados de prisão e busca e apreensão em nove estados, incluindo o Rio Grande do Norte. O alvo foi um grupo criminoso interestadual que vendia drogas sintéticas pelo correio, no qual os presos desta quinta-feira fariam parte.

"Aqui, esse cidadão preso hoje não foi encontrado naquela época", explicou Odilon Teodósio, titular da Deicor. "Fomos até uma agência dos Correios na capital e apreendemos na caixa postal uma remessa de comprimidos de ecstasy, uma pequena quantidade diante dos 30 mil comprimidos que ele distribuía semanalmente", acrescentou.

O suspeito comprava cerca de R$ 120 mil reais por mês, em períodos de vendas elevadas, por isso que ele seria tido como o "rei do LSD e do ecstasy", informou a Deicor.

Conforme informou a Polícia Civil, os criminosos vendiam as drogas sintéticas por meio de um perfil falso nas redes sociais. Após o pedido de encomenda, os clientes faziam um depósito bancário e a droga (LSD ou ecstasy) chegava em casa pelos Correios.

 

Casal ostentação

 

O casal não poupava dinheiro. Eles estavam em um apaprtamento de alto padrão na Praia de Areia Preta, possuíam jóias, dinheiro em espécie em euro, e ainda faziam viagens ao exterior com frequência. A última, em fevereiro deste ano, foi para a França e Portugal.

Deixe seu comentário

EDUCAÇÃO Após quase um mês, professores da rede estadual de ensino do RN suspendem greve

19 Abr2018

Por Jbelmont às 22h40

Os professores da rede estadual de ensino decidiram pela suspensão da greve, iniciada há 29 dias. Os trabalhadores optaram pelo fim do movimento grevista em assembleia realizada na tarde desta quinta-feira (19) e devem retornar às escolas na segunda-feira (23).

A categoria suspendeu o movimento grevista após o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (Sinte-RN), mediado pela Justiça, conseguir do Governo do Estado a garantia do pagamento da correção de 6,81% do Piso Salarial de 2018, bem como o retroativo acumulado de janeiro a março.

O Piso, conforme prometido pelo governo, será implementado para os trabalhadores ativos já neste mês de abril. Os aposentados devem receber em seis parcelas, de abril a setembro deste ano.

O retroativo, tanto para ativos quanto aposentados, será pago de outubro de 2018 a março de 2019, em seis parcelas.

 

Educadores do Município mantêm greve

 

Na próxima segunda-feira, os educadores de Natal vão se reunir em mais uma assembleia geral, às 8h30, na ASSEN, no bairro de Petrópolis. Em pauta estará, segundo o Sinte, a avaliação do movimento grevista, iniciado em 21 de março para reivindicar a correção do Piso Salarial 2018, melhores condições de trabalho, reformas nas escolas e concessão de direitos que vêm sendo negados.

Segundo o sindicato da categoria, até o momento é esperado que o Prefeito recém-empossado, Álvaro Dias, convoque os sindicalistas e apresente uma nova proposta para pagar o Piso.

Na assembleia realizada na última terça (17) os educadores da capital voltaram a negar a última proposta do Executivo Municipal, considerada "inaceitável". A proposta sugeria pagar o Piso Salarial apenas em junho, sem pagar o retroativo relativo a janeiro, fevereiro, março, abril e maio deste ano.

 

G1 RN

Deixe seu comentário

Após seis anos, barragem do Apanha Peixe volta a 'sangrar' no Oeste potiguar

19 Abr2018

Por Jbelmont às 11h54

Barragem, que tem capacidade para 10 milhões de metros cúbicos de água, fica em Caraúbas. Agora, são 6 os reservatórios monitorados pelo Igarn totalmente cheios.


Após seis anos, açude do Apanha Peixe volta a 'sangrar'

Deixe seu comentário

Entenda o que pode acontecer com Lula após recurso negado pelo TRF4

19 Abr2018

Por Jbelmont às 10h05

Após ter seu último recurso negado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), nesta quarta-feira, o ex-presidente Lula deve recorrer agora aos tribunais superiores contra a condenação a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá. O primeiro recurso do petista deve cheguar ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) em pelo menos um mês. Assim que o TRF4 publicar o acórdão com a decisão desta quarta, a defesa terá 15 dias corridos para apresentar seus argumentos. Outros 15 dias serão dados para que o Ministério Público Federal se manifeste.

O petista cumpre pena na sede da superintendência da Polícia Federal de Curitiba, desde o último dia 7.

Saiba mais: o que pode acontecer com o ex-presidente:

 

Após ter a condenação mantida pelo TRF4, quais são os outros recursos à disposição do petista?

 

Sim. A defesa pode entrar com um recurso especial no STJ, onde cabe apontar, por exemplo, decisões ou atos do processo que violariam princípios como o da ampla defesa. No STJ, o ministro Félix Fischer, relator da Operação Lava-Jato, ficaria responsável por examinar o recurso. Fisher é tido como um magistrado rigoroso. Se esse pedido for negado, a defesa poderia voltar a apelar para o Supremo Tribunal Federal.

A decisão do TRF4 torna Lula inelegível?

A decisão de segunda instância, que rejeitou o embargo do embargo de declaração, significa que esta etapa do processo está encerrada. Em tese, o ex-presidente está de fora do páreo nas eleições deste ano, já que, pela lei da Ficha Limpa, um condenado por órgão colegiado, como é o caso, torna-se inelegível. Ainda assim, o petista pode recorrer ao STJ ou ao STF para tentar obter uma liminar e manter seu nome na disputa eleitoral. O prazo para o registro de candidatura é 15 de agosto.

Então, o ex-presidente ainda pode solicitar o registro de candidatura?

Sim. Mesmo que Lula esteja inelegível pela Lei da Ficha Limpa, por ter sido condenado por órgão colegiado, isso não o impede de solicitar o registro em agosto. A Lei Eleitoral diz que, com a solicitação feita, o candidato está autorizado a realizar atos de campanha até a decisão definitiva sobre o pedido de registro pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que é responsável por determinar a impugnação de um candidato à Presidência.

É possível que Lula faça campanha preso?

Ainda que esteja preso, Lula poderá registrar a sua candidatura e aguardar pelo TSE. Mas é improvável. Nessa hipótese, Lula estaria discutindo sua elegibilidade na Justiça Eleitoral. A Lei Eleitoral estabelece, porém, que os partidos políticos têm até 20 dias antes das eleições para substituir as suas candidaturas. Caso o TSE negue o registro da candidatura, o PT teria que substituí-lo até o dia 17 de setembro. Caso a eventual impugnação saísse depois das eleições, e Lula fosse eleito, haveria um debate jurídico se ele poderia ou não assumir a Presidência da República.

O Supremo ainda pode soltar Lula se mudar o entendimento sobre prisão após condenação em segunda instância?

Sim. A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, tem resistido a marcar a data de julgamento dessas ações, mas um dos ministros pode apresentar questão de ordem para incluir o tema na pauta. Se isso ocorrer, em tese, a Corte pode mudar de entendimento, seja para permitir a execução da pena somente após o trânsito em julgado (quando esgotados todos os recursos), seja para autorizá-la somente depois de análise do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que funcionaria como uma terceira instância.

 

O GLOBO

Deixe seu comentário

Oportunidade: Vende-se apartamento no Edifício Romeu Rebouças bairro Nova Bêtania

18 Abr2018

Por Jbelmont às 20h20

No 2º Andar, lado da sombra, 03 quartos, sendo uma suite e 02 vagas na garagem. Pode ser financiado. Preço de oportunidade. O interessado ligar para 9 9416 0670 ou 9 9959-9434. Recebemos veículo no negócio. Frente para o Nascente.

Deixe seu comentário

Câmara realiza projeto Câmara Cidadã no bairro Barrocas

18 Abr2018

Por Jbelmont às 20h16


Proposição partiu da vereadora Aline Couto

A Câmara Municipal de Mossoró realizou, durante a manhã dessa quarta-feira (18),  mais uma edição do projeto Câmara Cidadã. Dessa vez o local escolhido foi a Escola Municipal Celina Guimarães, no bairro Barrocas.

A vereadora Aline Couto (PHS), responsável pela escolha do bairro Barrocas para esta edição do Câmara Cidadã, destacou a importância do projeto. “É um projeto onde a Câmara Municipal atende a população através dos serviços prestados e ainda proporciona aos cidadãos conhecer melhor o trabalho dos vereadores.”, declarou.

A vice-prefeita, Nayara Gadelha, prestigiou o projeto e parabenizou a iniciativa da Câmara. “É muito importante que projetos como esse sejam realizados na nossa cidade.”, disse. A presidente da Câmara, vereadora Izabel Montenegro (MDB) aproveitou o momento para pedir responsabilidade aos cidadãos durante as eleições. “Quando o Câmara Cidadã leva a sessão ordinária da Casa Legislativa até os bairros proporciona à população local a oportunidade de conhecer o trabalho desenvolvido pelos vereadores. É importante que todos saibam como as leis são feitas, como os políticos trabalham para poderem votar com responsabilidade.”, finalizou.

 

Vereador Francisco Carlos destaca a importância de educação pública de qualidade

Vereador parabenizou trabalho desenvolvido pela Escola Municipal Professora Celina Guimarães, durante a sessão de hoje

 

O vereador Francisco Carlos (PP) enalteceu a importância da educação de qualidade durante a sessão dessa quarta-feira (18), realizada na Escola Municipal Professora Celina Guimarães. Francisco Carlos parabenizou os projetos desenvolvidos pela escola, como aulas de robótica, esporte, teatro, dança e música, que foram apresentados para os vereadores na abertura da sessão.

“É dentro da escola que os principais problemas que enfrentamos hoje podem ser sanados. É através da educação de qualidade que diminuiremos a desigualdade social e a violência. São projetos como este que tiram o jovem do caminho das drogas.”, destacou Francisco Carlos.

UERN

Francisco Carlos relembrou a luta em defesa da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte através da Frente Popular e Parlamentar presidida por ele. “A educação é o caminho para um país melhor. Por isso vamos continuar levantando essa bandeira, vamos continuar desenvolvendo um mandato comprometido em defender e cobrar educação de qualidade para nossa população.”, finalizou. 

Deixe seu comentário

BRASIL Após revisão, governo anuncia cancelamento de 422 mil benefícios sociais

18 Abr2018

Por Jbelmont às 20h02

Após um trabalho de revisão de benefícios sociais concedidos pelo governo federal, 422 mil serão cancelados, sendo 228 mil auxílios-doença, 43 mil aposentadorias por invalidez e 151 mil benefícios de Prestação Continuada (BPC). O trabalho de revisão de benefícios vai continuar até o fim do ano. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (16), em Brasília, pelos ministros do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, e do Planejamento, Esteves Colnago.

Diversos benefícios de programas sociais estão sendo revisados pelo governo federal, para verificar se os beneficiários ainda cumprem os requisitos apresentados no momento da concessão do auxílio. Segundo o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, o objetivo é revisar 1,8 milhão de benefícios, entre auxílio-doença e aposentadoria por invalidez. Após o pente fino, a expectativa do governo é chegar a 1,1 milhão de benefícios mensais. A economia total com as medidas pode chegar a R$ 20 bilhões.

 

Auxílio-doença

No caso do auxílio-doença, os beneficiários foram convocados para novas perícias. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, na primeira fase, entre 2016 e fevereiro de 2018, foram realizadas 252 mil revisões de um universo de 553 mil previstas. Destas, 228 mil foram canceladas, seja por indicação da perícia ou por não comparecimento, um índice de cerca de 82%.

Desde agosto de 2016, a revisão de auxílio-doença gerou economia de R$ 7,6 bilhões.

 

Aposentadoria por invalidez

Quarenta e três mil benefícios de aposentadoria por invalidez serão cancelados. Neste caso, como há um processo de transição para o cancelamento total, que se estende por um ano e meio, a economia em 2018 será de R$ 500 milhões mas pode chegar a R$ 5 bilhões em 2019.

Prestação Continuada

O Benefício de Prestação Continuada é oferecido a 4,4 milhões de beneficiários de baixa renda, sendo 2,4 milhões de idosos e 2 milhões de pessoas com deficiência.

O governo vai cancelar 151 mil benefícios de pessoas que não atendem mais os requisitos mínimos para receber o auxílio. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social, a economia com os cancelamentos pode chegar a R$ 1 bilhão por ano.

GovData

A revisão do BPC, especificamente, foi feita a partir da uma nova plataforma de integração de dados de bancos e sistemas do governo federal, denominada GovData. A plataforma integra dados de 14 bases e a expectativa é de que outras sejam incorporadas brevemente.

“As bases vão ser atualizadas mensalmente. Todo mês o governo vai poder saber se o dinheiro está sendo bem alocado e se as pessoas cumprem os requisitos mínimos pra continuar a receber [o benefício]”, informou o ministro do Planejamento, Esteves Colnago.

Com o GovData, a expectativa é de facilitar o trabalho de cruzamento de dados. Por exemplo, se o Ministério do Desenvolvimento Social quisesse dados de carteira de motorista, teria de fazer um pedido específico ao Departamento Nacional de Trânsito e firmar um acordo neste sentido. Se quisesse informações adicionais de situação de emprego, necessitaria de um outro acordo com o Ministério do Trabalho.

“O GovData funciona como único repositório para onde vão as bases de dados de interesse. Mas mais do que isso, temos também uma série de recursos de análise estatísticas, geração de tendências e outras ferramentas de ciências de dados”, explicou o secretário-executivo do Ministério do Planejamento, Gleisson Rubin.

O ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, destacou a importância do GovData, que permite mais cruzamentos com periodicidade menor, mas destacou que a plataforma não substitui os gestores.

“Simples cruzamento de dados não substituem gestor. Eles precisam ser cruzados mas precisam ser interpretados pelo gestor. Cruzamento simplesmente sem a crítia de quem conhece a regra geram distorções. O GovData é importante, todos devem aderir à plataforma. Mas é importante que não se imagine que ela substitui o conhecimento de cada ministério e o olhar de quem conhece os programas”, ponderou Beltrame.

Privacidade

A implantação da plataforma ocorre no momento em que o Congresso Nacional discute uma lei de proteção a dados pessoais. Uma das polêmicas no debate é até que medida os órgãos públicos devem ser regidos por ela, obedecer os princípios e seguir as obrigações.

Questionado na entrevista se o governo federal seria ou não regido pela lei, o ministro do Planejamento, Esteves Colnago, afirmou que não, com algumas exceções. “A gente vai ter todo o cuidado possível, mas precisamos ter acesso às informações”, disse.

A Wanmix, por sua vez, é uma construtora mineira que forneceu concreto para a construção da Cidade Administrativa, obra mais cara da gestão de Aécio no governo de Minas Gerais. A obra custou R$ 2,1 bilhões e foi citada em delações premiadas como origem de repasses de propina para o tucano. A obra também forneceu concreto para as usinas de Santo Antônio, Jirau e Belo Monte.

Agência Brasi
Deixe seu comentário

SUPER PROMOÇÃO DE MOSSORÓ PNEUS EM NOVO ENDEREÇO NA PTE DUTRA

18 Abr2018

Por Jbelmont às 19h59

EM FRENTE A AABB NA PTE DUTRA 

 MANTER SEU CARRO SEMPRE BEM CONSERVADO.REALIZAMOS TROCA: PIVÔ, BUCHA DE BANDEJA, AMORTECEDORES e COXIM.

Mossoró Pneus 
(84) 3314-7275
Funcionamos de segunda à sábado

 

D

Deixe seu comentário

Lei que aumenta pena para motorista embriagado que cometer homicídio entra em vigor; infração grave também poderá ignorar fiança e resultar em prisão

18 Abr2018

Por Jbelmont às 14h41

Nova lei é curta e grossa: a pessoa já sabe que, se beber e dirigir, tem o risco de ficar presa, independente de fiança

Publicada em dezembro do ano passado, a Lei 13.546, que aumenta pena para motorista que cometer homicídio ou causar lesão grave ou gravíssima ao dirigir alcoolizado ou sob o efeito de qualquer outra substância psicoativa, entrou em vigor a partir desta quarta-feira(18). Com isso, o condutor terá como pena a reclusão de dois a cinco anos, além de outras possíveis sanções.

Antes, a legislação previa que, por praticar lesão corporal culposa na direção de veículo automotor, a pena seria de detenção, de seis meses a dois anos e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir. No caso de ocorrer homicídio culposo, fixava o aumento de um terço da pena. A nova lei altera dispositivos da Lei 9.503, de 23 de setembro de 1997.

A diferença entre detenção e reclusão é um reforço punitivo contido no projeto sancionado pelo presidente Michel Temer. No caso da detenção, as medidas são, em geral, cumpridas no regime aberto ou semiaberto. Já a reclusão é a mais severa entre as penas privativas de liberdade, pois é destinada a crimes dolosos – quando há intenção de matar.

Com a nova lei, foi acrescentado ao Código de Trânsito Brasileiro um parágrafo que determina que “o juiz fixará a pena-base segundo as diretrizes previstas no art. 59 do Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal), dando especial atenção à culpabilidade do agente e às circunstâncias e consequências do crime”.

Deixe seu comentário

Equipes de resgate do Corpo de Bombeiros tentam localizar pescador desaparecido no Rio Mossoró

18 Abr2018

Por Jbelmont às 13h30

Um homem, segundo informações, pescador, desapareceu no final da tarde de ontem, 17, nas aguas do Rio Mossoró, na região da Barragem de Baixo, no bairro Barrocas. O homem teria tentado atravessar por cima da barragem e a canoa que ele estava virou e o mesmo desapareceu nas aguas, sujas do Rio.

A procura foi interrompida no inicio da noite de ontem, sendo retomada na manhã de hoje, mas segundo informações, o equipamento do corpo de bombeiros apresentou problemas. As buscas continuam

Deixe seu comentário

Após chuvas, maior barragem do RN começa a cobrir ruínas de antiga cidade

18 Abr2018

Por Jbelmont às 07h59

Em menos de 24 horas, as águas da Armando Ribeiro Gonçalves, o maior reservatório do Rio Grande do Norte, avançaram e começaram a cobrir, novamente, a igreja abandonada da antiga São Rafael, cidade que foi inundada no início dos anos 1980 para a construção da barragem.

A população que vive próxima à antiga São Rafael já percebe o aumento do nível da barragem. Vídeos mostram o avanço das águas. Na tarde desta segunda-feira (16), as águas já chegavam a um barzinho montado em meio às ruínas da antiga cidade. Já em novo registro na manhã desta terça-feira (17), as águas do reservatório já se aproximavam da escadaria da igreja abandonada. Outro vídeo filmado no início desta tarde já mostra o nível da água, que já cobre o primeiro degrau das escadas.

A Barragem Armando Robeiro Gonçalves, o maior reservatório do estado, abastece 40 cidades da região Oeste do estado, mais de 640 mil pessoas, e deixou o volume morto após as chuvas dos últimos dias. Segundo relatório atualizado do Instituto de Gestão de Águas do RN (Igarn), o reservatório chegou a um volume de 481 milhões de metros cúbicos, o que representa 20,05% de sua capacidade total.

As águas estão, de acordo com o Igarn, 3,70 metros acima do chamado volume morto, o nome dado à reserva de água mais profunda das represas. No caso da barragem Armando Ribeiro Gonçalves, em termos volumétricos, essa condição ocorre quando o nível chega a 236 milhões de metros cúbicos.

O diretor-presidente do Igarn, Josivan Cardoso, confirma a recuperação momentânea da grande barragem. Segundo ele, o reservatório tem apresentado saldo positivo em relação ao seu abastecimento nas últimas semanas. "Estamos otimistas [com o aumento do nível da barragem] porque as previsões são de que as chuvas continuem nas próximas semanas", disse Cardoso.


Cidade submersa

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves foi inaugurada em 1983, mas começou a ser construída em 1980. A inundação da antiga São Rafael foi um dos pontos mais polêmicos da construção. Para que o reservatório fosse construído, uma nova cidade precisou ser erguida para receber a população do município que seria submerso.

Segundo o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), a primeira obra inaugurada na nova São Rafael foi o cemitério, uma vez que a legislação da época exigia a retirada dos corpos da antiga cidade para que a inundação pudesse ser feita.


Recuperação hídrica

Nesta segunda-feira (16), o açude Itans, localizado em Caicó, que estava em situação de volume morto, melhorou sua situação após as chuvas dos últimos dias. Junto com ele, outros nove reservatórios monitorados pelo Igarn melhoraram seus níveis e também deixaram o volume morto, em duas semanas.

 

G-1 RN

Deixe seu comentário

Homem é morto a tiros no Santa Helena em Mossoró que vai a 83 homicídios neste ano

17 Abr2018

Por Jbelmont às 22h25

O crime aconteceu na noite de hoje, 17 de abril em Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte. A vitima segundo informações é Moisés Evangelista de Melo, residente no bairro Planalto 13 de Maio/Liberdade e foi morto com cerca de 09 tiros, todos na região do pescoço e cabeça.

Segundo informações de pessoas ligadas a família, bem cedo da noite, Moisés estava em casa e teria recebido um telefone de amigos, convidando para sair. A policia recebeu informações que os tais amigos, cerca de três, estavam num carro tipo Hb20 branco e todos armados.

O corpo de Moisés Evangelista foi encontrado dentro do muro de uma residência abandonada na Rua Missionário José Luiz de Queiroz, numa região conhecida como Hugo da Vacaria, no Loteamento Santa Helena, por volta de 21h30min.

Segundo registro no sistema online do Tribunal de Justiça do estado, Moisés Evangelista de Melo, respondia na Justiça, com passagens por delegacias, acusado pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e assalto, mas já estava em liberdade.

 

Do Câmera

Deixe seu comentário

Aneel aprova aumento de 14,81% na conta de energia elétrica residencial no RN

17 Abr2018

Por Jbelmont às 22h06

O aumento é de 17,47% para consumidores de alta tensão. As novas tarifas entram em vigor no dia 22 de abril.

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o aumento de 14,81% na conta de luz de consumidores residenciais do Rio Grande do Norte. Para os consumidores de alta tensão, o aumento é de 17,47%. O reajuste entra em vigor no dia 22 de abril.

A decisão foi tomada durante a runião púbica realizada nesta terça-feira (17). Segundo a Aneel, a revisão tarifária periódica reposiciona as tarifas cobradas dos consumidores após analisar os custos eficientes e os investimentos prudentes para a prestação dos serviços de distribuição de energia elétrica, em intervalo médio de quatro anos.

De acordo com a Aneel, a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern) atende 1,4 milhão de consumidores em todo o estado.

 

COSERN

Deixe seu comentário

Alex Moacir discorda de governador e lamenta insegurança

17 Abr2018

Por Jbelmont às 21h57


Vereador também pleiteia por melhorias no trânsito de Mossoró

 

Em discurso na sessão da Câmara Municipal de Mossoró desta terça-feira (17), o vereador Alex Moacir (MDB) discordou de avaliação feita pelo governador Robinson Faria (PSD), em visita ontem a Mossoró, sobre o quadro da segurança pública na cidade.

“Discordo da afirmação do governador de que a segurança está sob controle. Não vemos investimentos estruturais, e o cidadão se sente inseguro. Por isso, convido-o a passar mais dias em Mossoró para ver de perto o sucateamento da segurança”, comentou.

Trânsito

O parlamentar também abordou os preparativos para a campanha educativa Maio Amarelo 2018, com tema “Nós Somos o Trânsito”. Alex Moacir destacou a importância da conscientização o cidadão, mas que a educação precisa ser embasada de infraestrutura.

 “Precisamos de faixas de pedestres, semáforos, melhor sinalização como um todo para que, quando a campanha educativa chegar, haja infraestrutura necessária para dar suporte ao trabalho educativo e ao cumprimento das leis de trânsito”, observou.

Alex Moacir lembrou que, quando será secretário responsável pelo setor de trânsito, viabilizou instalação de 42 semáforos, quase 4 mil placas de sinalização, entre outras ações. “Mas, nos últimos cinco anos, esses investimentos diminuíram”, lamentou.

 

 

Francisco Carlos denuncia violência 
em bairro de Mossoró

 

Como positivo, vereador destaca Uern no Campus Party Natal

 

 
Vereador Francisco Carlos faz contraponto entre violência e educação

Tema recorrente aos diferentes espaços nos quais se debatem a falta de segurança, o vereador Francisco Carlos voltou a denunciar a forma alarmante como a violência se espalha por Mossoró. Apesar do quadro generalizado, o parlamentar disse que ainda consegue se surpreender como tudo acontece de maneira cruel e impune.


A questão diz respeito ao assassinato de um jovem, apenas 19 anos, na manhã da terça-feira, 17, no bairro Belo Horizonte, zona sul da cidade. “Logo cedo ouvi o relato de uma senhora dizendo que assistiu a mãe ajoelhada pedindo para o seu filho não morrer. Ouviu do autor do homicídio que estava ali para executar e iria cumprir, e foi isso que realmente aconteceu”, contou o vereador em plenário.


O assunto praticamente provocou a reação de todos os vereadores, que apoiaram a fala do professor Francisco Carlos, lembrando outros episódios registrados na cidade e cobrando uma ação mais concreta das autoridades responsáveis para combater a violência. “Espero que cenas como a vivida por essa mãe não se repita e, para isso, é preciso fortalecer a segurança”, finalizou.


A Uern no Campus Party Natal

 
Em meio as informações negativas sobre a violência, o vereador Francisco Carlos levantou uma questão que mostra o quanto é importante a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Nesse ponto, registrou a realização na capital potiguar do evento tecnológico Campus Party Natal.


“Nossa universidade esteve presente com alunos e professores e teve alguns trabalhos premiados, o que mostra a sua importância. Aproveito e parabenizo a todos”, destacou.


O destaque, reforçou o vereador, vai no sentido de que, essa experiência e crescimento, o aluno vai levar para a sua vida profissional. Acredita o professor Francisco Carlos que muitos deles crescerão na área tecnológica, podendo inclusive fomentar o meio de sobrevivência até para as suas famílias.

Deixe seu comentário

Projeto de Sandra garante acompanhante para mulher em trabalho de parto

17 Abr2018

Por Jbelmont às 21h47

Parlamentar registra proposição e avanço na Lei Maria da Penha

 

 
Vereadora Sandra Rosado fez pronunciamento na sessão desta terça-feira

 

A vereadora Sandra Rosado (PSDB) anunciou apresentação de projeto de lei, regulamentando a presença de presença de doulas durante o trabalho de parto e no período pós-parto imediato nas maternidades e outros estabelecimentos hospitalares em Mossoró.

Doula é acompanhante de parto e oferece suporte afetivo, físico, emocional e de conhecimento às mulheres que estão dando à luz. Atualmente, o papel da doula caiu em desuso, em razão das equipes com obstetra, enfermeiro, pediatra e outros auxiliares.

“Nosso projeto estabelece que as maternidades deverão permitir a presença de doulas no trabalho de parto, sempre que solicitadas pela parturiente, sem ônus e sem vínculos empregatícios com as mencionadas instituições”, explica a vereadora Sandra Rosado.

Maria da Penha

No mesmo pronunciamento, a parlamentar registrou o início da vigência, no último dia 4, de lei que prevê pena de detenção de três meses a dois anos, sem exclusão da aplicação de outras sanções cabíveis, para quem descumprir decisão judicial que impõe medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha.

“Trata-se de crime próprio, só podendo ser cometido por aqueles que estão obrigados a respeitar as medidas protetivas decretadas. É mais um importante avanço no trabalho permanente de enfrentamento à violência contra a mulher, crimes que, de maneira nenhuma, podem ficar impunes”, disse a vereadora.

Deixe seu comentário

SUPER PROMOÇÃO DE MOSSORÓ PNEUS EM NOVO ENDEREÇO NA PTE DUTRA

17 Abr2018

Por Jbelmont às 20h46

EM FRENTE A AABB NA PTE DUTRA 

 MANTER SEU CARRO SEMPRE BEM CONSERVADO.REALIZAMOS TROCA: PIVÔ, BUCHA DE BANDEJA, AMORTECEDORES e COXIM.

Mossoró Pneus 
(84) 3314-7275
Funcionamos de segunda à sábado

Deixe seu comentário

SIMARIA É DIAGNOSTICADA COM TUBERCULOSE GANGLIONAR

17 Abr2018

Por Jbelmont às 20h33


Simaria é diagnosticada com tuberculose ganglionar -

Reprodução/Instagram/@simaria  AMEI0CURTI1FELIZ0TRISTE3NERVOSO0SURPRESO1Simaria, da dupla com Simone, foi diagnosticada com tuberculose ganglionar, segundo o relatório médico enviado pela assessoria de imprensa das cantoras. A artista havia dado entrada em um hospital de São Paulo, na última quinta-feira (12), se queixando de extremo cansaço, emagrecimento e alterações gastrointestinais. 

Após uma bateria de exames laboratoriais, foi mostrado que Simaria estava com anemia e, após uma investigação mais específica, foi observado um aumento do gânglio próximo à clavícula direita, o que levou ao diagnóstico médico. A cantora recebeu alta do hospital nesta terça-feira (17), mas deverá se manter afastada do trabalho por um período de 30 dias, continuando o tratamento em sua residência e cuidando de sua saúde. Simone cumprirá a agenda de shows e se apresentará sozinha enquanto a irmã se recupera.

Fuxico

Deixe seu comentário

Aécio Neves vira réu no Supremo por corrupção e obstrução de Justiça

17 Abr2018

Por Jbelmont às 20h12

O senador Aécio Neves (PSDB-MG), no plenário do Senado, em imagem de novembro do ano passado (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado/Arquivo)

 

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira (17) receber a denúncia contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) por suposta prática de corrupção passiva e obstrução de Justiça. Com isso, o senador será transformado em réu pela primeira vez.

Por unanimidade, os cinco ministros da turma (Marco Aurélio Mello, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Rosa Weber e Alexandre de Moraes) admitiram a abertura de processo por corrupção e, por 4 votos a 1, por obstrução de Justiça – neste caso, o único voto contrário foi o de Alexandre de Moraes.

 

Com a aceitação da denúncia, Aécio passa a responder ao processo penal na condição de réu e poderá contestar a acusação com novas provas. Só ao final da ação poderá ser considerado culpado ou inocente, em julgamento a ser realizado pela mesma turma do Supremo. Terminado o julgamento, o senador afirmou que provará a 'absoluta legalidade e correção' de seus atos.

Junto com o parlamentar, foram denunciados pela PGR e também responderão como réus a irmã dele, Andréa Neves da Cunha, o primo Frederico Pacheco de Medeiros e Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrela (MDB-MG), todos por corrupção.

 

Aécio foi acusado em junho do ano passado, em denúncia da Procuradoria Geral da República, de pedir propina de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, dono da J&F, em troca de favores políticos; e também de tentar atrapalhar o andamento da Operação Lava Jato. Uma conversa entre os dois foi gravada pelo empresário. Andréa Neves teria pedido o dinheiro a Joesley e os outros dois acusados teriam recebido e guardado quatro parcelas de R$ 500 mil em espécie.

 

O julgamento começou no início da tarde com as manifestações da acusação e da defesa do parlamentar. O advogado de Aécio, Alberto Zacharias Toron, contestou as acusações de corrupção e obstrução de Justiça. O subprocurador da República Carlos Alberto Coelho, responsável pela acusação, disse haver “farto material probatório” para incriminar o senador (leia mais abaixo).

Deixe seu comentário

Por unanimidade, Primeira Turma do STF transforma Aécio em réu

17 Abr2018

Por Jbelmont às 19h11

Primeira Turma do STF julga denúncia contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) – Ailton de Freitas / Agência O Globo

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu, nesta terça-feira, denúncia contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) por corrupção passiva e obstrução da Justiça. O parlamentar agora é réu em ação penal. Ele é acusado de receber propina de R$ 2 milhões da JBS e também de tentar atrapalhar as investigações da Lava-Jato. A decisão foi unânime.

— Há transcrições de conversas telefônicas das quais se extrai que estaria tentando influenciar na escolha de delegados da Polícia Federal para conduzir inquéritos alusivos à Operação Lava-Jato, buscando assegurar a impunidade de autoridades políticas investigadas. Surgem sinais da prática criminosa — disse o relator, Marco Aurélio.

O ministro Luís Roberto Barroso, primeiro a votar depois do relator, também foi favorável ao recebimento da denúncia. Ele destacou que a ação controlada da Polícia Federal filmou os repasses de dinheiro.

— Os indícios de corrupção são mais sólidos do que em relação à obstrução. Mas também há indícios suficientes — disse Barroso.

Ele voltou a defender a suspensão de Aécio do mandato de senador, como chegou a ser feito no ano passado, mas não votou nesse sentido.

— Não vou encaminhar nesse sentido, porque tendo feito feito isso anteriormente, o plenário entendeu que a matéria deveria ser remetida ao Senado. E o Senado “cassou” a decisão da Turma. Como não há nenhum fato novo, em respeito à separação de poderes, não estou encaminhando nesse sentido — afirmou Barroso.

Também votaram na sessão desta terça-feira os ministros Luiz Fux, Rosa Weber e Alexandre de Moraes.

Apenas Moraes votou contra o recebimento da denúncia quanto ao crime de obstrução da justiça. Para ele, essa prática só é configurada quando um investigado tenta atrapalhar investigações sobre crime organizado. E Aécio não foi denunciado por participação em organização criminosa.

PROVAS DA JBS SÃO VÁLIDAS

No início do julgamento, os ministros rejeitaram pedidos preliminares da defesa. Os advogados queriam, por exemplo, invalidar as provas obtidas com a delação da JBS, o que foi rejeitado. Também ficou decidido que o processo continuará na Primeira Turma, composta por cinco ministros e tida como dura em matéria penal, não sendo remetido para o plenário da corte, integrada por todos os 11 ministros do STF.

Além disso, o processo não será dividido para remeter para a primeira instância a parte da investigação que diz respeito a quem não tem foro privilegiado. Assim, todo o processo permanece na corte.

Em sua fala, o advogado de Aécio, Alberto Toron, disse que o simples fato de seu cliente ser senador não o impede de pedir dinheiro emprestado ao empresário Joesley Batista.

— O fato de ser senador da República, por si só, não impede que ele peça emprestado o dinheiro — declarou Toron.

Em nome do Ministério Público Federal (MPF), o subprocurador-geral da República Carlos Alberto Carvalho de Vilhena Coelho usou a maior parte do tempo a que tem direito para defender a validade das provas no inquérito. Segundo ele, como há “farto material comprobatório” em razão de uma ação controlada da PF que filmou parte dos repasses, a defesa preferiu pedir a nulidade das provas, em vez de rebater as acusações em si.

— É importante frisar que a partir da segunda entrega de valores, ou seja, os pagamentos de R$ 500 mil realizados nos dias 12 e 19 de abril e 3 de maio de 2017, foram acompanhados e registrados em áudio e vídeo pela Polícia Federal no âmbito das ações controladas 4315 e 4316, autorizadas por esta corte, havendo portanto nos autos farto material comprobatório. Talvez por isso os fatos não tenham sido tão explorados pela defesa dos acusados. Preferiram eles apontar supostos vícios quanto às provas que dão sustentação à presente denúncia — argumentou o subprocurador-geral da República.

O Globo

Deixe seu comentário

Oportunidade: Vende-se apartamento no Edifício Romeu Rebouças bairro Nova Bêtania

17 Abr2018

Por Jbelmont às 11h24

No 2º Andar, lado da sombra, 03 quartos, sendo uma suite e 02 vagas na garagem. Pode ser financiado. Preço de oportunidade. O interessado ligar para 9 9416 0670 ou 9 9959-9434. Recebemos veículo no negócio. Frente para o Nascente.

 

Deixe seu comentário

Maioria apoia prisão de condenados em segunda instância, diz Datafolha; para 57%, entendimento deve ser mantido

17 Abr2018

Por Jbelmont às 11h19

Estátua da Justiça durante sessão do STF – Lula Marques – 27.ago.2008/Folhapress

A maior parte dos brasileiros apoia a prisão de réus condenados em segunda instância, de acordo com pesquisa do Datafolha. Caiu, porém, o número de pessoas que acreditam que a corrupção irá diminuir no país com a Operação Lava Jato.

Pesquisa feita pelo instituto dos dias 11 a 13 deste mês mostra que 57% dos entrevistados consideram justo que um acusado seja detido após ter sua condenação confirmada em segundo grau, ainda que possa recorrer a instâncias superiores.

O tema voltou a gerar polêmica antes da prisão do ex-presidente Lula, no último dia 7. A defesa de Lula, que já foi julgado em segunda instância em janeiro, pediu um habeas corpus preventivo no STF (Supremo Tribunal Federal) argumentando que ele ainda poderia reverter sua condenação no caso do tríplex de Guarujá (SP) no Superior Tribunal de Justiça ou na própria corte suprema.

Em sessão no último dia 4, porém, o STF rejeitou o pedido, mantendo entendimento estabelecido desde 2016 de que a prisão pode ocorrer já nessa fase. Um grupo de ministros do tribunal ainda tenta mudar esse critério.

Segundo o Datafolha, 36% dos entrevistados acreditam que é mais justo que uma pessoa vá para a prisão somente após seu processo passar por todas as instâncias judiciais possíveis. Não souberam responder 6%.

A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O Datafolha ouviu 4.194 pessoas em 227 municípios do país.

O apoio ao entendimento da prisão a condenados em segunda instância é maior nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Entre pessoas que declararam o PT como partido de preferência, a tese é vencida: chega a ser rejeitada por 57% dos eleitores do ex-presidente detido no Paraná .

O Datafolha também questionou os entrevistados sobre a corrupção no Brasil após a Lava Jato. Disseram que ela irá diminuir 37% dos entrevistados, ante 44% em levantamento feito em setembro do ano passado.



Para 51% a corrupção continuará na mesma proporção de sempre —eram 44% na pesquisa anterior. Para 10%, ela irá aumentar.

Eleitores que declaram o PSDB como partido de preferência são os que mais acreditam na influência da operação para diminuir a corrupção: 54% deles disseram concordar com essa afirmação.

 

Folha de São Paulo

Deixe seu comentário

Cantora Simaria, da dupla com Simone, tem mal-estar e é internada sem previsão de alta

17 Abr2018

Por Jbelmont às 11h15

 

A cantora Simaria, da dupla com Simone, foi internada na última quinta (12) e não pôde participar de show na 48º edição da Expoagro em Itapetininga, interior de São Paulo, realizada neste fim de semana, em que a irmã precisou se apresentar sozinha. Ainda não há previsão de alta.

Segundo a assessoria da dupla, Simaria foi hospitalizada após sentir um mal-estar súbito. Ela realizou exames e ainda está aguardando laudo médico para saber a causa e se haverá alterações na agenda. Simaria, que tem 33 anos, já havia passado mal há algumas semanas.

No último dia 8, a dupla concluiu sua participação na mais recente temporada do programa “The Voice Kids”, da Globo, no qual orientou a vencedora da competição, Eduarda Brasil.

UOL

Deixe seu comentário