.

Mega-Sena, concurso 2.302: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio acumula em R$ 50 milhões

23 Set2020

Por Jbelmont às 21h03

As dezenas sorteadas: 18 - 22 - 25 - 27 - 43 - 44. Quina teve 126 apostas ganhadoras e cada uma leva R$ 27.380,62.

O sorteio do concurso 2.302 da Mega-Sena foi realizado na noite desta quarta-feira (23) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

O prêmio previsto era de R$ 43 milhões para quem acertasse as seis dezenas, mas acumulou. Para o sorteio deste sábado (26), o prêmio previsto é de R$ 50 milhões.

Veja as dezenas sorteadas: 18 - 22 - 25 - 27 - 43 - 44.

A quina teve 126 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 27.380,62.
A quadra teve 6.684 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 737,35.

Deixe seu comentário

Brasil registra 906 mortes por Covid-19 em 24 horas e ultrapassa 139 mil

23 Set2020

Por Jbelmont às 20h37

País conta 139.065 óbitos registrados e 4.627.780 diagnósticos de Covid-19, segundo o consórcio dos veículos de imprensa.

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta quarta-feira (23).

O país registrou 906 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 139.065 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de novas mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 699 óbitos, uma variação de 1% em relação aos dados registrados em 14 dias.

Em casos confirmados, já são 4.627.780 brasileiros com o novo coronavírus desde o começo da pandemia, 32.445 desses confirmados no último dia. A média móvel de casos foi de 29.442 por dia, uma variação de 6% em relação aos casos registrados em 14 dias.

MÉDIA MÓVEL: veja como estão os casos e mortes no seu estado
PANDEMIA NAS CIDADES: consulte casos e mortes em cada município do Brasil
No total, 5 estados apresentaram alta de mortes: RJ, GO, AM, AP e BA.

GO passou da estabilidade e, agora, apresenta alta nas mortes. O CE e PB estavam com mortes em queda e hoje estão em estabilidade.

Os estados de MA, PE e RN apresentaram alta no dia anterior, mas voltaram à estabilidade de mortes. RO e PI passaram da estabilidade, ontem, para a queda de mortes.

Brasil, 23 de setembro
Total de mortes: 139.065
Registro de mortes em 24 horas: 906
Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 699 por dia (variação em 14 dias: 1%)
Total de casos confirmados: 4.627.780
Registro de casos confirmados em 24 horas: 32.445
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 29.442 por dia (variação em 14 dias: 6%)
(Antes do balanço das 20h, o consórcio divulgou dois boletins parciais, às 8h, com 138.174 mortes e 4.595.960 casos; e às 13h, com 138.410 mortes e 4.602.241 casos confirmados.)

Estados
Subindo (5 estados): RJ, GO, AM, AP e BA
Em estabilidade, ou seja, o número de mortes não caiu nem subiu significativamente (11 estados): PR, RS, MG, SP, PA, TO, CE, MA, PB, PE e RN
Em queda (10 estados + DF): SC, ES, DF, MS, MT, AC, RO, RR, AL, PI e SE
Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Deixe seu comentário

RN contabiliza 67.761 casos de coronavírus, sendo 302 novas confirmações de segunda para esta terça; 2.356 mortes e 01 óbito nas últimas 24 horas

23 Set2020

Por Jbelmont às 14h49

Foto: Divulgação/Sesap

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quarta-feira(23). Os casos confirmados somam 67.761.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 2.356 no total, sendo 01 ocorrido de fato nas últimas 24 horas. Em investigação estão 312 mortes. Casos suspeitos somam 33.128 e descartados 135.311.

“Essa sensação de que tudo já acabou não pode prevalecer. Temos um declínio de casos e óbitos, mas o vírus ainda está presente. De ontem para hoje tivemos um aumento de 302 casos confirmados para Covid-19 e de mais 671 casos suspeitos em todo o estado, em relação ao boletim anterior. Se ainda temos estes números elevados, significa que ainda existem sintomáticos procurando o sistema de saúde e que a pandemia ainda não acabou”, frisou o secretário estadual de saúde, Cipriano Maia, em mais uma coletiva de imprensa realizada na Escola de Governo, nesta quarta-feira (23).

O secretário reforçou mais uma vez a importância dos cuidados para o momento eleitoral, com campanhas previstas a partir deste final de semana. Devem ser evitadas a distribuição de panfletos, realização de passeatas, comícios e aglomerações; e respeitadas as regras de distanciamento, com uso de máscaras e as corretas medidas de higiene.

“Cuidado, atenção e responsabilidade com a vida é dever de todos nós. Precisamos comemorar a redução dos números, mas ainda manter uma atitude responsável de se auto proteger, usando a máscara, e proteger o outro. Assim evitamos surtos localizados da doença e podemos continuar numa situação em que a vida esteja mais protegida”, finalizou Cipriano.

Deixe seu comentário

COVID: RN tem 222 pacientes internados e registra taxa de ocupação de leitos de 38%

23 Set2020

Por Jbelmont às 14h47

A Secretaria de Estado e Saúde Pública- Sesap atualizou os dados do coronavírus no Rio Grande do Norte nesta quarta-feira (23). Conforme dados no fim desta manhã, a taxa de ocupação de leitos críticos está em 38% no Estado.

Pacientes internados entre críticos e clínicos, em hospitais públicos e privados são 222.

Por região de saúde, a ocupação de leitos está em 36% na região Metropolitana, 48% no Oeste, 87,5% no Alto Oeste, 31% na região do Seridó, Trairi/Potengi com 18% e Mato Grande e Agreste sem pacientes internados em leitos de UTI.

Deixe seu comentário

Taxa de transmissibilidade da covid no RN é de 0,76; Agreste, Alto Oeste e Vale do Açu acima de 1

23 Set2020

Por Jbelmont às 14h46

O índice R (T) – que determina o potencial de propagação do vírus – está em 0,76 para o RN como um todo. As regiões Agreste (1,15), Alto Oeste (1,06) e Vale do Açu (1,07) estão com taxa de transmissibilidade acima de 1, o que significa que cada pessoa infectada transmite a doença para pelo menos uma ou mais pessoas.

Os índices de transmissibilidade para as demais regiões são: Oeste (0,95), Mato Grande (0,83), Seridó (0,94), Trairi/Potengi (0,96) e Região Metropolitana (0,86). Os dados são do Laboratório de Inovação Tecnológica (LAIS) da UFRN.

Deixe seu comentário

Barragem Armando Ribeiro Gonçalves acumula 60,76% de sua capacidade; veja situação de reservatórios no RN

23 Set2020

Por Jbelmont às 12h17

Foto: ASCOM/IGARN

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta segunda-feira (22), indica que as reservas hídricas superficiais totais estaduais somam 2.272.999.602 m³, que correspondem a 51,93% da capacidade total do RN, que é de 4.376.444.842 m³. No dia 22 de setembro de 2019, as reservas potiguares eram de 1.203.757.557 m³, o equivalente a 27,50% da sua capacidade total.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, acumula 1.441.884.925 m³, que correspondem a 60,76% da sua capacidade total. No mesmo período de setembro de 2019, o manancial represava 675.025.078 m³, equivalentes a 28,45% do seu volume total.

Já o reservatório Santa Cruz do Apodi, segundo maior manancial do Estado, acumula 195.612.670 m³, o equivalente a 32,62% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No mesmo período do mês de setembro do ano passado o reservatório represava 133.445.227  m³, o equivalente a 22,25% da sua capacidade total.

A barragem Umari, localizada em Upanema, represa atualmente 247.562.033 m³, correspondentes a 84,55% da sua capacidade total que é de 292.813.650 m³. Em 22 de setembro de 2019, o açude acumulava 102.809.717 m³, o que equivale a 35,11% do seu volume total.

O açude Boqueirão de Angicos, com capacidade para 16.018.308 m³, acumula 6.700.371m³, o  equivalente a 41,83% da sua capacidade total. Já no ano passado, neste mesmo período, o reservatório estava com 8.482.543 m³, o que equivale a 52,96% da sua capacidade.

A barragem de Pau dos Ferros está com 16.977.872 m³, o equivalente a 30,96% da sua capacidade total que é de 54.846.000 m³. O reservatório chegou ao dia 22 de setembro de 2019 com apenas 81.826 m³, equivalentes a 0,15% da sua capacidade.

O reservatório Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, represa 11.843.303 m³, equivalentes a 26,66% da sua capacidade total que é de 44.421.480 m³. O Gargalheiras, no dia 22 de setembro de 2019, estava com 199.441 m³, correspondentes a 0,45% da sua capacidade.

O açude Alecrim, localizado em Santana do Matos, acumula 3.840.000 m³, o que corresponde a 54,86% da sua capacidade total que é 7.000.000 m³. No mesmo período do ano passado o reservatório estava com 2.790.000 m³, o equivalente a 39,86% do seu volume total.

O açude Itans, localizado em Caicó, acumula 8.594.996 m³, equivalentes 11,33% da sua capacidade total que é de 75.839.349 m³. O reservatório, em setembro do ano passado, estava com 335.642 m³, o equivalente a 0,44% da sua capacidade total.

Os reservatórios que permanecem com volumes em torno dos 90% das suas capacidades são:  Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, com 94,5% e Mendubim, localizado em Assu, com 91,72% do seu volume total.

Além de Umari, os reservatórios que permanecem com volumes em torno dos 80% das suas capacidades são: Santana, localizado em Rafael Fernandes, com 88,33%; Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes, com 84,03%; Riacho da Cruz II, localizado em Riacho da Cruz, com 84,12%; Morcego, localizado em Campo Grande, com 81,73%; Encanto, localizado em Encanto, com 88,31% e Beldroega, localizado em Paraú, com 81,03%.

Os que estão com volumes em torno dos 70% são: Rodeador, localizado em Umarizal, com 76,78%; Santo Antônio de Caraúbas, localizado em Caraúbas, com 77,94%;Pataxó, localizado em Ipanguaçu, com 79,62% e Dourado, localizado em Currais Novos com 77,33% da sua capacidade.

Em termos gerais, dos 47 reservatórios monitorados, 3 estão com volumes inferiores a 10% das suas capacidades, portanto, considerados dentro do nível de alerta. São eles: Flechas, localizado em José da Penha, com 8,87%; Esguicho, localizado em Ouro Branco, com 1,84% e Passagem das Traíras, localizado em São José do Seridó, que continua em obras na sua estrutura, com 0,6% do seu volume total. Já os Secos são: Inharé, localizado em Santa Cruz e Trairi, localizado em Tangará.

Situação das lagoas

A Lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital, está atualmente com 100% da sua capacidade que é de 11.019.525 m³.

A Lagoa do Boqueirão, localizada em Touros, acumula 9.985.280 m³, percentualmente, 90,16% da sua capacidade total que é de 11.074.800 m³.

A Lagoa do Bonfim, localizada em Nísia Floresta, está com 45.471.704 m³, o que equivale a 53,96% da sua capacidade total de acumulação que é de 84.268.200 m³.

Deixe seu comentário

Ação MPF pede anulação de nomeação de reitora

23 Set2020

Por Jbelmont às 12h09

Ludimilla tem nomeação contestada (Foto: Flávio Soares/Inter TV Costa Branca)
O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com ação civil pública (ACP) para anular a nomeação da atual reitora da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), Ludmilla Carvalho Serafim de Oliveira. Ela foi nomeada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, mesmo ficando em terceiro lugar na eleição. A prática de não seguir a escolha da comunidade acadêmica – com critérios políticos de natureza privada – já se repetiu em outras nove universidades federais brasileiras. O MPF pede, também, a nomeação do professor Rodrigo Codes, vencedor do pleito.

Os procuradores da República Camões Boaventura, Emanuel Ferreira e Fernando Rocha, autores da ação, destacam que o presidente Jair Bolsonaro estabeleceu como condição para nomeação a não filiação partidária a partido político alvo da operação Lava Jato. Para eles, esse critério é “exclusivamente ideológico e não atende ao interesse público, pois pautado em aspecto meramente pessoal. Além disso, tal condição demonstra um falso motivo, pois o primeiro colocado na consulta, Rodrigo Codes, não apresenta qualquer filiação partidária”. Dessa forma, o presidente da República agiu com desvio de finalidade e violou os princípios da moralidade e impessoalidade.

Para os representantes do MPF, a nomeação de candidato que não venceu a eleição é também inconstitucional. Apesar de a Lei 9.192/1995 afirmar que o presidente da República pode nomear para reitor e vice-reitor de universidade federal os professores entre os três mais votados, a legislação deve ser interpretada de acordo com a Constituição Federal (CF/88), que confere “autonomia didático-científica, administrativa e de gestão financeira e patrimonial” às universidades (art. 207).

O MPF considera “a indicação de qualquer nome da lista que não seja a do primeiro colocado tem por finalidade fragilizar a autonomia universitária ou o regime democrático, sendo uma indicação inconstitucional”. A nomeação ofende também o artigo 206 da CF/88, que prega a liberdade e gestão democrática do ensino público.

A ACP tramitará na Justiça Federal no RN sob o n° 0801245-53.4.05.8401

Questão nacional

Os representantes do MPF ressaltam o “receio concreto que começa a se materializar que essas violações à autonomia universitária reproduzam-se em todas as escolhas dos Reitores das demais instituições de ensino, tornando esse processo um instrumento de claro e inquestionável alinhamento político e ideológico da direção de todo o ensino superior federal, com a intenção de cercear a autonomia universitária, a liberdade de cátedra, a pluralidade de ideias e a liberdade de expressão das comunidades acadêmicas”.

O MPF no Rio Grande do Norte expediu ofício às unidades do MPF nos estados em que a situação se repete, com representação para que seja investigado se o desvio de finalidade comprovado no caso da UFERSA também não se configura nos demais.

Fonte: Assessoria/MPF

Outro lado: reitora se manifesta por meio de nota

Abaixo nota da reitora Ludimilla Oliveira sobre a ação do MPF:

NOTA À IMPRENSA

Sobre Ação do MPF para anular nomeação da reitora da Ufersa

“Com muita determinação a gestão da UFERSA segue firme trabalhando, convicta de que à semelhança do que já ocorreu em diversas universidades federais, o Princípio da legalidade foi, é e sempre será respeitado, seguindo, portanto com toda tranquilidade quanto a esta questão”.

Gabinete da Reitoria da Ufersa

Deixe seu comentário

REVIRAVOLTA: Confirmando perda de mandato de Sandro Pimentel no TSE, Jacó Jácome pode virar deputado

23 Set2020

Por Jbelmont às 11h45

Foto: Reprodução/AL

O julgamento de um recurso na sessão plenária do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da última terça, 22, gerou uma mudança jurisprudencial em que nos casos de parlamentar cassado por fraude ou abuso os votos são consequentemente anulados para todos os fins e a vaga do mandato poderá ir para outra coligação.

Em um caso prático, na hipótese de confirmação no Plenário do TSE, da cassação do deputado Sandro Pimentel (PSOL) que aguarda análise do recurso contra decisão do ministro Luis Felipe Salomão que decidiu pela cassação, a vaga não ficaria com o suplente Robério Paulino, mas poderia migrar para Jacó Jácome, em virtude de uma hipotética anulação dos votos de Pimentel com base na nova jurisprudência se prevalecer.

Com o julgamento de ontem foi mitigada a aplicação do §4⁰ do art. 175 do CE. Aplicado o art. 222 do CE. Portanto, votos não aproveitados para o partido ou coligação, determinada a retotalização.
Justiça Potiguar

Deixe seu comentário

Número de pacientes internados nos hospitais de Mossoró com COVID-19 aumentaram nas últimas horas consideravelmente

23 Set2020

Por Jbelmont às 00h00

Na tarde de segunda feira 21 havia 17 pacientes internados no Hospital São Luiz, mas a equipe médica do Hospital aguardava a chegada de mais 4 pacientes, que elevaria o número de internos para 21. O HRTM também estava com os seus leitos de UTI, ocupados. Portanto é preocupante esse aumento nas últimas 48 horas em Mossoró.

Deixe seu comentário

Código de Trânsito Projeto que aumenta limite de pontos da CNH vai para sanção de Bolsonaro

22 Set2020

Por Jbelmont às 22h54

Câmara deu última aprovação hoje. Se texto virar lei, motorista poderá somar até 40 pontos em infrações e habilitação valerá por 10 anos.

Deixe seu comentário

Flamengo supera desfalques, se segura no fim contra o Barcelona e se recupera na Libertadores

22 Set2020

Por Jbelmont às 22h39

Com gols de Pedro e Arrascaeta, equipe encaminha vitória no início e melhora situação no Grupo A


Resumão
Com 11 desfalques, vindo de goleada sofrida e depois de um dia atribulado que pôs em risco até mesmo a realização do jogo, o Flamengo conseguiu se recuperar na Libertadores. A equipe venceu o Barcelona de Guayaquil por 2 a 1, no estádio Monumental, nesta terça-feira, com gols de Pedro e Arrascaeta - Martínez descontou para os equatorianos.

GE

Deixe seu comentário

Governo lança RN Cresce + em Mossoró

22 Set2020

Por Jbelmont às 21h44

Governadora anuncia programa em Mossoró (Foto: Robson Araújo)

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte lança o Programa RN Cresce + em Mossoró. A solenidade será realizada às 10h desta quarta-feira (23) no auditório SESI (Serviço Social da Indústria) – Rua Benjamim Constant, 65, bairro Doze Anos.

O RN Cresce + é um programa multissetorial de incentivo ao crescimento da economia potiguar. Ele contempla uma série de incentivos fiscais, desburocratização e melhoria no ambiente de negócios, com vistas a atrair novos investimentos para a geração de emprego e renda.

Após ser lançado na capital, no último dia 21, o Governo lança e apresenta o plano agora em Mossoró, segunda cidade mais populosa do estado e que tem como principais segmentos econômicos a fruticultura irrigada (voltada, em sua maior parte, para a exportação e produção do melão), indústria salineira e a indústria extrativa.

O plano visa medidas que envolvem agropecuária, turismo, mineração, indústria, geração de energia, transportes e comércio, entre outras áreas. Com envolvimento direto das Secretarias de Estado da Tributação (SET), do Desenvolvimento Econômico (Sedec), do Turismo (Setur) e da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape).

SERVIÇO
Lançamento do Programa RN Cresce + em Mossoró
Local: Auditório SESI – Rua Benjamim Constant, 65, bairro Doze Anos. Mossoró/RN.
Data e horário: 10h – 23/09/2020 (quarta-feira).

 

Via Blog do Barreto

Deixe seu comentário

Brasil registra 3,9 milhões de pessoas curadas da Covid-19

22 Set2020

Por Jbelmont às 21h32

Foto: Thiago Dutra/AMN

O Brasil registrou nesta terça-feira (22), mais 58.428 pacientes recuperados do coronavírus, totalizando 3.945.627 pessoas curadas da doença.

A quantidade de pessoas curadas no Brasil já é sete vezes superior ao número de casos ativos (507.869), que são os pacientes em acompanhamento médico.

O registro de pessoas curadas já representa 85,9 % do total de casos acumulados.

Deixe seu comentário

Brasil registra alta de mortes por Covid-19 em 7 estados e passa de 138 mil; foram 809 em 24 horas

22 Set2020

Por Jbelmont às 21h20

É o maior número de estados com crescimento de mortes desde 22 de agosto. País tem 138.159 óbitos confirmados e 4.595.335 diagnósticos de Covid-19, segundo o consórcio dos veículos de imprensa.

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta terça-feira (22).

O país registrou 809 mortes pela Covid-19 confirmadas nas últimas 24 horas, chegando ao total de 138.159 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de novas mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 707 óbitos, uma variação de 4% em relação aos dados registrados em 14 dias.

Em casos confirmados, já são 4.595.335 brasileiros com o novo coronavírus desde o começo da pandemia, 35.252 desses confirmados no último dia. A média móvel de casos foi de 30.148 por dia, uma variação de 7% em relação aos casos registrados em 14 dias.

MÉDIA MÓVEL: veja como estão os casos e mortes no seu estado
PANDEMIA NAS CIDADES: consulte casos e mortes em cada município do Brasil
No total, 7 estados apresentaram alta de mortes: RJ, AM, AP, BA, MA, PE e RN. É o maior número de estados com crescimento de mortes desde 22 de agosto.

O AM estava em queda e, agora, registra alta nas mortes. Já AP, BA, MA, PE estavam estáveis e também passaram a apresentar crescimento nos óbitos.

Os estados de SP, GO e RO apresentaram alta ontem, mas agora voltaram à estabilidade de mortes. Já o DF e o MS estavam em estabilidade e agora apresentam queda.

Brasil, 22 de setembro
Total de mortes: 138.159
Registro de mortes em 24 horas: 809
Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 707 por dia (variação em 14 dias: 4%)
Total de casos confirmados: 4.595.335
Registro de casos confirmados em 24 horas: 35.252
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 30.148 por dia (variação em 14 dias: 7%)

(Antes do balanço das 20h, o consórcio divulgou dois boletins parciais, às 8h, com 137.367 mortes e 4.560.361 casos; e às 13h, com 137.445 mortes e 4.566.123 casos confirmados.)

Estados
Subindo (7 estados): RJ, AM, AP, BA, MA, PE e RN


Em estabilidade, ou seja, o número de mortes não caiu nem subiu significativamente (10 estados): PR, RS, MG, SP, GO, MT, PA, RO, TO e PI


Em queda (9 estados + DF): SC, ES, DF, MS, AC, RR, AL, CE, PB e SE
Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Deixe seu comentário

Traficante Elias Maluco é encontrado morto na prisão

22 Set2020

Por Jbelmont às 21h08

Informação foi confirmada no fim da tarde desta terça-feira (22). Preso em 2002 e condenado pela morte do jornalista Tim Lopes, traficante ficou conhecido pelos métodos bárbaros com que matava pessoas.

 Preso em 2002 e condenado pela morte do jornalista Tim Lopes é encontrado morto

O traficante Elias Pereira da Silva, conhecido como Elias Maluco, foi encontrado morto na tarde desta terça-feira (22) na Penitenciária Federal de Catanduvas, na região oeste do Paraná, segundo informações do Departamento Penitenciário (Depen).

De acordo com o Depen, a Polícia Federal (PF) foi chamada para fazer perícia no local. O corpo será levado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Cascavel, na região oeste do estado, após a perícia.

Elias Maluco foi preso em setembro de 2002 e, em 2005, foi condenado a 28 anos e seis meses de prisão pela morte do jornalista Tim Lopes.

 

 

Deixe seu comentário

TSE vai testar em novembro sistema que permite votar pela internet, por celular e sem precisar sair de casa

22 Set2020

Por Jbelmont às 19h23

Prédio da sede do Tribunal Superior Eleitoral | Foto: Dida Sampaio/Estadão

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai usar as eleições municipais de novembro para testar mecanismos que, no futuro, poderão permitir votações pela internet, a partir do telefone celular, sem sair de casa. O novo sistema não vai valer para a disputa deste ano, mas é mais uma tentativa da Corte eleitoral para ampliar a participação de eleitores no processo de escolha de seus representantes. O objetivo é também encontrar formas de reduzir custos do processo eleitoral, a exemplo de experiências de outros países.

Um chamamento a empresas interessadas em apresentar modelos virtuais que poderiam vir a ser utilizados foi publicado nesta segunda-feira, 21. A ideia do TSE é distribuir estandes com sistemas experimentais, na votação de 15 de novembro, nas cidades de Curitiba (PR), Valparaíso de Goiás (GO) e São Paulo (SP).

As companhias que se habilitarem poderão montar uma estrutura dentro de locais de votação, em espaços abertos e com ampla circulação. Os eleitores dessas cidades estariam livres para experimentar os sistemas a partir dos próprios smartphones. Os testes não guardarão qualquer relação com as escolhas oficiais de prefeitos e vereadores que acontecerão neste ano.

As demonstrações terão candidatos e partidos fictícios e não haverá compartilhamento de dados eleitorais com as empresas que se oferecerem para apresentar suas tecnologias. As firmas interessadas deverão manifestar o interesse ao TSE entre 28 de setembro e 1º de outubro. Em seguida, haverá uma série de reuniões com a equipe técnica da Corte.

A partir da experiência nas eleições de novembro, o TSE pretende debater estratégias para eventuais mudanças no sistema brasileiro de votações. Na Corte eleitoral há um grupo de trabalho que se dedica a estudar novas tecnologias para modernizar o processo. Conforme o tribunal informou nesta segunda, 21, porém, não é possível dizer se ou quando um novo tipo de procedimento será implementado.

No TSE, as estratégias para inovar com sistemas de participação passam obrigatoriamente pela preservação de três critérios: segurança, sigilo e eficiência. As urnas eletrônicas historicamente cumprem esses requisitos de forma satisfatória. No entanto, as máquinas demandam custos elevados de manutenção, substituição e de logística, por conta dos envios aos rincões do Brasil.

“Mesmo que, em um primeiro momento, os eleitores continuem a ter que comparecer às seções eleitorais, para a proteção do sigilo, só a economia de centenas de milhões de reais com a substituição de urnas já representa um grande ganho. Nós estamos em busca de inovações, mas sem abrir mão do controle do sistema e do processo eleitoral, que continuará sob o comando do TSE”, informou, em nota, o tribunal presidido pelo ministro Luís Roberto Barroso.

México e Estônia já adotam o sistema de votação online

Caso o Brasil venha a permitir o voto online, não será pioneiro. O coordenador-geral da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político (Abradep), Marcelo Weick Pogliese, afirma haver experiências bem-sucedidas em alguns municípios do México e na Estônia, por exemplo. O país europeu é considerado um paradigma de democracia e governo digital. Em 2007, os estonianos foram os primeiros a fazer uma eleição geral pela internet.

“O Brasil, por exemplo, não faz tantos plebiscitos e referendos, sob o pretexto de que é caro demais. Pela internet, nos municípios, poderíamos melhorar formas de consulta popular. É óbvio que nada será transformado da noite para o dia, mas o legal é que o TSE está tendo essa preocupação com o futuro. Em tese, você permite outras formas de acesso”, disse Pogliese.

Com uma tese de doutorado que se debruçou sobre votações digitais, o coordenador da Abradep afirma que é possível manter a segurança das eleições. Há uma série de alternativas tecnológicas que podem equiparar o nível do sigilo do voto pela internet, a partir de casa, com o da urna eletrônica. Como exemplo, ele cita o mecanismo que sempre vai considerar o último voto do eleitor. Dessa forma, uma escolha feita eventualmente sob coação poderia ser facilmente revista mais tarde, em segredo. Outra saída seria limitar um voto por dispositivo.

“Teríamos que ter um conjunto de cuidados. Não defendemos que se acabe com o voto presencial, com a urna eletrônica. Mas defendemos que o voto eletrônico seja uma alternativa”, afirmou o especialista.

A Abradep formalizou ao TSE, em maio, pedido para que a Corte considerasse a opção. Em relatório, destacou que o Comitê de Ministros do Conselho Europeu aprovou recomendação, em 2017, com princípios e padrões de respeito ao sufrágio universal, igualdade, liberdade do sufrágio, o sigilo do voto, transparência, auditabilidade, integridade e segurança do sistema. É um tema que já está colocado no mundo em virtude da maneira como os cidadãos interagem com dispositivos eletrônicos para as mais complexas tarefas diárias.

“Como se ainda não bastasse, a consolidação das tecnologias de comunicação e informação no cotidiano das pessoas tende a aumentar o estranhamento de eleitores mais jovens com o modelo atual. Por que não votar pela internet se posso fazer tudo pela internet Talvez essa pergunta não ocorra às gerações mais antigas, mas certamente faz sentido a uma fatia crescente do eleitorado”, destaca o “Caminhos para as eleições brasileiras em meio à pandemia”, lançado este ano pela entidade.

Estadão Conteúdo

Deixe seu comentário

RN contabiliza 67.459 casos do coronavírus e registra 2.355 mortes; 01 óbito nas últimas 24 horas

22 Set2020

Por Jbelmont às 12h46

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta terça-feira(22). Os casos confirmados somam 67.459.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 2.355 no total, sendo 01 ocorrido de fato nas últimas 24 horas. Em investigação estão 321 mortes.

Casos suspeitos somam 32.475 e descartados 134.012.

 

MOSSORÓ PNEUS DARLAN SEMPRE O MELHOR PREÇO 

Deixe seu comentário

RN tem 235 pacientes internados por covid e registra taxa de ocupação de leitos de 41%

22 Set2020

Por Jbelmont às 12h44

A Secretaria de Estado e Saúde Pública- Sesap atualizou os dados do coronavírus no Rio Grande do Norte nesta terça-feira (22). Conforme dados no fim desta manhã, a taxa de ocupação de leitos críticos está em 41% no Estado.

Nas regiões de saúde, a ocupação encontra-se distribuída da seguinte maneira: Metropolitana com 38%; Oeste com 50%; Alto Oeste 100%; Seridó possui 37%; Trairi/Potengi tem 18% de ocupação e as regiões do Mato Grande e do Agreste não possuem pacientes internados em leitos de UTI.

De acordo com o Regula RN – sistema de Regulação do Acesso à Assistência em Saúde do Estado – até o meio-dia, nove pacientes (quatro críticos e cinco clínicos) aguardavam por leitos; outras 11 pessoas esperavam transporte para serem removidas.

Deixe seu comentário

Taxa de transmissibilidade da covid no RN está em 0,76; Alto Oeste, Vale do Açu e Agreste estão acima de 1

22 Set2020

Por Jbelmont às 12h42

O índice R(t) – que determina o potencial de propagação do vírus – segundo dados do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, está em 0,76 para o RN como um todo. Contudo, essa taxa de transmissibilidade está acima de 1 nas regiões do Alto Oeste (1,06), Vale do Açu (1,07) e Agreste (1,15).

No Seridó e Oeste, regiões nas quais era possível observar a taxa acima de 1 ao longo das últimas semanas, é registrada uma transmissibilidade de 0,94 e 0,95, respectivamente; no Mato Grande, o índice é de 0,83, na Região Metropolitana de 0,86, e no Trairi/Potengi de 0,96.

Deixe seu comentário

Governo do RN autoriza a volta dos eventos em 5 fases

22 Set2020

Por Jbelmont às 10h10

O Governo do Rio Grande do Norte publicou um decreto autorizando a retomada, em cinco fases, das atividades ligadas ao setor de eventos corporativos, técnicos, científicos e convenções.

As fases e o protocolo sanitário para o retorno dessas atividades estão disponíveis em edição extraordinária do Diário Oficial do Estado, desta segunda-feira (21).

Na 1ª fase, iniciada nesta segunda-feira, está permitido a frequência máxima simultânea de até 100 pessoas.

Na 2ª fase, iniciada no dia 06 de outubro, é permitida a frequência máxima simultânea de até 400 pessoas.

Na 3ª fase, iniciada no dia 20 de outubro, está autorizada a frequência máxima simultânea de até 700 pessoas.

Na 4ª fase, iniciada no dia 03 de novembro, é permitida a frequência máxima simultânea de até mil pessoas.

Na 5ª fase, iniciada no dia 17 de novembro, está autorizada a frequência máxima de até 3 mil pessoas para eventos em ambientes abertos.

Vale ressaltar que, caso haja o aumento dos casos de covid-19 após a liberação das atividades, o Governo do RN poderá adiar as fases ou diminuir a frequência simultânea de pessoas.

Dentre as medidas do protocolo de segurança estão: a disponibilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para todos os trabalhadores envolvidos no evento, uso obrigatório de máscara, aferição de temperatura de todos os participantes, entre outras medidas publicadas no decreto.

Veja o decreto na íntegra: http://webdisk.diariooficial.rn.gov.br/Jornal/12020-09-21.pdf

Deixe seu comentário

Mais de 40% dos eleitores do RN são analfabetos, não foram à escola ou não terminaram ensino fundamental

22 Set2020

Por Jbelmont às 09h01

Cerca de 159 mil potiguares aptos a votas nas Eleições 2020, não sabem ler e escrever. Mais de 1 milhão de pessoas não têm ensino fundamental completo.

Mais de 10% dos eleitores do RN só sabem ler e escrever — Foto: Fernando Brito/G1


Mais de 40% dos eleitores aptos a votar nas Eleições 2020, no Rio Grande do Norte, são analfabetos, pessoas que não passaram por educação formal, mas sabem ler e escrever, ou aquelas que não terminaram o ensino fundamental. Ao todo, são mais de 1 milhão de pessoas dentro desses grupos.

Somente os analfabetos são 159.889 pessoas, que representam 6,53% dos eleitores potiguares. Outras 264.308 pessoas, que representam mais de 10% do eleitorado, declararam à Justiça eleitoral que, apesar de não terem passado por educação formal, sabem ler e escrever o próprio nome e outras palavras.

Já o grupo de potiguares que foram à escola, mas não terminaram o Ensino Fundamental é composto por 627.485 pessoas. Sozinho, esse grupo representa um quarto do eleitorado do estado.

Escolaridade dos eleitores do Rio Grande do Norte
Dados dos eleitores aptos a votar para prefeito e vereador em 2020

Os dados são Tribunal Superior Eleitoral e fazem parte das estatísticas das Eleições 2020. Os eleitores que terminaram o ensino fundamental, mas não têm formação básica completa, até o 3º ano do ensino médio somam quase 460 mil pessoas. Dos mais de 2,4 milhões de eleitores potiguares, 936 mil têm formação básica completa.

Para o cientista político Bruno Oliveira, os números apresentam um grande desafio: ao mesmo tempo em que nenhum cidadão pode ser excluído do processo democrático, o analfabetismo ou o analfabetismo funcional podem ser prejudiciais ao próprio eleitor e à democracia.

"É um problema não só do Rio Grande do Norte, mas do Brasil como um todo, que tem um grande número de eleitores analfabetos funcionais. São pessoas que até sabem escrever o próprio nome, outras palavras, mas têm dificuldade de separar ironia, opinião, fato. Isso é um grande desafio para a democracia, especialmente com a onda das 'fake news'", considerou.

"A internet está ficando mais acessível, porém, uma boa parte das pessoas não tem muito discernimento, e isso se dá muitas vezes por essa pouca instrução. Isso acaba impactando em todos os aspectos da nossa vida e também nas eleições", ressalta.

Para o cientista político, além de ter mais facilidade em ser enganado, o eleitor muitas vezes acaba sendo usado como "inocente útil" na disseminação de notícias falsas. E depois que elas são espalhadas, é muito mais difícil de serem desmentidas. O combate, portanto, tem que passar pela educação.

g1rn

Deixe seu comentário

Brasil passa de 137 mil mortes por Covid-19; média móvel é de 748 na última semana

21 Set2020

Por Jbelmont às 20h58

País tem 137.350 óbitos confirmados e 4.560.083 diagnósticos de Covid-19.

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta segunda-feira (21).

O país registrou 455 mortes pela Covid-19 confirmadas nas últimas 24 horas, chegando ao total de 137.350 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de novas mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 748 óbitos, uma variação de 8% em relação aos dados registrados em 14 dias.

Em casos confirmados, já são 4.560.083 brasileiros com o novo coronavírus desde o começo da pandemia, 15.821 desses confirmados no último dia. A média móvel de casos foi de 30.077 por dia, uma variação de -1% em relação aos casos registrados em 14 dias.

MÉDIA MÓVEL: veja como estão os casos e mortes no seu estado
PANDEMIA NAS CIDADES: consulte casos e mortes em cada município do Brasil
No total, 5 estados apresentaram alta de mortes: RJ, SP, GO, RO e RN.

Os estados de SP, GO e RN, que estavam em estabilidade, agora registram alta nas mortes. O DF e o CE, que estavam em queda, agora estão com a média de mortes em estabilidade. O PI e o MT, que estavam em estabilidade, hoje apresentaram queda nos óbitos.

Brasil, 21 de setembro
Total de mortes: 137.350
Registro de mortes em 24 horas: 455
Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 748 por dia (variação em 14 dias: 8%)
Total de casos confirmados: 4.560.083
Registro de casos confirmados em 24 horas: 15.821
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 30.077 por dia (variação em 14 dias: -1%)
(Antes do balanço das 20h, o consórcio divulgou dois boletins parciais, às 8h, com 136.923 mortes e 4.544.347 casos; e às 13h, com 136.997 mortes e 4.547.150 casos confirmados.)

Estados
Subindo (5 estados): RJ, SP, GO, RO e RN
Em estabilidade, ou seja, o número de mortes não caiu nem subiu significativamente (10 estados + DF): PR, RS, MG, DF, MS, AP, PA, BA, CE, MA e PE
Em queda (11 estados): SC, ES, MT, AC, AM, RR, TO, AL, PB, PI e SE
Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

g1

Deixe seu comentário

EMPREGO: Grupo Guararapes vai abrir 1.369 novas vagas no RN

21 Set2020

Por Jbelmont às 20h51

Foto: reprodução

O Grupo Guararapes vai gerar a partir de outubro 1.369 novas vagas de emprego no Rio Grande do Norte. O anúncio foi feito pelo presidente do Grupo, Flávio Rocha, na ocasião do lançamento do RN Cresce +, plano multisetorial do Governo do RN de incentivo à economia, na tarde desta segunda-feira (21).

“O RN tem vocação natural para a cadeia têxtil, podemos transformar a nossa realidade levando prosperidade para o Estado. Anuncio agora que vamos gerar mais 1.369 empregos a partir de outubro”, afirmou Flávio Rocha que participou do evento de forma virtual.

Sobre o plano governamental, Flávio disse que é “um marco para recuperar nossa capacidade competitiva. Renova capacidade de luta para disputar espaço na economia neste momento pós-Covid-19″.

Deixe seu comentário

TRE tem maioria por inelegibilidade de Crivella, mas desembargador pede vista e adia decisão

21 Set2020

Por Jbelmont às 20h37

Foto: SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A maioria dos desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) votou, nesta segunda-feira (21), pela inelegibilidade do prefeito da capital fluminense, Marcelo Crivella (Republicanos), até 2026. O julgamento, no entanto, só será finalizado na quinta-feira (24), após pedido de vistas do desembargador Vitor Marcelo Rodrigues.

O processo vem após investigação do Ministério Público de que Crivella teria pedido, em 2018, votos a funcionários da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) em candidatos de seu partido, incluindo o próprio filho, Marcelo Hodge, que concorria à Câmara dos Deputados. Segundo denúncia do PSOL, os funcionários foram levados ao local do comício com carros oficiais e durante o expediente. O prefeito é acusado abuso de poder político e improbidade administrativa.

Apesar da decisão do TRE, Crivella não terá o mandato cassado. O relator do caso, Cláudio Dell’Orto, pediu o prosseguimento da acusação de abuso de poder político, entre outras, e foi seguido por cinco dos outros seis desembargadores da Corte – apenas Rodrigues, que pediu vistas, não votou com o relator.

O processo também tira os direitos políticos de Marcelo Hodge, que não se elegeu em 2018. Por enquanto, a determinação não tira Marcelo Crivella das eleições deste ano. Candidato à reeleição no Rio, o prefeito pode disputar o pleito até que todos os recursos estejam esgotados. Ele ainda pode tentar reverter a decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e no Supremo Tribunal Federal (STF).

Jovem Pan

Deixe seu comentário

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +